MAIS UMA VEZ, DUODÉCIMO DA CÂMARA MUNICIPAL É RECEBIDO ATRAVÉS DE MANDADO DE SEGURANÇA

Mais uma vez, a Prefeitura de Coari não se exempla. Ignora os preceitos da Lei Orgânica do Município e não repassa o duodécimo do Poder Legislativo até o dia 20 de Fevereiro. Como resultado deste descaso com as leis do país e com as instituições, o município é alvo de mais um mandado de segurança.

Para receber o repasse do duodécimo, a Câmara Municipal de Coa
spacer

FRANÇA, ACUSADO DE ESTAR ENVOLVIDO NO ATENTADO CONTRA O PREFEITO DE COARI, É SOLTO POR FALTA DE PROVAS


Nada do que foi dito sobre o envolvimento do ex-Secretário Adjunto de Obras do município de Coari, foi comprovado, por isto a juíza Dra. Mirza Telma de Oliveira Cunha despachou o alvará de soltura dele (Francisco Pachola de Lima, conhecido
spacer

ATERRO DA PONTE DO PÊRA É INTERDITADO POR ONDEM DA JUSTIÇA



A Dra. Ana Paula, juíza da Segunda Vara em Coari, acatou solicitação do Ministério Público que pediu a interdição das obras do aterro da Ponte do Pêra. Trabalho que vem sendo
spacer

Primeira-dama Nejmi Aziz entrega donativos a 47 instituições filantrópicas


A presidente do Fundo de Promoção Social (FPS), primeira-dama Nejmi Jomaa Aziz, entregou na tarde desta quarta-feira, 29 de fevereiro, oito toneladas de leite e fraldas descartáveis a 47 instituições filantró
spacer

Missão do Avô

João Baptista Herkenhoff
Neste mundo em que se exalta a juventude como um estado eterno, o vigor e a beleza como referências existenciais, a pouca idade como síntese de todos os valores, nesta época, neste mundo de hoje, algum papel existe pa
spacer

Noite de gala no Teatro Amazonas para lançamento do CD do 2º Festival Amazonas de Música



O Teatro Amazonas (Largo de São Sebastião, s/nº, Centro, zona sul) será o palco do show de lançamento do CD do 2º Festival Amazonas de Música (FAM) nesta sexta-feira, 2 de fevereiro, a par
spacer

Lista tríplice para defensor geral será encaminhada ao governador Omar Aziz nesta quinta-feira, dia 1º

O defensor público geral em exercício, José Ricardo Trindade, informou que vai encaminhar ao governador Omar Aziz, nesta quinta-feira, dia 1º de março, a lista com os nomes dos três defensores públicos mais votados na eleição interna para o cargo de defen
spacer

Abertas inscrições para conselheiro estadual das cidades do Amazonas


Para concorrer às 45 vagas, os candidatos (entidades) devem ter trabalhos com abrangência estadual ou regional referentes à reforma urbana e enviar fomulário de inscrição ao pleito, no período de 1º a 12 de março pelo site da Searp (www.searp.am.gov.br).
A Comissão de Constituição do Conselho
spacer

Governo do Amazonas inicia programação do Mês da Mulher


O Governo do Amazonas abre nesta quinta-feira, 1º de março, a partir das 8h, no salão da igreja Santa Clara (avenida Mirra, s/nº, Jorge Teixeira, zona leste), o calendário especial de comemoração do Mês da Mulher, que contempla a realização do projeto Oficinas Populares, encon
spacer

Governador anuncia para terça-feira, dia 6, lançamento do programa Oportunidade e Renda


O governador do Amazonas, Omar Aziz, anunciou para a próxima terça-feira, dia 6 de março, o lançamento do programa "Oportunidade & Renda", voltado para a capacitação de mão de obra no
spacer

Govenador Omar Aziz vai a Montevidéu assinar convênio com BID para Prosamim da Bacia do São Raimundo


O governador Omar Aziz afirmou que no próximo dia 17 de março estará em Montevidéu, no Uruguai, onde deverá assinar o convênio de empréstimo de US$ 280 milhões com o Banco Interamericano de
spacer

Governador Omar Aziz diz que cheia deverá atingir 30 mil famílias no interior

O governador Omar Aziz afirmou nesta terça-feira que o número de famílias atingidas pelas cheias deverá chegar a 30 mil, nas regiões do Purus e Juruá. Segundo ele, esse será o número de famílias que o Governo do Estado deve alcançar com o Cartão Amazonas Social, no valor
spacer

Comissão de Assuntos Econômicos do Senado aprova empréstimo para Prosamim da Bacia do São Raimundo

O governador Omar Aziz afirmou nesta terça-feira, 28 de fevereiro, que no próximo dia 17 de março vai a Montevidéu, no Uruguai, onde deverá assinar o convênio para o empréstimo de US$ 280 milhões com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para a execução
spacer

Secretário não sugere, apenas atesta

Augusto Banega Montenegro*


      A Lay Out, empresa que presta serviços à Câmara de Manaus e Prefeitura de Manaus, recebeu, na semana passada, toda a verba necessária para fazer frente às despesas com os jornalistas que elaboram os videorealeases para o município.    A secretária de comunicação social, Celes Borges, não tem culpa de absolutamente nada, como praticamente disse o jornalista Hiel Levy, diretor de Comunicação da Câmara de Manaus,  em seu Blog.

       Segundo o blog do Diretor da Câmara, “nesta quinta-feira, quando ele estiver comemorando a inauguração do complexo viário do São José, onde a Prefeitura gastou alguns milhões de reais, seus cinegrafistas, auxili
spacer

ANO LETIVO EM COARI COMEÇA SEM MERENDA ESCOLAR E PAIS SÃO SOLICITADOS A NÃO DENUNCIAR




Os pais da Escola Municipal Dirce Pinheiro estão revoltados com a situação que os seus filhos, que fazem parte da Escola Municipal de Educação Infantil Dirce Pinheiro, em Coari, estão enfrentando. Em uma reunião com a direção da escola foram informados que o ano letivo começaria sem merenda escola para os alunos. Segundo alguns pais, que passaram a informação, foi solicitado ao pais que não denunciassem o fato.

Mas como não denunciar um fato tão gritante de falta de planejamento e de descaso com a educação no município? Onde está a capacidade administrativa para com a educação de nossas crianças coarienses? É difícil de entender como um município que tem a segunda maior arrecadação do Amazonas inicia o ano letivo sem que haja merenda escolar para os alunos.

Não é apenas a Escola Dirce Pinheiro que  enfrenta este problema, a triste realidade parece alcançar todas as escolas da rede municipal. O nome disto é mais que falta de prioridade para com a educação, o nome disto é descaso. Um comportamento reprovável por parte de quem deveria zelar por uma educação com qualidade.
spacer

SABINO CASSADO E OS NOVOS TEMPOS DA FICHA LIMPA



Em Coari pessoas ligadas ao Prefeito de Coari Arnaldo Mitouso comemoraram a cassação pelo TRE de Sabino Castelo Branco (PTB). Uma rajada de foguetes foi estourada quando a notícia oficial saiu. Sabino foi um dos principais articularadores para que o processo do prefeito de Coari Arnaldo Mitouso subisse para o tribunal e fosse posto em pauta e julgado, Mitouso foi julgado e condenado por unanimidade pelo pleno do TJAM e condenado a oito
spacer

A RIQUEZA DE COARI NOS ÚLITMOS CINCO ANOS

O Jornal Diário do Amazonas trouxe uma matéria, neste domingo, sobre a potência econômica que é o município de Coari. A riqueza repassada em forma de dinheiro nestes últimos cinco anos formam cifras impressionantes. Sem dúvida, os maiores repasses ocorreram nos últimos anos, quando a produção de Petróleo e Gás bateu recordes este ano.

