11 de julho de 2014

AMAZONAS COMEÇA A TER PERÍODO DE VAZANTE

RIO NEGRO COMEÇA A SECAR
Na Betânia, morador de área alagada recebeu ontem
kit de ajuda da Prefeitura de Manaus 
(Euzivaldo Queiroz)

O processo de vazante do Rio Negro começou segundo o Serviço Geológico do Brasil (CPRM). Ontem o rio baixou um centímetro depois de permanecer durante seis dias na cota de 29,50 metros. Segundo o pesquisador em geociências do CPRM André Martinelli, o nível do rio Negro no Porto de Manaus está oscilando para mais e para menos desde o dia 13 de junho e atingiu seu limite superior 29,50 metros no dia três de julho o que é chamado pelos pesquisadores de rio parado.

Emergência 

O prefeito de Manaus, Artur Neto, decretou, no dia 26 de maio, situação de emergência na capital amazonense devido à cheia do Rio Negro. Com o nível do rio em 29,19 metros, ruas começaram a ser interditadas e moradores de diversas áreas já relatam problemas causados pela subida das águas. Em todo o Amazonas, 33 municípios estão em situação de emergência por conta da cheia dos rios.

Maioria dos Rios começou a secar

De acordo com boletim divulgado no último dia 26 de junho, sobre a situação da cheia no Amazonas, a vazante já começou na maioria dos rios: as bacias do Javari, Purus e Amazonas encontram-se no período de vazante; já no Madeira há vazante, mas com níveis ainda elevados para o período. Na bacia do Solimões, monitorado nas estações de Manacapuru e Itapeuá (próximo a Coari) está com nível parado, com sinal de fim de cheia. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.