SEGUNDA PARTE: RESUMO HISTÓRICO DE COMO MITOUSO VEM TRATANDO A QUESTÃO DO PAGAMENTO DOS SERVIDORES DE COARI... 2010




O drama de atraso vivido no final do ano de 2009 só pioraria durante o ano de 2010. Os funcionário públicos de Coari começaram a viver o drama de ter que assumir compromissos com seus salários atrasados e sem o apoio do sindicato a situação só piorava. O comércio local começo a ficar afetado, não apenas pelo atraso de pagamento mas também pela desativação de programas sociais de distribuição direta de renda. Nem mesmo a  equipe de governo de Mitouso se entendia quando o assunto era, pagamento.

Mitouso estava enfrentando as próprias críticas. O prefeito anterior havia feito o pagamento em 4 parcelas, Mitouso não parcelou e nem pagou na data prevista. Diante do quadro, aliados, decepcionados com a situação começaram a vir à público manifestar o descontentamento. Chegou o mês de março de 2010 e o salário de fevereiro ainda não havia sido pago. A imprensa do Estado já começava a denunciar os desmandos da gestão pública em Coari. O mês de abril chegou e o pagamento de março ainda não havia sido efetuado e o pior de tudo era que com todas as demições efetivadas no ano anterior, a folha de pagamento ao invés de diminuir, só crescia. Mesmo assim. com salários atrasados Mitouso resolveu fazer a festa do trabalhador, uma homenagem que não caiu nada bem, já que o essencial não estava sendo respeitado. que era o pagamento e o décimo.

Era final de abril e nem o mês março assim como o décimo terceiro salário não havia sido pago.Mesmo assim, Mitouso gastou aproximadamente 1 milhão com as popozudas e uma festa no Centro Cultural. Era maio, e o pagamento de abril não havia sido feito pela prefeitura de Coari. Aposentado e pensionistas também viviam o drama de salários atrasados, mesmo com 14 mihões de receita; a arrecadação subia mas os salários não era pagos. Não havia uma explicação que justificasse tantos desmandos.

Em meio ao atraso de pagamento, as vantagens dos funcionários da Secretaria de Defesa Civil foram cortados. Os funcionários da saúde ensaiaram uma manifestação que foi logo contida. Os aposentados continuavam sofrendo. A arrecadação no mês de Julho foi recorde, mesmo assim o drama do atraso de pagamento continuava. Não houve uma organização do calendário de pagamento. Por não pagar também os coletores de lixo, houve paralisação da coleta. O mês de setembro havia chegado e a história era mesma; salários continuavam atrasados. Era 30 de setembro, e por conta de não pagar os coletores de lixo, a cidade ficou impestada de lixo por toda a parte, com um detalhe, os recursos da prefeitura não estavam bloqueados.

A crise foi apertando durante todo o mês de outubro, até que em novembro os funcionários da defesa civil resolveram fazer uma manifestação em frente à prefeitura de Coari. A manifestação ganhou mídia regional, a ROCAM foi trazida de Manaus para guarnecer a prefeitura. Coari viveu dias de caos, os manifestantes apresentaram 13 mil assinaturas pedido providências, até que a justiça se manifestou sinalisando um possível bloqueio das contas da prefeitura, para obrigar a Prefeitura a elaborar um calendário de pagamento. Fato que só aconteceria em 2011. Os funcionários passaram dezembro com salários atrasados e não receberam o décimo terceiro, mas isto é assunto para o próximo post...


spacer

MAIS UM POÇO DE PETRÓLEO E GÁS SENDO PERFURADO NO MUNICÍPIO DE COARI





É tanta riqueza no subsolo de Coari que a A HRT Participações em Petróleo informou nesta segunda-feira (30/1) que sua subsidiária HRT O&G Exploração e Produção de Petróleo deu início, no dia 29 de janeiro, à perfuração do poço 4-HRT-7D-AM. O poço que está sendo perfurado fica localizado no Igarapé Maria (IMA), localizado na Bacia do Solimões, no município de Coari (AM), no Bloco SOL-T-194.

Poço está sendo perfurado com previsão de atingir a profundidade final em torno de 3.150 metros



Este anúncio só confirma o destino do município de Coari como um lugar assentado no Rio de Ouro, conforme tradição indígena para a palavra Coari (Rio de Ouro). São inúmeras as riquezas deste município, mas estas riquezas não estão chegando até seu povo. Não chega em forma de ação, nem tão pouco em infraestrutura, muito menos em qualidade de vida.
spacer

Encerrada ação de cidadania no distrito de Santo Antônio do Matupi



O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Assistência Social e Cidadania (Seas), encerra nesta quarta-feira, 1º de fevereiro, a ação especial de cidadania do programa Pronto Atendimento Itinerante (PAI) no distrito de Santo Antônio do Matupi, no município de Manicoré (a 390 km de Manaus). O trabalho teve início no dia 22 de janeiro e em nove dias foram realizados mais de 9,3 mil atendimentos.



A secretária titular da Seas, Regina Fernandes, disse que a ação faz parte da orientação do governador Omar Aziz, de garantir acesso da população do Matupi aos serviços gratuitos oferecidos na rede estadual. O trabalho acontece na Escola Estadual Santo Antônio do Matupi (km 180 da BR-230, avenida Paraná, bairro Cristo Rei).



No local foram realizados trabalhos de emissão de documentação básica (certidão de nascimento, carteira de identidade, carteira de trabalho, inscrição no Cadastro Único do programa Bolsa Família, vacinação e consultas médicas).