Os repasses

Os repasses para Coari nos últimos cinco anos, correspondem a 76% do total dos cerca de R$ 308 milhões repassados para os municípios do Amazonas produtores de óleo e gás natural ou afetados pelas operações de embarque e desembarque desses combustíveis, de acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Somente o Governo do Amazonas arrecadou no me
spacer

ACRITICA: Prefeito de Coari (AM) diz que não vai dificultar investigação na prefeitura




O prefeito de Coari (distante 270 quilômetros de Manaus), Arnaldo Mitouso (PMN), disse nessa sexta-feira (24), que não irá criar dificuldades para o trabalho da Coordenadoria de Apoio Operacional de Combate ao Crime Organizado (CaoCrimo), que em março fará diligência no município para apurar denúncias de irregularidades em processos licitatórios da prefeitura.

“Esse tipo de denúncia eu tinha visto no ano passado. Achei que já estava superado”, disse o prefeito.

As denúncias a que se refere Mitouso for
spacer

ACRITICA: Prefeitura de Coari (AM) na mira do MPE



Município é um dos cinco que receberão visita da Coordenadoria de Combate ao Crime Organizado


Pelo menos 20 pessoas ligadas à administração do Município de Coari (distante 270 quilômetros de Manaus) serão ouvidas na primeira quinzena de março pelo titular da Coordenadoria de Apoio Operacional de Combate ao Crime Organizado (CaoCrimo), promotor de Justiça, Fábio Monteiro.

Os depoimentos fazem parte do cronograma de visitas aos municípios do interior que será realizada este ano pelo Ministério Público Estadual (MPE) para apurar denúncias de irregularidades, nes
spacer

A CONTROVERSA MATÉRIA DO JORNAL À CRITICA, SOBRE OS DIREITOS POLÍTICOS DE ARNALDO MITOUSO



A matéria do Jornal A Critica chamou mais atenção por dizer uma coisa na manchete e não afirmar com a mesma certeza a notícia, no conteúdo da matéria. O fato não passou despercebido por interessados na política local e gerou comentários diversos. Um comentá
spacer

REVOLTADOS, MORADORES FECHAM ESTRADA EM COARI



A Estrada que liga o Bairro da Liberdade ao Bairro Pêra foi interditado pelos proprietários das terras! O motivo principal foi a revolta dos moradores com a Prefeitura de Coari que não efetuou o pagamento das terras usadas para aterrar a ponte do Pêra. Segundo os moradores, a Prefeitura também não pagou as faixas de terras cedidas para a abertura da estrada que dar livre acesso para ambos os bairros. Há outras reclamações por trás do bloqueio da Estrada.

Um dos homens envolvidos na medida adotada pelos moradores reclamou que, além disso, tudo “a Prefeitura nem tão pouco cumpriu com seu acordo que era o mínimo que deveriam ter feito!  Eles querem que trabalhemos de graça para esse governo? Não basta o que já fizemos?” Os proprietários afirmam que estão pagando cada milímetro desses terras, e que não seria justo fazer a doação a troco de nada. Outro afirmou: “Pagamos o trator  para abrirmos a estrada e fazer a terraplanagem dos terrenos, agora que fizemos quase tudo querem nos fazer de bobos...?”

Os responsáveis pelo protesto alegam que até os barros que foram jogados no aterro da ponte foi idéia dos proprietários das terras, por se compadecerem das pessoas do bairro do Pêra. “Ninguém merece ver pessoas doentes passando dentro de redes numa situação subumanas!” – concluiu uma mulher que também informou sobre a medida tomada de bloquear a Estrada.

spacer

Detran-AM aciona Polícia Federal para investigar fraudes identificadas em auditoria interna

O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) acionou a Polícia Federal para investigar dois esquemas de fraude envolvendo transferência de pontos de infrações de trânsito e o processo de obtenção da primeira habilitação. Segundo a presidente do órgão, Mônica Melo, os casos foram identificados pelo a partir de auditoria interna, iniciada em fevereiro deste ano, e mais de 60 condutores que teriam sido beneficiados com os esquemas já foram notificados e ouvidos internamente pelo Detran-AM.


Em uma das apurações da auditoria interna, o Detran-AM identificou a existência de 43 processos de notificação de multas de trânsito que foram transferidas por 40 condutores em risco de suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para um único condutor, identificado, posteriormente, como falecido. "Nesse caso não há nenhuma intermediação de funcionários do Detran. Os documentos de indicação do condutor responsável pela multa eram apresentados ao órgão com autenticação em cartório, conforme exige a legislação. Esses condutores, para se verem livres das penalidades ou por alguma outra razão, buscaram um intermediário que executou esse procedimento ilegal", explicou Melo.



Em casos de multas em que o condutor habilitado não é identificado pelo órgão de fiscalização de trânsito, é enviado para o proprietário do veículo um documento de notificação de infração com prazo de até 20 dias para indicação do motorista responsável. A exigência é pela apresentação da cópia da CNH do condutor, do comprovante de residência e de um documento assinado pelo motorista habilitado, com reconhecimento em cartório. "Todos os documentos exigidos pela legislação, claro que fraudulentos, foram apresentados. Agora, nós estamos encaminhando à Polícia Federal para a abertura da investigação criminal", disse Melo.



Nesse caso, a fraude foi possível porque o Detran-AM não foi notificado oficialmente que o condutor habilitado já havia falecido, o que impediu o cancelamento da CNH no sistema nacional. "As famílias precisam atentar para isso, notificar o Detran sobre a morte. Basta entregar na sede do órgão, a certidão de óbito do falecido e é dado baixa na carteira dele", informou.



Segundo Mônica Melo, o órgão vai ampliar a auditoria levantando a situação de pessoas com a CNH vencida e excesso de pontuação e, até mesmo, portadores de habilitação dentro do prazo de validade, mas com excesso de pontos na carteira. "Essa é uma auditoria que não tem prazo para acabar. Temos hoje relatórios emitidos pela Prodam de pessoas com habilitação vencida e excesso de pontuação e também de habilitação em dia, mas com excesso de pontos na carteira. Isso nos chama a atenção e vamos investigar", enfatizou.



Documentos recolhidos – Os indícios de fraudes na obtenção da primeira habilitação envolvem 19 condutores, que já foram notificados e tiveram o documento recolhido. Segundo investigação do Detran, os candidatos a CNH reprovados no exame de habilitação pagavam quantias de até R$ 1.800 para um intermediário, que alterava o resultado da prova no Registro Nacional de Carteira de Habilitação (RENACH).



Nesse caso, o que chamou a atenção do Detran-AM é que todos os processos identificados são de candidatos com protocolo de retirada da habilitação registrado na capital, mas com finalização do processo no município de Careiro da Várzea, sem a devida solicitação de transferência de domicílio, conforme exige a legislação de trânsito.



