Header Ads

No dia do servidor público, governador Omar Aziz entrega à ALE-AM proposta de alteração do PCCR dos servidores da educação



Nesta segunda-feira, dia 28 de outubro, dia do Funcionário Público, o governador Omar Aziz entregará oficialmente à Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM) a proposta de alteração do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos servidores estaduais da Educação. O evento ocorrerá a partir das 10h no auditório Canaã (Av. General Rodrigo Otávio, s/n, bairro do Japiim), com a participação de deputados estaduais, professores e servidores da Educação.


Ao entregar oficialmente a proposta de reformulação do PCCR da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) à ALE, o Governo do Estado agiliza um processo que pretende beneficiar a curto e a longo prazo todos os servidores concursados que atuam na rede pública estadual de ensino e somam aproximadamente 30 mil pessoas.

Após apreciação e aprovação da ALE-AM, o  PCCR entrará em vigor na forma da Lei e assegurará ganhos inéditos aos servidores públicos estaduais, dentre os quais: garantias de melhores remunerações por tempo de serviço (progressão horizontal), melhores remunerações por aquisição de pós-gradações (progressão vertical), além de benefícios reais a servidores antes não incluídos no PCCR, tais como merendeiras, vigilantes e auxiliares de serviços gerais que hoje atuam nas mais de 540 escolas da rede estadual.

O governador Omar Aziz destaca que a valorização dos servidores da educação foi estabelecida como prioridade em sua gestão. "É uma semente para o futuro. Não consigo dissociar desenvolvimento de uma educação de qualidade e isso requer professores capacitados e bem remunerados em sala de aula, fora outros investimentos que estamos fazendo no setor, como o melhor aparelhamento das escolas, com novas tecnologias". 

Entre 2010 e 2013, professores, pedagogos e demais servidores da Educação tiveram, de modo geral, reajuste acumulado de 29,1%, percentual maior que o Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulado nos quatro anos, que foi de 23,2%. Com exceção de 2010, quando o reajuste concedido à categoria foi igual ao IPCA, nos três anos seguintes, o aumento ficou acima, com destaque para 2013, quando foi concedido 10% de aumento (6,31% na Data Base, que é 1º de março, mais 3,69% a contar de 1º de dezembro). 

Além disso, em julho desse ano, 4.250 servidores da educação, sendo 3.838 professores e 412 pedagogos, progrediram horizontalmente na carreira, após realizarem uma avaliação. Com isso, obtiveram reajustes salariais que variam entre 4,5% a 14%  e que não estão contabilizados nos 29,1% por ser específico aos profissionais que se enquadraram nos critérios da progressão horizontal.

Segundo o secretário de Estado de Educação, Rossieli Soares da Silva, o encaminhamento do PCCR para apreciação dos deputados estaduais se dá após um intenso processo de revisão e discussões firmado entre a Seduc e representantes sindicais da categoria. 

"Todas as medidas foram discutidas e formuladas juntamente com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas (Sinteam) e visam, atentando para a Lei de Responsabilidade Fiscal, beneficiar os educadores da rede estadual com melhorias reais em sua carreira. O novo PCCR é resultado de inúmeras negociações firmadas democraticamente com a base da categoria. Somadas às outras ações que estão sendo viabilizadas pelo Governo do Estado, como a oferta inicial de 2,9 mil vagas gratuitas em cursos de pós-graduação, pretendemos valorizar o nosso magistério", enfatiza o secretário da Seduc.

Nenhum comentário

1. O Blog em Destaque reserva-se o direito de não publicar ou apagar acusações insultuosas, mensagens com palavrões, comentários por ele considerados em desacordo com os assuntos tratados no blog, bem como todas as mensagens de SPAM.

Tecnologia do Blogger.