A ação conta com a parceria da prefeitura de Manicoré, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e de Saúde (Semsa), o Conselho do Cidadão de Matupi (CCM), Correios e a Associação dos Produtores Rurais de Matupi (Aspromat).



Em três dias de atendimento já haviam sido contabilizados a emissão de 1.020 fotos, 1.593 cópias, 88 triagens de certidões de nascimento, 100 orientações sobre certidão de nascimento, 212 triagens da 1ª via da carteira de identidade e 118 da 2ª via, e ainda, emissão de 200 CPF, de 177 CTPS e 33 serviços de Cadastro Único do Bolsa Família. Nos serviços de saúde foram registradas 119 vacinas e 100 atendimentos odontológicos.



spacer

Projetos de extensão da UEA têm mais recursos para 2012



Unidades da capital e do interior do Estado realizarão projetos em diversas áreas do conhecimento. No total, 155 bolsas serão oferecidas até o fim de 2012.



Professores e alunos da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), órgão do Governo, interessados em participar de projetos de extensão ganham, em 2012, motivação a mais para realizar o trabalho. Até o fim deste ano, a Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários (Proex) da UEA disponibilizará 155 bolsas para projetos em diversas áreas do conhecimento.



A implementação de bolsas na UEA foi aprovada pelo Conselho Universitário (Consuniv) no final de 2011. Neste período, 31 alunos da Orquestra Sinfônica foram os primeiros beneficiados com o Programa de Apoio à Extensão da Proex.



As atividades do primeiro semestre deste ano serão realizadas tanto na capital, quanto nas cidades de Tabatinga e Tefé. A estudante do oitavo período de Pedagogia, Nayara Ferreira Costa, está ansiosa para o início do trabalho como bolsista do projeto "Cine-fórum educação e sociedade" da Escola Normal Superior (ENS) em Manaus.



"Estávamos trabalhando na elaboração do projeto desde o primeiro semestre de 2011. Nossa expectativa é de que até março aconteça nosso primeiro debate e tenho certeza que será uma ótima experiência para a minha carreira profissional. Vou aprender a tratar problemas que certamente encontrarei em sala de aula", comenta.



O "Cine-fórum educação e sociedade" abordará temáticas educacionais a partir de filmes e documentários, propondo debates entre os integrantes do projeto e professores de 10 escolas municipais de Manaus. "Espero que com os debates os professores se sintam motivados a trabalhar de diferentes maneiras, não apenas com o que eles já estão acostumados", afirma Nayara.



Saúde – A área de saúde também está comtemplada com projetos de extensão da UEA. A professora da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESA), Márcia Gonçalves da Costa, estará à frente da coordenação do projeto "Teleodontologia – odontologia e recursos de informação", mas, em anos anteriores, a docente já trabalhou em projetos como "UEA Cidadã" e "Avaliação da Resolutividade do Telessaúde Amazonas".



Para Márcia, a participação em projetos de extensão amplia as oportunidades profissionais. "Quando os alunos têm a oportunidade de viajar para as comunidades do interior do Estado, percebemos que eles voltam entendendo que um dos principais papéis da saúde é lidar com a população carente e não apenas com o atendimento em consultórios. Quem não está estimulado a participar de atividades de extensão dessa natureza, não está preparado para atuar na área de saúde", enfatiza a coordenadora.



Ações integradas – Segundo o pró-reitor da Proex, José Antônio Nunes de Mello, em 2012, as ações de extensão da UEA serão integradas. "Buscaremos uma identidade das ações de extensão a partir da integração dos projetos. Assim como a pesquisa a extensão também será dividida em linhas de trabalho e, com isso, teremos linhas preferenciais para evitarmos a atuação de projetos isolados", afirma Mello.



A Proex lançará no mês de maio o edital para projetos de extensão que serão contemplados com bolsas. Segundo Mello, no mesmo período, também será disponibilizado apoio para projetos de iniciação científica.



"O edital de maio será para projetos de extensão, dentro de cada projeto poderá ser disponibilizada uma ou mais bolsas, dependendo da natureza de cada projeto. Neste período o professor vai optar entre pesquisa e extensão ou até mesmo os dois juntos", explica o pró-reitor.



Até o mês de julho serão disponibilizadas 35 bolsas para os 18 projetos de extensão aprovados no edital 113/2011. Do total de bolsas que serão disponibilizadas até o fim deste ano, 120 serão do tipo 1, no valor de R$ 360 e 35 serão do tipo 2 no valor de R$ 460.


spacer

Amazonprev convoca 926 aposentados e pensionistas para recadastramento

Aposentados e pensionistas da administração pública estadual têm até o dia 13 de março para regularizarem, junto à Fundação Amazonprev, o cadastramento referente ao ano de 2010. De acordo com o  órgão, 926 segurados estão com as informações cadastrais desatualizadas. Conforme a Lei Complementar nº 30/2001, vencido o prazo de recadastramento, os aposentados e pensionistas serão retirados da folha de pagamento até a próxima atualização, realizada uma vez por ano.

A lista com os nomes e as informações para regularização estão disponíveis desde a última terça-feira, 30, no site www.amazonprev.am.gov.br. A recomendação para o recadastramento vale tanto para os segurados residentes no Estado bem como para aqueles que vivem em outras cidades fora do Amazonas. Caso os convocados não regularizem o cadastro, o recebimento do benefício ficará suspenso a partir de março próximo, segundo informações da assessoria jurídica da Amazonprev.