"Já efetivamos o recolhimento de grande parte das carteiras de habilitação que já haviam, inclusive, sido emitidas e já possuímos nomes de pessoas, intermediários, nomes completos inclusive, e vamos encaminhar tudo à Polícia Federal. Ainda não temos nomes de funcionários do Detran, sabemos que os dados eram alterados utilizando a senha de um funcionário do órgão e já estamos investigando a localização do IPI das máquinas onde foram feitas as modificações. Constatado a participação de um funcionário do Detran nesse esquema, ele será demitido por justa causa e criminalmente responderá pelos atos cometidos", afirmou Mônica Melo.











Fotos: Alex Pazuello / AGECOM

spacer

Aluno de escola estadual é homenageado por bom desempenho em olimpíada de matemática



O estudante da rede pública estadual de ensino, Dhanilo Willyam Brelaz Costa, 15 anos, foi homenageado nesta sexta-feira, 24 de fevereiro, por alunos, gestores e docentes da Escola Raimundo Gomes Nogueira, localizada no conjunto Ajuricaba, zona centro-oeste de Manaus. A escola presenteou Dhanilo com uma placa de honra ao mérito e uma faixa de congratulações pelo seu bom desempenho na 7ª edição da Olímpiada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas.



Na competição, Dhanilo ficou em 50º lugar do ranking nacional dos 500 medalhistas de ouro da competição. O jovem amazonense concorreu com 18 milhões de estudantes. Nesta edição da olimpíada, a rede estadual de ensino bateu recorde de premiação, com 16 medalhistas e mais de 100 menções honrosas. Dhanilo, que vai para o 1º ano do ensino médio, foi um dos melhores colocados do Estado.



"A matemática não é um bicho de sete cabeças como muitas pessoas costumam avaliar. Com o ensino do Estado, hoje, é possível ir longe, basta ter dedicação", aconselhou Dhanilo, que estudou nove anos na Escola Estadual Raimundo Gomes Nogueira.



Premiação – Representando os alunos da rede pública estadual do Amazonas, ele receberá a premiação (medalha de ouro) das mãos da presidente da república, Dilma Rousseff. "Fico feliz em representar o progresso na educação do Amazonas", disse. A premiação está prevista para ser realizada em abril, em Brasília (DF).



Além de ser destaque nas olimpíadas, o garoto conquistou uma das sete vagas disponíveis para o Amazonas na Escola Sesc de Ensino Médio, localizada no Rio de Janeiro, onde terá moradia e alimentação custeada pela instituição durante todo ensino médio. Ele também passou no vestibular da Fundação Nokia de Ensino e Instituto Federal do Amazonas (Ifam).



Para a coordenadora do Distrito Educacional 3, vinculado à Secretaria de Estado da Educação (Seduc), que abrange as escolas estaduais da zona centro-oeste, Hellen Maciel, o mérito de Dhanilo reflete uma política estadual de educação dotada do fator tecnologia. "Atualmente, o desempenho dos alunos da rede estadual de ensino é revisado com muito mais eficácia, através do Sigeam (Sistema Integrado de Gestão Educacional do Amazonas). A ferramenta permite que o rendimento do estudante, bem como da Escola sofra intervenções positivas da Seduc", explicou.








Fotos: Alfredo Fernandes / AGECOM



spacer

Depoimento, dever do idoso


João Baptista Herkenhoff
 
A meu ver, um dos mais importantes deveres das pessoas mais velhas é o dever de prestar depoimento, testemunhar valores, dizer sobre aquilo que o depoente acredita ser correto.
Essa obrigação alcança todos os idosos, não importa a profissão que exerceram ou ainda estejam exercendo.
É possível depor sobre todos os aspectos da vida (uma espécie de autobiografia), ou apenas sobre um ângulo da existência, ou sobre um fato isolado.
O mais importante, para que o depoimento seja válido, é que seja sincero, ainda que possamos incorrer em falhas ou omissões por lapso de memória. Aliás, ter alguns esquecimentos é um dos direitos das pessoas de Terceira Idade.
O depoimento que presto a seguir refere-se a um aspecto da vida, a uma atividade desempenhada.
Fui membro da Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de Vitória, convidado para esse encargo pelos bispos Dom João Baptista da Mota e Albuquerque e Dom Luís Gonzaga Fernandes. Naqueles tempos, em inúmeras situações concretas, a palavra oficial da Igreja foi expressada pela Comissão Justiça e Paz, por entenderem os Bispos que, diante de algumas matérias, a palavra mais apropriada devia ser dita por um organismo eclesial leigo.
Depois de convocado para a CJP pelos Bispos, fui eleito seu presidente, pelos companheiros que integravam referida Comissão.
Pelo fato de estar exercendo a presidência da Comissão de Justiça e Paz respondi a processo disciplinar perante o Conselho Superior da Magistratura, que é o órgão que processa magistrados por condutas que sejam consideradas desvios éticos.
Entendiam os desembargadores que, como magistrado da ativa, não podia presidir associações. Não entenderam, ou não quiseram entender, que a Comissão de Justiça e Paz não era uma associação, mas um organismo de Igreja.
Quando recebi a intimação para a audiência, feita pelo Oficial de Justiça, em minha residência, telefonei para Dom Luís Gonzaga Fernandes pedindo que me aconselhasse sobre como eu deveria me defender.
Dom Luís aconselhou que eu abrisse o Evangelho e lesse aquela passagem: Quando fordes chamado a tribunal por causa do meu nome, não vos preocupeis com o que haveis de dizer. O Espírito vos soprará.
Fiz o que o Bispo sugeriu e pensei: se D. Luís disse que basta isso, estou preparado.
Perante a Corte, invoquei simplesmente a inviolabilidade da consciência para me isentar de punição.
O meu julgamento foi realizado em segredo de Justiça. Hoje posso contar isto porque estou aposentado. Se na época revelasse esses fatos, responderia a novo processo, desta feita por violação de segredo de Justiça.
Felizmente, pelo voto do Desembargador Homero Mafra, hoje falecido, fui absolvido. Se tivesse sido condenado, poderia ter sido excluído da magistratura ou recebido uma outra penalidade.
Integrei e presidi a Comissão Justiça e Paz quando o Brasil estava submetido a uma ditadura.
Em nome da Fé, eu e meus companheiros enfrentamos perigos. Um dos maiores sofrimentos pessoais que tive foi a ameaça de sequestro de meu filho único, fato que felizmente não se concretizou.
A Comissão de Justiça e Paz posicionou-se contra todos os abusos que então eram praticados, tanto em nivel nacional, como na reprodução local desses abusos.
Um dos heróicos membros da Comissão foi o Dr. Ewerton Montenegro Guimarães, hoje falecido, que lutou bravamente contra o Esquadrão da Morte. Certo dia o Dr. Ewerton, em conversa ocorrida na minha residência, disse: Dr. João, eu tenho dúvida de Fé, eu não tenho certeza da existência de Deus. Respondi ao Dr. Ewerton: meu caro Ewerton, a Fé não é uma proclamação verbal. Você é um homem de Fé porque sua vida é uma vida de luta pela Justiça e a Justiça é manifestação de Deus. Tem Fé quem ama o próximo, mesmo sem proclamar o nome de Deus. Não tem Fé quem bate com a mão no peito e ignora o sofrimento dos irmãos.
 
