17 de outubro de 2013

Sondas para pesquisas de prospecção nas reservas de silvinita chegam a Itacoatiara






A Secretaria de Estado Mineração, Geodiversidade e Recursos Hídricos (Semgrh), órgão do Governo do Amazonas, anunciou nesta quinta-feira, 17 de outubro, a chegada ao município de Itacoatiara, na Região Metropolitana de Manaus, das carretas trazendo as sondas de prospecção da empresa Potássio Ocidental. Os equipamentos serão usados nas pesquisas que serão desenvolvidas nas reservas de silvinita (minério de onde se extraí o potássio) na comunidade Arari.



A empresa Potássio Ocidental está autorizada pelo Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) para realizar pesquisas numa área de 795 mil hectares, entre os municípios de Itacoatiara, Urucurituba, Maués, Parintins e Barreirinha. O início da prospecção na área aguarda a liberação da licença ambiental, que está em analise no Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam).



De acordo com o titular da Semgrh, Daniel Nava, o início das atividades da Potássio Ocidental em Itacoatiara consolida o Amazonas como alvo nacional de investimentos na exploração da silvinita. Segundo Nava, o projeto apresentado pela empresa ao Governo do Estado prevê investimentos iniciais, em 2013, da ordem de U$ 5 milhões, recursos que serão destinados à execução dos primeiros dois furos de sondagem na comunidade Arari.



Segundo o representante da empresa Potassio Ocidental, Andre Costa, as sondas de pesquisa já estão na sede do município de Itacoatiara e de lá seguirão em carretas, por estrada, com destino ao local onde será feito o primeiro furo (PP-13-01), área denominada Boca do Arari, na margem direita do rio Amazonas. De acordo com o representante da empresa, mais quatro furos serão feitos na região que engloba os municípios de Itacoatiara e Urucurituba.



Sobre a empresa – A Potássio Ocidental, que tem sede em Belo Horizonte (MG), é subsidiária da Pacific Potash, empresa canadense listada nas Bolsas de Valores de Toronto (Canadá) e Frankfurt (Alemanha).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.