Em Manaus, os aposentados e pensionistas devem comparecer à sede da Amazonprev, na avenida Visconde de Porto Alegre, nº 486, Centro, zona sul, ou nas unidades do Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC) do São José (alameda Cosme Ferreira, nº 8.047, 2º piso do Uai Shopping, bairro São José I, zona leste) e da Cidade Nova (avenida Noel Nutels, nº 1.350, bairro Cidade Nova I, zona norte), no horário das 8h às 11h30 e das 13h às 16h30, com carteira de identidade, CPF e comprovante de residência atualizado.

No caso de quem reside no interior do Estado, a Amazonprev fez parceria com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) que está efetuando o recadastramento nas unidades da secretaria de cada município. Para aqueles que vivem em outros Estados, a Amazonprev informa que a regularização deve ser feita via Correios. O segurado envia cópia da carteira de identidade, CPF, comprovante de residência e o requerimento para recadastro, este último disponível no site do órgão.


spacer

Governador Omar Aziz anuncia criação da Coordenação Estadual de Políticas para Mulheres

O governador do Amazonas, Omar Aziz, anunciou, nesta terça-feira (31), durante a assinatura do Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência contras as Mulheres, a criação da Coordenação Estadual de Políticas para Mulheres, que vai centralizar as ações da política estadual de atenção à mulher. "A coordenação terá status de secretaria, com poderes para dar transversalidade junto ao governo, no sentido de melhorar os serviços que são oferecidos à população", adiantou o governador.

O Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência contra as Mulheres foi assinado, na sede do Governo do Amazonas, pelo governador Omar Aziz e a ministra-chefe da Secretaria Nacional de Política para as Mulheres, Iriny Lopes. A presidente do Fundo de Promoção Social, primeira-dama Nejmi Jomaa Aziz, participou da cerimônia e teve sua atuação nas campanhas e ações sociais de enfrentamento à violência contra as mulheres destacada. "O envolvimento da primeira dama nessas campanhas e ações desperta a atenção para assunto", frisou Omar Aziz.

Segundo o governador, com a nova coordenação, o Governo do Amazonas reforça os serviços de atenção à mulher atendendo aos compromissos assumidos com a assinatura do pacto federativo. Em fase inicial de planejamento, o novo órgão terá o papel de articular ações das Secretarias de Estado de Trabalho (Setrab), Assistência Social (Seas), Saúde (Susam), Educação (Seduc) e Segurança Pública (SSP), além de melhorar o diálogo com o judiciário.
"Essas políticas precisam de uma coordenação para que a transversalidade aconteça, sem prejuízo financeiro para o Estado e dando maior resolutividade na ponta, para o cidadão, tornando as coisas mais ágeis", enfatizou o vice-governador José Melo, também presente à cerimônia.

Para a ministra-chefe da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres, Iriny Lopes, o anúncio do governador é um passo importante para a consolidação do pacto no Estado. Iriny Lopes ressaltou que o Amazonas é um dos poucos no Brasil a contar com um Plano Estadual que orienta as ações de proteção às mulheres e enfrentamento a violência doméstica, o que possibilidade maior facilidade na execução das políticas públicas.

"A capacidade do diálogo é fundamental e o Plano Estadual é o instrumento do diálogo, da execução da política. O governador Omar retomou, em 2011, o desenvolvimento regular e sistemático das políticas para mulheres, o que nos trouxe a capacidade de, novamente, voltar a ter um diálogo permanente, tendo condições para desenvolvimento do pacto de enfrentamento a violência doméstica praticada contras as mulheres", pontuou.

Este ano, a Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres (SPM) deve liberar cerca de R$ 2 milhões em recursos para investimentos em projetos apresentados pelo Governo do Amazonas. "O pacto é um instrumento fundamental para superar os índices de violência contra a mulher no País, que ainda nos envergonha mesmo com tudo o que foi feito ao longo dos últimos dez anos como, por exemplo, a criação de um ministério exclusivo para o assunto", disse.

Segundo o governador Omar Aziz, outro reforço importante para a rede de atenção à mulher virá com o fortalecimento da qualificação profissional por meio de cursos de Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) e no maior acesso a crédito por meio da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam). "Há uma quantidade grande de mulheres que tem de ser homem e mulher dentro de casa, que se desdobram para dar uma vida digna para sua família. Muitas não tiveram oportunidade de ter estudo, qualificação. E vamos reforçar isso, com mais qualificação e apoio por meio da Afeam", destacou.

Amazonas terá central de notificação - O Governo do Amazonas, em conjunto com o Governo Federal, investiu cerca de R$ 550 mil na criação da Central de Notificação e Transporte de Mulheres Vítimas, que funcionará na Delegacia Especializada de Crimes Contra Mulher (DECCM) a partir de fevereiro. A unidade contará com seis carros, duas vans, dez motocicletas de 124 cilindradas e, ainda, duas lanchas com cobertura para o transporte de vítimas de agressão para as delegacias, locais de abrigo e demais órgãos da rede de atendimento.

Segundo a delegada titular da DECCM, Lia Gazineu, é um reforço que trará um ganho significativo nas atividades da delegacia. "O atendimento terá mais mobilidade e os inquéritos serão mais rapidamente concluídos", disse.
Lia Gazineu explica que por mês são registradas, em média, mil ocorrências, sendo 50 por dia. A unidade, por lei, tem a responsabilidade de levar as vítimas para exame de corpo delito no Instituto Médico Legal (IML), notificar o agressor e dar cumprimento à busca de pertences (roupas e documentos) na casa da requerente. "Encaminhamos ainda para serviços médicos, psicossocial e, em casos extremos, para abrigos", disse.