João Baptista Herkenhoff, 75 anos, magistrado aposentado, professor da Faculdade Estácio de Sá do Espírito Santo e palestrante Brasil afora. Autor de: Curso de Direitos Humanos(Editora Santuário, Aparecida, SP, 2011).
spacer

PASTOR QUEIRÓZ ULTRAPASSANDO O LIMITE DA LIDERANÇA RELIGIOSA



O nome do Presidente da Assembléia de Deus em Coari está cada vez mais consolidado no cenário político local, como um lider que ultrapassa os limítes da liderança religiosa. O pastor Queiróz está em Coari há mais de 16 anos e todo este tempo serviu para consolidar uma liderança carismática que vem chamando a atenção de políticos do município. Esta liderança ficou mais firme, quando no ano passado (2011), o pastor Queiróz assumiu a presidência do PSD, partido em que o Governador do Estado está filiado e onde se encontram as maiores lideranças política do Estado do Amazonas.

Recentemente milhares de pessoas foram ao aeroporto de Coari para recepcionar o líder da IEADAM em Coari que também recebeu homenagens em vários bairros da cidade de Coari, sempre cercado de muita emoção. Além do PSD (55), Pastor Queiróz conta com a liderança do PSC (20) que tem como Presidente no Amazonas o Deputado Estadual Francisco Souza. Por conta desta força política alidada ao seu nome são várias as especulações de que o nome dele também estaria sendo cogitado para disputar a Prefeitura de Coari, informação que até o momento não é negada e nem confirmada pelo religioso.

Especulações à parte, o fato de ter por tabela a liderança de dois partidos políticos é um sinal de que a influência do Presidente da IEADAM em Coari não é mera especulação. Além do mais, o religioso também recebeu o título de cidadão coariense e respeitado tanto por lideranças políticas de situação e oposição no município. Respeitado por todos, o líder religioso segue dando sua contribuição espirtual e social para o município com vários projetos sociais que são desenvolvidos pela igreja que preside.
spacer

MP EM BUSCA DOS "FICHA SUJA"



O Ministério Público começou a busca pelo políticos inelegíveis e que se enquadra na lei da ficha limpa. Já saiu a determinação para as comarcas do interior e da capital para que iniciem o levantamento para saber quais políticos que detém mandatos e que estariam inelegíveis segundo os critérios da referida lei. A ordem veio de cima, da Procuradoria Geral Eleitoral, em Brasília.

Há um temor que os membros do Ministério Públíco em todo o país tenham dificuldades em impugnar as candidaturas dos considerados "Fichas Sujas", uma vez que o prazo determinado pela legislação eleitoral é de apenas cinco dias para o procedimento. Um detalhe importante aqui no Amazonas. O levantamento vai começar por quem já está na vida pública, depois o foco se volta para os ex-gestores e ex-parlamentares.

Em Coari, todos os políticos citados em matérias de jornal como enquadrados na Lei da Ficha limpa, negam que a lei se aplique aos seus casos. A aplicação da Lei da Ficha Limpa é um elemento novo que vai trazer muita expectativa sobre o futuro político no município, suspense que vai terminar quando os pedidos de candidaturas forem apreciados. Os juízes eleitorais terão quer dizer se acatam ou não os pedidos de candidaturas... Resta saber se depois de uma negativa, quem for indeferido vai insistir recorrendo a instâncias superiores.

spacer

EM COARI, DEPOIS DO CARNAVAL, A POLÍTICA




Nem bem terminou o carnaval, as estratégias políticas começam a ser colocadas em prática, sob o pretexto de pré-campanha, pré-candidaturas e pré-candidatos. O tema do momento. Ficha limpa, ou melhor, a tentativa de negar sua aplicabilidade.

Um afamado jornal do Amazonas pôs em pauta uma estranha matéria, em que a manchete chamava para uma coisa e o conteúdo apontava para outra. Quem lesse somente a manchete chegaria a conclusão de que quem administra a chave dos cofres da prefeitura de Coari está livre da ficha limpa, mas quem deteve-se no conteúdo da matéria entenderá que a imputabilidade não é tão real quanto a manchete indicava. Até para explicar é complicado, amigo leitor.

Seja como for, não deixa de ser estratégia politica. Além disto há uma expectativa de que mais nomes surjam como pré-candidatos. Outros se moviventam nos bastidores para marcar presença definitiva no cenário político coariense. Com o fim do carnaval, vem aí o que o coariense mais aguarda: a movimentação política.
spacer

Plano de segurança garante tranquilidade no Carnaval de Manaus


O plano de segurança para o período de Carnaval em Manaus, montado pela Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP), garantiu a tranquilidade para a população durante as festas carnavalescas na capital. O esquema, que envolveu cerca de sete mil servidores de todo o sistema, conseguiu ampliar os resultados nas ações policiais com 88 pessoas presas, a localização de 12 veículos roubados e a apreensão de 6,8 quilos de entorpecentes.

Das prisões realizadas pela Polícia Militar da sexta-feira (17) até a quarta-feira (22), 46 foram em flagrante por atos de desordem, brigas e tentativa de roubo, 26 prisões por envolvimento com o tráfico de drogas e outras 16 por porte ilegal de arma de fogo. Outros 23 menores foram apreendidos no período. Foram mais de seis mil abordagens policiais através de blitz para fiscalização de pessoas a pé, em carros, motos, coletivos e bares.

Coordenado pelo Gabinete de Gestão Integrada (GGI), que agrupa órgãos estaduais e municipais, o esquema de segurança para o carnaval de Manaus envolveu as polícias Militar, Civil, o Corpo de Bombeiros, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), o ManausTrans e as secretarias Estadual e Municipal de Saúde. Somente a Polícia Militar empregou cerca de 6 mil policiais para o esquema do carnaval, incluindo os alunos-soldados do último concurso da instituição, 220 viaturas, 110 motocicletas e unidades especiais como o Canil, a Cavalaria, o Comando Ambiental e o Grupamento Aéreo.

As ações atenderam as bandas, blocos, bailes carnavalescos, com atenção especial para o sambódromo de Manaus onde ocorreram o Desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial de Manaus e o Carnaboi, principais eventos do calendário oficial de carnaval promovido pelo Govero do Amazonas.

`           "Esse esquema montado pelo Governo do Estado, em parceria com a Prefeitura de Manaus, foi fundamental para garantir um carnaval maravilhoso, num clima de paz e tranqüilidade a população. A nossa programação de carnaval teve opções para toda a família. Foi um verdadeiro show. A sensação é de dever cumprido. É uma alegria ver que o esforço na área cultural dá resultados", destacou o Governador do Amazonas em Exercício, José Melo, que acompanhou a noite de encerramento do Carnaboi, na terça-feira (21), no sambódromo.

Carnaboi - O Carnaboi marcou o encerramento da programação oficial de carnaval promovida pelo Governo do Estado e reuniu uma multidão de aproximadamente 100 mil pessoas nas duas noites de apresentação no sambódromo de Manaus. Atrás dos trios-elétricos, o público dançou e cantou em ritmo de boi-bumbá ao som de sucessos dos bois Caprichoso e Garantido. Para entrar no sambódromo, os foliões passavam por uma revista da polícia. A medida, adotada para inibir casos de violência, conseguiu reduzir em cerca de 40% o número de ocorrências no local, na comparação com os números registrados em 2011.