A DECCM possui cerca de 30 policiais civis, sendo 20 em regime de plantão, e conta ainda com apoio 24 horas da equipe do Serviço de Apoio Emergencial à Mulher (Sapem), vinculado à Secretaria Estadual de Assistência Social (Seas), que presta atendimento psicológico e social às pessoas que buscam proteção moral e judicial nos distritos policiais. O Sapem está instalado nas dependências da Delegacia da Mulher, no bairro Parque Dez, zona centro-oeste de Manaus.

No Amazonas, a rede de atenção à mulher mantida pelo Governo conta com serviço de apoio emergencial, Centro de Referência e Apoio, um núcleo especializado na Defensoria Pública Estadual, delegacia especializada e a Vara Maria da Penha, além da Casa Abrigo Antônio Nascimento, que recebe mulheres vítimas de agressão e sob ameaça de morte.

Para denunciar, a vítima tem duas linhas exclusivas, sendo uma do Governo Federal e outra da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o disk 180 e 181, respectivamente. Em casos mais extremos, a vítima ou qualquer pessoa pode solicitar ajuda ao 190, o  serviço de emergência da Polícia Militar. A delegacia dispõe ainda do número 3236-7012 para atendimento 24h de ocorrências.











Fotos: Alex Pazuello / AGECOM


spacer

PRIMEIRA PARTE: RESUMO HISTÓRICO DE COMO MITOUSO VEM TRATANDO A QUESTÃO DO PAGAMENTO DOS SERVIDORES DE COARI...




Mesmo tendo assumido o compromisso público através de carta, dizendo que não iria demitir os funcionário públicos, a primeira medida adotada por Mitouso foi a demissão, ainda no mês de outubro de 2009.Uma semana após ter assumido a Prefeitura de Coari, Arnaldo manteve a postura de não pagar os funcionários, mesmo tendo entrado 4 milhões de reais, o que seria suficiente para ter feito o pagamento se fosse prioridade, mas não era. Os servidores passaram o primeiro dia dos funcionários da gestão de Mitouso sem receber seus salários atrasados, mesmo tendo entrado dinheiro suficiente nos cofres da prefeitura para efetuar o pagamento.



Logo, logo os funcionários começaram a perceber que a mudança não chegara. Tudo era apenas uma fantasia. Em novembro de 2009 os salários continuavam atrasados. Havia muitas desculpas e o pagamento pinga-pinga começou a ser posto em prática. Já estavam demitidos os contratados também, demissão em massa que aconteceu no mês de novembro, o que levaria a milhares de pessoas a passar o natal de 2009 em um ambiente de tristeza total, e o pior, os funcionários tiveram que se virar para provar que eram funcionários, mesmo com todo o arquivo da prefeitura disponível na Secretaria de Administração.

Ainda 2009 o drama dos funcionário aumentava. Em dezembro de 2009 os salários continuavam atrasados e a bola de neve de atrasos começa a se formar e para piorar mais ainda a situação dos funcionários públicos de Coari, entraria em cena o não pagamento do décimo. Mesmo tendo entrado mais de 31 milhões de reais nos meses de novembro e dezembro daquele ano, Mitouso não pagou o décimo terceiro salário dos funcionários. Em 2009, aa prática, Mitouso já mostrava que seu discurso de campanha nada tinha a ver com uma administração coerente... A história ficaria pior nos anos seguintes.
spacer

OPORTUNIDADE DE EMPREGO EM MANAUS: CONCURSO PARA GUARDA MUNICIPAL




A Prefeitura de Manaus informou que as inscrições para o preenchimento de 293 vagas para o concurso público da Guarda Municipal iniciam nesta terça-feira, dia 31.


O edital contendo todas as informações será disponibilizado na edição 2.859 do Diário Oficial do Município (DOM), a ser publicado também no dia 31, nos sites do Instituto de Planejamento e Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico e Científico (Ipad) e da Secretaria Municipal de Administração (Semad) no endereço eletrônico http://semad.manaus.am.gov.br.

Além das 293 vagas, há também oportunidades para a formação de cadastro de reserva para o cargo de Guarda Municipal (Nivel Médio). As inscrições seguem até 16 de fevereiro, somente via internet no site do Ipad. O valor da taxa de inscrição será de R$ 65,00.

Segundo a assessoria da Semad, a prova objetiva está marcada para ser realizada no dia 18 de março e a Prefeitura de Manaus espera convocar os aprovados até 5 de julho.

Fonte: Diário do Amazonas
spacer

OPORTUNIDADE DE EMPREGO: VAGAS PARA COARI NA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DA SEDUC




Coari será um dos municípios onde a SEDUC vai oferecer oportunidade para pessoas ingressarem como estagiários com o objetivo de selecionar estagiários de ensino superior para atuar como monitores do programa de reforço escolar ‘Criando Oportunidades’. Além de Coari o certamee é aberto para Manaus, Autazes, Benjamin Constant, Carauari, Careiro Castanho, Humaitá, Itacoatiara, Manacapuru, Novo Airão, Parintins, Tabatinga, Tapauá e Tefé.



De acordo com edital, o processo vai selecionar graduandos que estão cursando Licenciatura em Letras, Matemática, Ciências Naturais, Ciências Biológicas, Física e também os cursos superiores de Pedagogia e Normal Superior.

O período de inscrição estende-se de 3 a 10 de fevereiro e os candidatos interessados deverão acessar o portal www.seduc.net e no link http://centrodemidias.am.gov.br/estagiarios// realizar de forma gratuita o procedimento de cadastro. Os candidatos que forem selecionados assinarão contrato pelo período de um ano e com jornada de seis horas diárias (30 semanais). O valor da bolsa dos contratados será de R$ 512,00 mais R$ 99,00 de auxílio transporte.

Além de estar regularmente cursando os cursos e licenciaturas citadas, para concorrer a uma das vagas o candidato deve ter acima de 18 anos, estar regularmente matriculado a partir do 5º em sua faculdade, ter disponibilidade para cumprir o estágio em 30 horas semanais e apresentar histórico escolar do curso de graduação com média igual ou maior que cinco (5).

O processo de seleção será organizado em três etapas específicas. A primeira, correspondendo à Verificação do atendimento das condições mínimas dos candidatos inscritos (de acordo com os requisitos do edital); a segunda, correspondendo à prova escrita – com 16 questões objetivas – para os candidatos classificados na primeira fase e a terceira, correspondendo a entrevistas com os candidatos classificados na segunda fase.
A lista de classificados na primeira fase, a convocação para a segunda fase, informando o horário e local e o resultado final do processo de seleção serão divulgadas no portal da Seduc na internet: www.seduc.am.gov.br.

spacer

Careiro da Várzea iniciará a exportação de peixes ornamentais


A atividade de piscicultura está alcançando novos horizontes no município do Careiro da Várzea (a 25 km de Manaus) com o apoio do Governo do Estado, por meio Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam). O órgão tem desenvolvido, por meio da sua Unidade Local (UnLoc) no Careiro da Várzea várias ações de capacitação do setor, entre elas cursos, palestras, debates e atividades de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater).

A equipe da UnLoc de Careiro da Várzea também tem levou aos piscicultores do munícipio novas técnicas e conhecimentos sobre piscicultura, aquicultura e associativismos. Por conta desse trabalho, que segue a orientação do governador Omar Aziz, de levar conhecimento e técnica para desenvolver ainda mais o setor primário do interior do Estado.

O apoio oferecido pelo governo estadual começa a dar resultados em curto tempo. Neste ano, a Cooperativa dos Piscicultores e Aquicultores do Careiro da Várzea (Coopacarv) iniciará a exportação de peixes ornamentais tanto para demais estados brasileiros quanto para o exterior.

A cooperativa, que atualmente possui 36 associados, recebeu no dia 20 de janeiro, o Certificado de Regularidade do Sistema OCB/Sescoop-AM (Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado do Amazonas/Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado do Amazonas), que confere à ela o reconhecimento em nível regional.

Segundo Marcos Silveira, presidente da Coopacarv,são capturados cerca de dez mil unidades de peixe ornamental por temporada, (de agosto a janeiro), número este suficiente para atender o mercado.

O processo de comercialização do peixe para Manaus é realizado por uma empresa particular, no entanto, segundo Silveira, já há interesse de empresas paraenses para a compra e comercialização dos peixes ornamentais. Além dos peixes ornamentais, também há a produção de tambaquis, matrinxã e pirarucu, destinados ao abastecimento do mercado local. Por ano, são comercializadas 10 toneladas de tambaqui, conforme dados da própria Associação.





spacer

Irmão de vereador de Coari é morto em tentativa de assalto em Manaus




Por Islânia Lima do Diário do Amazonas.

Manaus - O comerciante Ananias Fernandes, 52, foi morto com dois tiros na cabeça em uma tentativa de assalto às 10h deste domingo, 29, na frente do comércio do sogro, localizado na rua Algodão Rocho, zona leste, de Manaus.

Segundo informações do irmão, o vereador Anacleto Fernandes, que chegou de Coari assim que soube do corrido, Ananias estava na frente do comércio lavando o carro quando um rapaz chegou à pé e entrou no comércio para fazer o assalto, apontando a arma na cabeça da cunhada que estava tomando conta do caixa.

Nesse momento, a vítima entrou no mercadinho e pediu para que não matasse a moça e então o assassino apenas virou a direção da arma e atirou na cabeça de Ananias, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

"Meu irmão não pôde nem se defender e só quis pedir para o rapaz não atirar na cunhada", declarou o irmão de Ananias, Anacleto Fernandes que disse ainda que o suposto assassino saiu correndo em direção a uma moto de placa JXS - 1939 preta que estava em outra rua a espera dele.



Creuza Fernandes, irmã da vítima conta que Ananias deixou esposa e três filhos. "É muito triste perder um parente e, dessa forma, foi horrível. A última vez que vi meu irmão foi em Coari há dois anos no velório da minha mãe e encontrá-lo novamente e assim não é uma sensação boa", disse.

Nesta segunda (30), o corpo de Ananias será levado para Coari, cidade de origem de Ananias, onde será velado e sepultado por familiares.