Segundo informações do GGI, a PM atendeu 27 casos na área do sambódromo e nos arredores em situações de agressão física, na terça-feira. Os envolvidos foram encaminhados para o setor de triagem da PM, montado na base do GGI no bloco A do sambódromo. Apenas dois casos tiveram que ser encaminhados para a delegacia para registro de ocorrência, conforme informou o tenente-coronel Denildo Brilhante, responsável pela operação da PM no Carnaboi.

Na área de saúde, o posto de atendimento emergencial montado pela Secretaria Estadual de Saúde (Susam) realizou 31 atendimentos de pessoas passando mal por causa da pressão arterial e excesso de bebida. "A grande maioria dos casos que a gente atendeu aqui foi de gente passando mal em decorrência do volume de público. Situações de pressão alta, dor de cabeça. Houve apenas duas remoções uma de um caso de excesso de bebida e outra de uma grávida, que foi encaminhada para a maternidade", contou o coordenador do posto médico da Susam no sambódromo, Paulo Viana.

Nem mesmo a chuva desanimou os foliões na segunda noite do evento. Com o ritmo na ponta dos pés e muita energia, o público acompanhou os 12 artistas que fizeram o trajeto da folia no sambódromo. A dona de casa Salnete Correa, 42, era só alegria atrás do trio-elétrico do levantador de toadas do boi Garantido, Sebastião Junior. "Eu sou fã dele. Adoro o boi. Não perdi uma feirinha do tururi e não perco nada daqui hoje", disse.

A paraense Leane Batista, 25, seguia cada coreografia das todas apresentadas pelos bumbás com precisão de dançarina profissional. "Eu sei todas. Adoro o boi-bumbá é uma coisa que não deixa a gente ficar parado", falou enquanto fazia o 'dois para lá, dois para cá'.

Levantador de toadas oficial do Caprichoso, David Assayag, foi uma das principais atrações da segunda noite do Carnaboi. Para ele, o carnaval embalado pela toada de boi diferencia o carnaval amazonense no cenário nacional. "O Carnaboi realmente é a identidade da nossa cultura, a nossa música, a toada. É super importante fazer um carnaval com a nossa identidade", disse.

Para o Governador do Amazonas em exercício, José Melo, o Carnaboi já é uma marca consolidada do carnaval do Estado, mas a diversidade de eventos e o investimento nas tradicionais escolas de samba também são importantes. "O desfile das escolas de samba é tradicional em nossa cidade e as escolas se superam a cada ano, dando um verdadeiro show para a população. O Carnaboi vem com o diferencial. Vem com características da nossa cultura para o Brasil e o mundo inteiro. Além de toda a programação que o governo oferece ainda temos o chamado carnaval de rua, com blocos que já são tradicionais na nossa cidade, enriquecendo a nossa festa", comentou.
spacer

Carnaboi encerra programação do Carnaval promovido pelo Governo do Estado

Período carnavalesco é um dos mais tranquilos dos últimos anos em Manaus

Na primeira noite do Carnaboi, nesta segunda-feira, dia 20, aproximadamente 100 mil pessoas brincaram ao som de 12 artistas indicados pelos bumbás Garantido e Caprichoso. A festa, promovida pelo Governo do Amazonas, através da Secretaria de Cultura, encerra a diversificada programação de Carnaval oferecida pelo Estado, com eventos para crianças e adultos, como o Baile Infantil e o Concurso de Fantasias Adulto e Infantil, além do apoio ao Desfile das Escolas de Samba. A segurança também tem sido o diferencial dos eventos, tornando-se um dos períodos carnavalescos mais tranquilos dos últimos anos.

"Nós já organizamos e apoiamos várias bandas de rua, incluindo blocos carnavalescos no interior do Estado como Parintins e Itacoatiara. Isso vai dando uma conformação estadual ao carnaval amazonense que é um dos mais plurais do país. Aqui temos todo tipo de manifestação carnavalesca e fechamos com chave de ouro com o Carnaboi", destaca o secretário de Cultura, Robério Braga.
Entre as ações integradas pelo Governo do Estado durante o período de Carnaval, destaca-se a segurança. O Gabinete de Gestão Integrada (GGI), da Secretaria de Segurança Pública (SSP) concentra as operações de todos os órgãos envolvidos com o evento.

Cerca de 1.200 homens da Polícia Militar (PM) trabalharam dentro e fora do Sambódromo somente nesta segunda-feira a fim de garantir a tranqüilidade dos brincantes. "Nosso papel aqui é exatamente esse, de dar sustentação de tranqüilidade para que as pessoas possam vir de suas casas e se divertir com paz", afirma o tenente coronel Fernando Farias, que comandou a operação da PM no primeiro dia de Carnaboi.
Ainda de acordo com o comandante, no perímetro externo do Centro de Convenções é feita uma triagem por meio de revistas para evitar a entrada de armas, garrafas de vidro ou drogas. O objetivo é diminuir o impacto de violência dentro do Sambódromo. "Nós orientamos as pessoas que acabam trazendo celular ou no caso das mulheres usando jóias que fiquem atentas. Muitos indivíduos vêm pra cá com o intuito de furtar alguém. A gente pede que os brincantes evitem esses acessórios e que tenham atenção, assim irão ajudar com o nosso trabalho", alerta.

Todos os anos a aposentada Rosicléia Alves prestigia o Carnaboi e desta vez ela levou netos e bisnetos para o Sambódromo. A moradora do Coroado III, zona leste de Manaus, disse que se sentiu muita segura. "Dá pra trazer toda a família por causa da tranquilidade. Tá muito seguro. A gente brinca em paz. É só alegria", comemora a foliã.
Ocorrências - De acordo com balanço da Polícia Militar do Amazonas, na segunda-feira de Carnaval, foram abordadas 639 pessoas e fiscalizados 237 carros e 252 motos. Foram apreendidas duas armas de fogo, detidas cinco pessoas e apreendidos sete adolescentes. Na operação do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), também na segunda-feira e madrugada desta terça-feira, dia 21 de fevereiro, foram apreendidos 41 veículos e 14 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH`s).

O Detran-AM também emitiu 12 notificações a motoristas por dirigirem embriagados e registrou dois acidentes com vitimas lesionadas, um na avenida Torquato Tapajós e outro na avenida Coronel Pedro Teixeira. Grande parte das infrações, segundo o órgão, foi dirigir sem CNH, falta de documento do veículo e atraso no licenciamento.
Últimas apresentações – Na terça-feira gorda passarão pela pista do Centro de Convenções mais doze atrações de Caprichoso e Garantido. As apresentações começam às 20h45 com Márcio do Boi, seguido pela Batucada, Canto da Mata, Israel Paulain, David Assayag, Sebastião Jr., Boi Bumbá Brilhante, Hamiraldo da Mata e Carrapicho, Renato Freitas e Boi Garanhão, encerrando com Prince do Boi que deverá subir no trio elétrico às 3h30 da quarta-feira de cinzas.
A entrada é gratuita e para acompanhar os shows bem perto dos trios basta vestir o tururi de sua preferência.





Fotos: Roberto Carlos / AGECOM





--
Agência de Comunicação do Amazonas
       (92) 3303 8372 / (92) 3303 8368
       www.amazonas.am.gov.br
      http://twitter.com/governoamazonas
  http://youtube.com/governodoamazonas
spacer

Dê uma olhada em Blog Em Destaque no Facebook

facebook
228 pessoas curtem isso

Dê uma olhada em Blog Em Destaque


Olá,

Blog Em Destaque está convidando você para participar do Facebook.

Uma vez que estiver participando, você será conectado com a página Blog Em Destaque, juntamente com as pessoas e outras coisas que lhe interessam.

Atenciosamente,
Blog Em Destaque

Para se cadastrar no Facebook, clique no link abaixo:


Uma alternativa para quem usa muito o Facebook. Você acessa todos posts do Blog e ainda deixa comentários.
spacer

VIOLÊNCIA E MORTE DURANTE O PERÍODO CARNAVALESCO EM COARI



As informações não são tão alentadoras, mas vários casos de violência aconteceram no período carnavalesco. Para deixar bem claro, os fatos podem não ter ligação com as comemorações carnavalescas mas aconteceram no período do carnaval. Dois assuntos são os mais comentados: um abuso sexual de uma criança de 9 anos praticado pelo padastro e o assassinato de um bandido conhecido pela alcunha de Sete Coros.

Atendendo o clamor dos moradores do Bairro Urucu, onde mora, o vereador Vicente do Zito entrou em contato com o Blog para denunciar o abuso no referido bairro. A criança com apenas 9 anos foi violentada pelo padastro que foi detido pela polícia e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil. Segundo depoimento de moradores a criança foi encontrada em um estado lastimável, porém viva. O vereador que denunciou o caso ao blog afirmou que os moradores estavam indignados.

O assassinato de um homem chamado Sete Coros engrossou as estatísticas que serão finalizadas pela polícia ao final do período carnavalesco. Iremos informar aqui no blog os números, que certamente não serão tão numerosos pelo fato de que nas duas noites de carnaval desabou um forte chuva sobre a cidade, o que certamente diminuiu bastante o ânimo dos foliões, na terra do petróleo e do gás natural.

Outro fato que pode contribuir para diminuir bastante os índices de violência durante o período carnavalesco, foi o trabalho do comando da Policia Militar em Coari em parceria com outras entidades que juntos realizaram blitz na cidade, apreendendo motos que estavam com menores e pessoas alcoolizadas. A ação também inibiu bastante o ilícito de pessoas despreparadas para dirigirem, o que diminuiu também os índices de acidentes,
spacer

Defesa não é impunidade

Alguns clichês tornam-se verdades absolutas no Brasil. Todos trazem muita deformação no entendimento correto de conceitos e alguns modificam, prejudicam ou distorcem  totalmente alguns valores. Por esses clichês, furto de dinheiro público virou desvio de verba. Desviar dinheiro público seria apoderar-se de valores da sociedade em benefício próprio ou de terceiros.


Toda tipicidade de um furto encontra-se também num desvio de verba. Mas surrupiar dinheiro de montão virou rotina sem que ninguém seja condenado criminalmente. Cabe aos jurisconsultos do Direito apontar a diferença de tipicidade de furto do “desvio” de dinheiro público. Toda imprensa brasileira aceita como diferente o furto de dinheiro público da grana de um vizinho.

No drástico e brutal assassinato de Isabella, outro bordão jurídico veio à tona com as defesas prévias dos advogados dos, agora, condenados pelo crime. Todo mundo ouviu um dos advogados afirmar que seu cliente era inocente. Posição de mão única. A defesa sempre pode ser prévia, a condenação só após o julgamento e trânsito em julgado. Nada errado nisso. Mas se o casal veio a ser condenado, cabe indagar no que consistiria a afirmação de inocência do advogado. Já que não era verdadeira sua afirmação.

Tornou-se de domínio público a versão de que, ao ligar para um advogado de defesa, o cliente afirma ter matado alguém e logo ouve outra pergunta: quem disse que foi você quem matou?

Isso tudo porque, no Brasil, se consolidou o conceito de defesa tornar impune um criminoso. Seria óbvio noutra cultura com espírito de justiça já consolidado de que, assim como um inocente não pode ser condenado, um criminoso não pode ficar impune. No Brasil ocorre o inverso. Toda análise antes da condenação só pode ser hipotética. O assassinato da menina Isabella apenas ajuda a colocar em debate alguns argumentos inconsistentes; verdadeiros clichês jurídicos.

Caso tenha sido estratégia de defesa a invenção de uma terceira pessoa na cena do crime, algum inocente poderia ser condenado no lugar dos verdadeiros assassinos. Imagine se o casal tivesse sido mais esperto e tivesse pedido uma pizza para entrega imediata. Na hora da entrega, os pais se escondessem, e atirassem a menina nesse momento. Ao descer assustado, e se o entregador fosse perseguido pelo casal, numa simulação de que teria inventado a entrega da pizza para matar a menina. Por praticarem uma injustiça sem nenhum escrúpulo, advogado de defesa e assassinos verdadeiros seriam tachados de geniais. Enquanto isso, um pobre inocente iria amargar anos de prisão injusta. Repito, em função de hipótese de simulação e desfaçatez conseguir-se-ia a impunidade em lugar de defesa. Concretizado o golpe vil, os defensores seriam considerados geniais advogados que exercem a profissão de má-fé, a pretexto de que vale tudo para defender o cliente. Tudo vale, desde que verdadeiro, dentro da legalidade, da moralidade e da ética. Fora disso, é banditismo dissimulado de defesa.

Não existe crime sem definição prévia em lei. Tanto que são redundantes muitos avisos de “pratica crime, previsto em lei”. Não existe outra forma de praticar um crime. Para qualquer crime praticado existe uma punição correspondente. Comprovado que alguém cometeu um crime; a defesa seria só, e tão somente, que essa pessoa recebesse uma pena dentro dos parâmetros definidos para aquele ato, já que o Ordenamento Jurídico brasileiro tem uma série de penduricalhos. Qualquer ação do Estado-Judiciário que ultrapasse essa pena caracteriza-se num abuso.

Caberia ao Congresso Nacional modificar as leis infraconstitucionais ou a Constituição Federal para punir qualquer assassinato premeditado com a prisão perpétua, no mínimo. Quem tira a vida de alguém de forma planejada nunca mais pode ter liberdade. Morrer é igual. Mas se no processo de assassinato houver muito sofrimento antes, que se discuta e aprove a pena de morte. O resto é aliviar para covardes se divirtam com o sofrimento e morte de pessoas.

E a Justiça brasileira, de tantas especiais, precisa parar com a cantilena de que demora é sinônimo de julgamento eficaz. Ao menos deveria prestar contas à sociedade e, por exemplo, facilitar informação e disponibilizar a qualquer interessado o andamento dos processos.

O Direito é objetivo. Nunca foi, não é, nunca será justiça a perda de um direito por seu titular. Deveria haver punição para quem defende a inocência de quem é sabidamente culpado. Isso não é defesa nem em sentido jurídico nem social; isso é impunidade.