O caso foi registrado no 4o Distrito Integrado de Polícia (4o DIP), bairro Grande Vitória, zona leste de Manaus.
spacer

VIOLÊNCIA NO TRÂNSITO FAZ MAIS UMA VÍTIMA EM COARI

O trânsito fez mais uma vítima em Coari.Uma família foi praticamente destruída mediante o fato trágico que atingiu o marido e a mulher. A esposa faleceu e o esposo foi encaminhado para Manaus. O caso chocou a todos em Coari, pelo fato das pessoas envolvidas no acidente serem todas de boa índole e de famílias conhecidas em Coari.



Na foto, a família vítima do acidente. A moça que está em pé é Orlene e foi que faleceu por ocasião do acidente, ela era filha da senhora que está sentada na foto, Dona Otacília. O homem na foto é o esposo de Orlene, ele estava na moto com ela. Ele foi transferido para Manaus.

Por enquanto são poucas as informações. A rua onde o acidente aconteceu a noite é muito escura, e este não é o primeiro acidente com vítima fatal que aconteceu no local. 
spacer

PREFEITURA DE COARI ESTARIA FAZENDO DISPENSA DE LICITAÇÃO DE FORMA IRREGULAR



No dia 28 de dezembro de 2011 a Comissão Permanente de Licitação – CPL/ Coari – AM, tornou público que o Pregão Presencial nº 012/2011 que tem como objeto a CONTRATAÇÃO DE PESSOA JURÍDICA ESPECIALIZADA PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO LOCAL DE HABITACIONAL DE INTERESSE SOCIAL – PLHIS. Ocorre que o pregão foi Deserto, ou seja, ninguém apareceu para concorrer ao certame (a licitação), No caso, nos termos da lei de licitação a Prefeitura de Coari deveria ter aberto ou iniciado um novo certame através de um novo processo licitatório.

Mas, não foi isso que ocorreu. Na verdade, a prefeitura de Coari deu "um jeitinho coariense" como sempre, cometendo um possível erro contra a lei de licitação. No dia17 de janeiro de 2012 o atual prefeito reconheceu e ratificaou a justificativa da CPL Dispensa de Licitação nº. 001/2012, nos termos do Art. 24, Inciso IV da Lei 8.666/93, para Contratação de Pessoa Jurídica Especializada para Elaboração do Plano Local Habitacional da SETEHA, dando ganho à empresa NATURALS CONSULTORIA LTDA – ME, CNPJ: 06.312.751/0001-20 que gerou Termo de Contrato nº 001/2012 no prazo de 04 meses a Contar do dia da assinatura do contrato até o dia 16/05/2012, contrato no valor total de R$: 55.000,00 (cinquenta e cinco mil reais) com dispensa de licitação.

Cabe uma pergunta aqui: "Onde estão os casos de emergência ou de calamidade pública, que justificam esta mal fadada  'dispensa de licitação'??".  Outra pergunta: Esta empresa contratada (a Naturals Consultoria), em sua constituição não possui tradição e urbanistas no seu quadro para elaboração do PLHIS. Detalhe:  É uma empresa registrada em LAJEADO no Tocantins. Que coisa!!!

Para a elaboração do PLHIS o Município de Coari deve promover audiências públicas e conferências, representativas dos segmentos sociais existentes, para debater e avaliar critérios de alocação de recursos e programas habitacionais no âmbito do sistema de habitação.  Será que este plano será elaborado apenas em quatro paredes? Será que vão usar o expediente de apenas copiar e colar qualquer outro plano de outros municípios e tirados da internet??? Os vereadores devem fiscalizar e ajudar a responder estas indagações. Daí surge outra pergunta: Eles farão isto?

O Planos Locais de Habitação de Interesse Social – PLHIS, faz parte do sistema nacional de habitação, em cumprimento a Lei nº 11.124, de 16 de junho de 2005.

O prazo de apresentação dos PLHIS é para o dia 31 de dezembro de 2012, excetuado o caso dos municípios, com população limitada a 50 mil habitantes e que venham a optar pela elaboração do PLHIS Simplificado (vide Instrução Normativa nº 15, de 10 de março de 2011, do MCidades), cujo prazo se encerra em 30 de junho de 2012. Devido a população de Coari ser de cerca de 76 mil habitantes, o prazo ao Município é até 31 de dezembro de 2012, e não pode ser simplificado.

Como em Coari o governo municipal realiza tudo no silêncio, as coisas não ficam bem claras. Não se pode esquecer que é ano de eleição, momento em que governos nada transparentes põem em prática ações de caráter eleitoreiros à população. Um deles que anda sendo falando pelos quatro cantos da cidadde é a grande doação de terras, que já esta prevista ainda no primeiro semestre deste ano pelo governo municipal.



SEGUE ABAIXO AS DUAS PUBLICAÇÕES DA CPL E DO CADASTRO DA EMPRESA GANHADORA NA RECEITA FEDERAL
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
ESTADO DO AMAZONAS
PREFEITURA MUNICIPAL DE COARI
SECRETARIA MUNICIPAL DE ECONOMIA E FINANÇAS
RESULTADO DE LICITAÇÃO DESERTO
A Comissão Permanente de Licitação – CPL/ Coari – AM, torna público a quem estiver interessado que o Pregão Presencial nº 012/2011 que tem como objeto: CONTRATAÇÃO PELO MENOR PREÇO GLOBAL, DE PESSOA JURÍDICA ESPECIALIZADA PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO LOCAL DE HABITACIONAL DE INTERESSE SOCIAL – PLHIS. Foi Deserto.
Coari 28/12/2011.
A Comissão.