Pedro Cardoso da Costa – Interlagos/SP

    Bel. Direito
spacer

Detran-AM realiza fiscalização durante o Carnaval

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM) está realizando blitze de fiscalização durante o período carnavalesco. A ação segue orientação do governador Omar Aziz de reforçar a segurança nas ruas durante o Carnaval.



 O balanço parcial do órgão aponta que, na sexta-feira, dia 17 de fevereiro, e no sábado, dia 18, foram realizadas 868 abordagens, sendo 412motos, 454 carros e dois veículos pesados.



Nos dois dias, foram registradas 234 infrações. A maioria das infrações ocorreu pelo fato de condutores dirigirem sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), no total de 47, e por embriaguez, um total de 42. O Detran-AM também autuou 37 motoristas por permitirem que pessoas não habilitadas conduzissem o veículo e 17 por dirigirem sem os documentos de porte obrigatório.



Foram apreendidas 41 motos, 41 carros e 1 veículo pesado, 41 CNHs e 6Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV).
spacer

Ficha Limpa deve abrir guerra




Para ex-juiz, a legislação oferece amplas possibilidades de defesa dos candidatos inelegíveis.

A Lei da Ficha Limpa, reconhecida como constitucional pelo Supremo Tribunal Federal (STF), poderá deflagrar batalha judicial nos tribunais com os políticos “ficha suja” buscando se aproveitar de brechas para aprovar o registro de suas candidaturas nas próximas eleições.

Para o advogado e ex-juiz eleitoral André Borges, a lei é moralizadora porque afasta os “piores políticos” da vida pública. Mas também dá chance para os tribunais reconsiderarem, dependendo de cada caso, o indeferimento de registro de um candidato.

“Vai ser uma verdadeira batalha nos tribunais. Isso aí vai gerar muitos questionamentos jurídicos, haverá impugnações, inclusive de candidatos tentando impugnar os registros dos adversários”, alertou o ex-juiz eleitoral. De acordo com ele, a legislação oferece amplas possibilidades de defesa aos candidatos inelegíveis. “Até as hipóteses do Ficha Limpa podem ser contestadas”, afirmou.

Uma das principais brechas apontada por ele é a possibilidade de pedir à Justiça que suspenda a inelegibilidade. “Se o juiz entender que a tese da defesa é boa e o candidato (inelegível) tem chance de ser inocentado na instância superior pode conceder o efeito suspensivo (da inelegibilidade)”, explicou. Essa medida está prevista no artigo 26-C da Lei da Ficha Limpa — a Lei Complementar nº. 64, de 18 de maio de 1990. Conforme o texto, “o órgão colegiado do tribunal poderá, em caráter cautelar, suspender a inelegibilidade sempre que existir plausibilidade da pretensão recursal”.

FONTE: CORREIO DO ESTADO (LEIA AQUI)
spacer

Aplicação da Lei da Ficha Limpa ainda gera dúvidas




Validada pelo STF (Supremo Tribunal Federal) anteontem, a Lei da Ficha Limpa, como ficou conhecida por tornar mais duros casos de inelegibilidade de políticos, ainda é confusa até mesmo para especialistas. Com cerca de 30 possibilidades de inelegibilidade, a nova legislação ainda depende do entendimento de cada caso por parte de juízes e colegiados.


"Tudo depende da interpretação do magistrado", informou a assessoria de imprensa do TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral), que discorre apenas sobre os princípios. Na prática, a Lei da Ficha Limpa, que valerá já nas eleições municipais de outubro, em alguns casos, aumentou em quatro anos, passando para oito, o período de inelegibilidade de políticos.


Outra alteração que atendeu aos anseios populares diz respeito à redução de uma instância para a inclusão do nome na lista dos "ficha-suja": antes eram considerados apenas os que haviam sido condenados no STJ (Supremo Tribunal de Justiça), agora basta decisão transitada em julgado no TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo).


Os juízes eleitorais de cada município constatarão, junto às certidões de justiça, se cada um dos postulantes à eleição de outubro é elegível ao serem solicitados os pedidos de registro de candidatura, que ocorrem em julho.

FONTE : JORNAL DA CIDADE (LEIA AQUI).
spacer

Colonialismo interno





Diga-se sem meias palavras: há um colonialismo interno no Brasil. Seja denunciado esse colonialismo, não com a intenção de ampliar as cisões, mas com o desejo de contribuir para que os rumos sejam retificados.
Dentro da visão míope desse colonialismo, só existe competência, criatividade e inteligência, no Rio de Janeiro e em São Paulo. Até mesmo Estados poderosos como Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco são afastados do "grupo dos seletos".
Quanto a Estados pequenos, como o Espírito Santo, nem se fale. São simplesmente excluídos do mapa.
No início da República, instalou-se a chamada "política café com leite", na escolha dos presidentes da República. Um presidente era paulista (café), outro presidente era mineiro (leite).
A política do "café com leite" foi derrubada pela Revolução de 1930. Seguiu-se a ditadura de Getúlio Vargas (gaúcho). Com a reconstitucionalização do país, em 1946, a Presidência da República foi ocupada por cidadãos das mais diversas unidades federativas, mas a predominância dos grandes Estados continuou.
O colonialismo interno atua em diversas áreas. Na Medicina, só haveria grandes profissionais no circuito Rio – São Paulo, embora haja "brechas" dentro dessa primazia. Na Educação, as grandes universidades são as cariocas e paulistas, com pequenas exceções. Na Literatura, ninguém entra na "ceia dos cardeais" sem o beneplácito das editoras que exibam as siglas SP ou RJ. Na Justiça, só faz jurisprudência, destinada a ser bússola, aquela produzida pelos tribunais de São Paulo e do Rio, abrindo-se exceção, neste campo, obviamente, para os tribunais federais sediados em Brasília. O Rio Grande do Sul conquistou espaço, ruidosamente, com os alternativistas.
Registre-se que há resistências, cada vez maiores, a essa discriminação, inclusive há resistência dentro das unidades federativas destacadas.
Em razão dessa prática colonialista habitual é que vibramos de orgulho e alegria quando um capixaba, em qualquer área da atividade humana, desponta no estrelato nacional, ou quando uma criação legitimamente nossa, como os pios de caça de Maurílio Coelho, de Cachoeiro de Itapemirim, despertam admiração e encantamento até fora do Brasil.
Os pios são produzidos com delicadeza e arte, imitando com perfeição o pio das mais diversas aves. Destinavam-se, primitivamente, à caça, pois que, naquela época, as caças eram abundantes e não havia espécies ameaçadas de extinção. Como agora esse perigo de extinção é muito grande, não se deve fomentar essa atividade. Os pios, pela sua musicalidade, destinam-se hoje a constituir objeto de deleite para o espírito, descanso nesta vida atribulada, momento de interiorização e de paz. A fábrica de pios, na Ilha da Luz, em Cachoeiro, continua sendo levada avante por netos e bisnetos de Maurílio Coelho. Minha irmã mais velha, Lucília, era nora do criador da fábrica de pios, casada que foi com Jader Coelho, hoje falecido.
Mas se o realce do que se faz em nossas plagas estimula o ego, o desconhecimento nos entristece muito.
Em 2006 foi dado um grande destaque, nos mais diversos veículos de comunicação, ao diagnóstico que se fez da Justiça brasileira, inclusive com a tentativa de radiografar a cabeça dos magistrados. Este diagnóstico foi apresentado como absolutamente pioneiro, o que não é verdade.
Publiquei em 1977, pela Editora Resenha Universitária, um livro hoje esgotado: "A Função Judiciária no Interior". 
Mandei um exemplar para a VEJA, sem interferência de qualquer pessoa, sem conhecer jornalista algum da revista. A obra, para minha surpresa, recebeu duas páginas de comentário, na edição de 30 de março de 1977, com chamada de capa. Disse textualmente a VEJA:
"Qual será o perfil do juiz brasileiro da primeira instância, cerca de 2.000 homens sem rosto que, de certa forma, estão no centro dos problemas do Judiciário? O tema, até agora, tem vivido num deserto estatístico e sociológico. Mas algumas respostas podem estar começando a emergir, como as que aparecem em "A Função Judiciária no Interior", dissertação de Mestrado apresentada à PUC/RJ pelo juiz João Baptista Herkenhoff, de Vitória, ES."
João Baptista Herkenhoff, 75 anos, magistrado aposentado, é professor pesquisador da Faculdade Estácio de Sá do Espírito Santo. E-mail: jbherkenhoff@uol.com.br Homepage: www.jbherkenhoff.com.br
spacer