Publicado por:
Francisco José Nogueira de Menezes
Código Identificador:A5587C18


Matéria publicada no DIÁRIO OFICIAL DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO AMAZONAS no dia 06/01/2012.
A verificação de autenticidade da matéria pode ser feita informando o código identificador no site:
http://www.diariomunicipal.com.br/aam/


Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
ESTADO DO AMAZONAS
PREFEITURA MUNICIPAL DE COARI
GABINETE DO PREFEITO
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO E EXTRATO DE TERMO DE CONTRATO.
O Prefeito Municipal de Coari Resolve: reconhecer e ratificar a justificativa da CPL Dispensa de Licitação nº. 001/2012, nos termos do Art. 24, Inciso IV da Lei 8.666/93, para Contratação de Pessoa Jurídica Especializada para Elaboração do Plano Local Habitacional de Interesse Social da Secretaria Municipal Extraordinária de Terra e Habitação - SETEHA, a empresa NATURALS CONSULTORIA LTDA – ME, CNPJ: 06.312.751/0001-20 que gerou Termo de Contrato nº 001/2012 no prazo de 04 meses a Contar do dia da assinatura do contrato até o dia 16/05/2012, perfazendo o valor total da Dispensa de R$: 55.000,00 (cinquenta e cinco mil reais), tendo em vista o referido atende as finalidades precípuas da administração e o valor é compatível com os serviços a serem prestados.
Dotação orçamentária: 9.1.04.122.001.2.044 – Manutenção da Secretaria Municipal Extraordinária de Terras e Habitação. Elemento de Despesa:33.90.39 – Outros Serviços de Terceiros – PJ; Fonte de Recurso:10 – Recursos Ordinários
Coari 17/01/2012.
ARNALDO ALMEIDA MITOUSO
Prefeito Municipal de Coari-AM

Publicado por:
Francisco José Nogueira de Menezes
Código Identificador:8F8AF739


Matéria publicada no DIÁRIO OFICIAL DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO AMAZONAS no dia 24/01/2012.
A verificação de autenticidade da matéria pode ser feita informando o código identificador no site:
http://www.diariomunicipal.com.br/aam/









Vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL



CADASTRO NACIONAL DA PESSOA JURÍDICA



NÚMERO DE INSCRIÇÃO
06.312.751/0001-20
MATRIZ
COMPROVANTE DE INSCRIÇÃO E DE SITUAÇÃO CADASTRAL
DATA DE ABERTURA
17/06/2004

NOME EMPRESARIAL
NATURALS CONSULTORIAS LTDA - ME

TÍTULO DO ESTABELECIMENTO (NOME DE FANTASIA)
NATURALS CONSULTORIAS

CÓDIGO E DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE ECONÔMICA PRINCIPAL
70.20-4-00 - Atividades de consultoria em gestão empresarial, exceto consultoria técnica específica

CÓDIGO E DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES ECONÔMICAS SECUNDÁRIAS
78.30-2-00 - Fornecimento e gestão de recursos humanos para terceiros
79.12-1-00 - Operadores turísticos
74.90-1-99 - Outras atividades profissionais, científicas e técnicas não especificadas anteriormente
73.20-3-00 - Pesquisas de mercado e de opinião pública
71.12-0-00 - Serviços de engenharia
42.11-1-02 - Pintura para sinalização em pistas rodoviárias e aeroportos
77.32-2-01 - Aluguel de máquinas e equipamentos para construção sem operador, exceto andaimes
85.99-6-04 - Treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial
42.12-0-00 - Construção de obras de arte especiais
81.30-3-00 - Atividades paisagísticas
86.60-7-00 - Atividades de apoio à gestão de saúde
82.30-0-01 - Serviços de organização de feiras, congressos, exposições e festas
93.19-1-01 - Produção e promoção de eventos esportivos

CÓDIGO E DESCRIÇÃO DA NATUREZA JURÍDICA
206-2 - SOCIEDADE EMPRESARIA LIMITADA

LOGRADOURO
AV JUSTINIANO MONTEIRO

NÚMERO
2151

COMPLEMENTO
SALA 03

CEP
77.645-000

BAIRRO/DISTRITO
CENTRO

MUNICÍPIO
LAJEADO

UF
TO

SITUAÇÃO CADASTRAL
ATIVA

DATA DA SITUAÇÃO CADASTRAL
03/11/2005

MOTIVO DE SITUAÇÃO CADASTRAL

SITUAÇÃO ESPECIAL
********

DATA DA SITUAÇÃO ESPECIAL
********

Aprovado pela Instrução Normativa RFB nº 1.183, de 19 de agosto de 2011.
Emitido no dia 25/01/2012 às 18:25:18 (data e hora de Brasília).


spacer

Cobra é resgatada após ficar presa em máquina de lavar roupa






Um jovem postou um vídeo na internet (assista) depois que sua cobra de estimação ficou presa na máquina de lavar roupa. Após algumas tentativas, ele conseguiu retirar o réptil do eletrodoméstico e colocá-lo em sua gaiola.

VEJA A MATÉRIA NO SITE DE ORIGEM, AQUI
spacer

UMA VOZ SOLITÁRIA




As vezes sinto a impressão de ser uma voz solitária que chama a atenção para tantos desmandos e a triste situação administrativa que o município de Coari se encontra; mas sei que isto é só impressão.


Há muitas outras vozes ecoando o descontentamento pelas ruas, comunidades e bairros, deste que seria o pior momento da administração pública no município.