LANÇAMENTOS DE PRÉ-CANDIDATURAS



Após o carnaval virão à público várias pessoas que pretendem disputar o cargo de prefeito de Coari. Em Coari, com as últimas especulações em torno do desdobramentos da aplicação da Lei da Ficha Limpa para as eleições de 2012, muitos estão pretendendo sair do anonimato e vir à público para exporem os nomes com pré-candidatos à prefeito de Coari, à exemplo que fez Evandro Aquino.

Evidentemente que podem ser nomes de pessoas que já estão atuando no cenário político, outros são empresários e até mesmo outros líderes de vários segmentos são cogitados pela população como pretensos candidatos. Os indícios indicam que a espera mesmo é até que passe o feriado de Carnaval para que surjam os pretensos candidatos. Se todos estarão aptos para serem reconhecidos pela população como virtuais candidatos, já é uma outra história. 

Nem sempre, lançar uma pré-candidatura significa que o nome vá emplacar. Mas muitos dos pré-candidatos vêem a iniciativa como indispensável para que seus nomes apareçam na pesquisa. O histórico das eleições em Coari mostra que muitos que já lançaram pré-campanhas desistiram no meio da caminhada, outros fecharam aliança após a campanha política iniciar e somente alguns tiveram a persistência de ir até o fim... A disputa sempre tem sido polarizada, entre duas candidaturas que levam a maioria dos votos, restando aos demais candidatos poucos votos... Mas isto é material para outro post.
spacer

EVANDRO AQUINO LANÇA PRÉ-CANDIDATURA EM COARI




Em uma entrevista à Rádio Cidade de Coari, o ex-prefeito de Coari Evandro Aquino, declarou que está apto a ser candidato a prefeito caso o atual prefeito de Coari Arnaldo Mitouso realmente não consiga concorrer. Evandro disse que está apto para representar o grupo político de Mitouso caso o seu nome seja escolhido. Na entrevista ele exaltou as ações de sua gestão na década de 90 e se auto afirmou preparado para a disputa.

Até agora, o ex-prefeito Evandro Aquino foi o único a se manifestar em um meio de comunicação oficial sobre a pretenção de ser candidato. A expectativa é que outros nomes venham a público oficializar o interesse de disputar uma vaga para a Prefeitura de Coari. Não se sabe se a inicitativa de Evandro Aquino teve a autorização do prefeito Arnaldo Mitouso ou se foi iniciativa própria do mesmo...

spacer

Árvore no meio da rua



Moradores de Itacoatiara, cansados das promessas da atual administração para a melhoria das ruas da cidade (tomadas por buracos), resolveram protestar de forma inusitada, na manhã desta quinta-feira (16). Plantaram uma muda de "Taperebazeiro" (Spondias lútea) bem no meio da Rua Armindo Auzier, uma das principais vias da Velha Serpa, no Bairro Araújo Costa. Lembrando que o Taperebazeiro é uma espécie fácil de plantio, as mudas são feitas do próprio galho de uma árvore adulta.

spacer

De olho na Vivo


        Cá pra nós, a operadora de telefonia celular Vivo tem as costas largas. Muito largas, a tal ponto que apesar das milhares de denúncias que chegam aos serviços de proteção do direito do consumidor, diariamente, nada se faz para que essa empresa funcione regularmente, sem enganar seus assinantes.
A Vivo hoje, atualmente, investe em várias promoções para atrair mais consumidores, principalmente no interior do Amazonas, para onde promete expandir sua rede para os 62 municípios. Como expansão não é sinônimo de qualidade, então já se espera um péssimo serviço a ser prestado por essa empresa.
Uma das promoções da Vivo, a Vivo On, por exemplo, tem causado sensíveis prejuízos aos seus assinantes. Prejuízos no bolso, diga-se bem claro, porque o valor pago pela promoção nunca é estornado pelos dias em que a empresa sofre apagões. Pelo menos uma vez por semana, e algumas vezes algumas horas por dia, nenhum cliente consegue passar e receber SMS. Mas, a cada 15 dias, por exemplo, se o cliente coloca R$ 12,00 de crédito, a promoção se extingue e os bônus adquiridos e as mensagens somem, desaparecem, são extirpadas pelo setor técnico da Vivo. E o pior: sem qualquer explicação.
   Ora, se a Vivo pode cobrar seus pacotes com toda presteza, por que os seus assinantes não podem, e devem, procurar a justiça para pedir ressarcimento, levando, como provas, as denúncias publicadas pela imprensa de que em determinado período a empresa sofreu apagões? É isso o que deve acontecer, porque a Vivo aprendeu a desrespeitar seus consumidores da forma mais abjeta que existe, ganhando rios de dinheiro á custa da boa fé de usuários incapazes de apelar ao Ministério Público o ressarcimento dos seus prejuízos.
É hora de dar um basta nesse assalto aos bolsos dos consumidores.

 Augusto Banega Montenegro*
*É jornalista
spacer

Governo abre inscrições para Inclusão Digital

Nesta sexta-feira (17/02), o Governo do Amazonas, por meio da Ouvidoria Geral, em parceria com o Centro de Educação Tecnológica - Cetam abre inscrições para novas turmas do curso de Inclusão Digital no dia 17 de fevereiro, a partir das 8 horas. São 144 vagas, distribuídas nos Pronto Atendimento ao Cidadão - PACs São José, Cidade Nova, Educando e Compensa, no período da manhã e tarde, em quatro turmas.  O curso é ferecido gratuitamente para a comunidade, acima de 15 anos, 
Durante dois meses, de 05/03 a 02/05, os alunos, têm a oportunidade de aprender programas, oferecidos pelo Cetam, como o ICC, windows, word, excel, power point  e internet. Para a Ouvidora , Zanele Rocha “este curso vem melhorando a chance dos alunos na busca de emprego”.

Requisitos e documentos para matrículas:
- Idade mínima de 15 anos;
- Escolaridade: ensino fundamental (7ª série em diante);
- Declaração da escola e para e quem concluiu, o certificado;
- Carteira de Identidade;
- CPF;
- Comprovante de residência com código postal – CEP.

spacer