Tenho denunciando o descaso com que o funcionalísmo público municipal vem sendo tratado, o sumiço das verbas públicas sem aplicação em favor da população e a falta de espírito público nos homens do poder. Atrasos de pagamento que ja duram dois anos, direitos sendo solapados, o comércio prejudicado. A impressão de ser uma voz solitária fica mais convicente porque outras vozes se calaram com o passar do tempo... Mesmo assim continuo firme, pois muitos dos fatos que chegaram ao conhecimento da população, vieram através da divulgação através do meu trabalho de comunicação.

Sei que um dia os resultados virão e a esperança é que o povo de Coari ganhe em qualidade de vida, serviço público de excelência e políticas públicas eficazes.



A comunicação séria, tanto no rádio quanto aqui na internet tem sido uma marca, tanto que durantes estes quase três anos, ao invés de cair no descrédito, as notícias que tenho levado tem feito com que muitos sejam os seguidores do blog, passando confiança e credibilidade.

Isto porque acredito que ir para a baixaria, palavras de baixo calão, ofensas ou entrar na vida particular não vai ajudar a trazer solução para o povo que tanto necessita de solução para as demandas sociais e econômicas e de geração de emprego. Assim, se não for uma voz solitária, sou uma voz que não se calou, nem se intimidou com as ameças e tão pouco deixou de estar ao lado da população como um todo.
spacer

'Rato monstro' deixa moradores apavorados





Um rato capturado no ano passado, deixou os moradores apavorados com seu tamanho. O roedor pesaria cerca de dez quilos, sendo maior do que um gato, segundo o site de notícias local "Bulawayo 24".

Augustine Ugalo contou que o rato foi flagrado correndo dentro da casa e chegou a atacar uma das pessoas que tentavam capturá-lo. "Na minha vida nunca vi um rato tão enorme. Ele não tinha medo de seres humanos", destacou Ugalo. Segundo ele, a caçada para tentar matar o "rato monstro" demorou mais 30 minutos.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA AQUI
spacer

Governo do Estado vai ampliar apoio emergencial para haitianos no Amazonas

O Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Seas), vai ampliar o apoio emergencial aos imigrantes haitianos com o aporte de R$ 400 mil para aluguel de um abrigo em Manaus e compra de mantimentos para os estrangeiros. Neste fim de semana, nos dias 28 e 29 de janeiro, a Seas vai doar 300 colchões aos imigrantes do Haiti, que somam cerca de 4 mil no Estado.  

A informação foi dada pela secretária da Seas, Regina Fernandes, após reunião, na manhã desta sexta-feira, 27 de janeiro, com representantes de organizações de apoio ao imigrante, da Igreja Católica e do procurador da Procuradoria do Trabalho da 11ª Região, Audaliphal Hildebrando da Silva. De acordo com Regina Fernandes, a ampliação das ações reforçam a parceria do Governo do Estado com Igreja Católica, que tem acolhido os imigrantes haitianos que chegam ao Estado.  

 "Neste convênio o Estado atuará como financiador das ações de assistência social, alugando um espaço amplo e estruturado para acomodar aqueles imigrantes recém-chegados ou que ainda não conseguiram emprego e também abastecendo este local com alimentação. Ainda nesta parceria, a Igreja Católica será executora dessas ações, uma vez que possui informações de quantos desses haitianos já estão empregados e quantos serão beneficiados com a ajuda emergencial do governo", explicou Regina Fernandes.

A secretária frisou que o aluguel do abrigo passará por licitação, a qual deve ser definida a partir da próxima semana. Outra ação emergencial coordenada pela Seas será a distribuição, a partir da primeira semana de fevereiro, de 1.000 cestas básicas para os haitianos mais necessitados.
   
Regina Fernandes destacou que, desde que ocorreu a catástrofe no Haiti, em 2010, o Governo do Amazonas tem realizado ações assistenciais, como a doação de colchões e cestas básicas, e mantido articulações com outros órgãos do Governo Estadual para oferta de cursos de idiomas, por meio do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), o encaminhamento para vagas de emprego, através da Secretaria de Estado do Trabalho (Setrab). "A ajuda, concedida pelo governador Omar Aziz, antecede uma parceria entre Estado e Governo Federal, que sinalizou liberar mais R$ 500 mil para a aquisição de alimentos e prestação de serviços básicos", frisou a secretária.

Diagnóstico – No dia 9 de janeiro deste ano, a Seas em parceria com a Pastoral do Migrante da Igreja Católica produziu um relatório sobre a situação dos haitianos no Amazonas, que foi encaminhado para a Secretaria Nacional de Direitos Humanos, órgão do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome (MDS), no qual foram apontadas as seguintes demandas emergenciais:

● Espaço/local para referenciamento e acolhimento dos haitianos;

● Colchões de solteiro;

● Alimentação;

● Transporte (aluguel ou aquisição);

● Manutenção de uma equipe técnica mínima de dois assistentes sociais e um advogado para orientação e acompanhamento;

● Manutenção do kit-básico (botija de gás, fogão duas bocas e mangueiras com medidor), atualmente disponibilizado pela igreja, acrescido de ventilador, panelas e talheres; e

● Pagamento de aluguel, de caráter transitório, para famílias ou grupos de imigrantes.


O relatório mostra que, em Manaus, existem 3.600 mil haitianos, sendo 400 mulheres (12 grávidas); 25 crianças, desse total 18 recém-nascidas, já registrados como amazonenses. Do total de 3.175 homens, 2 mil encontram-se trabalhando no mercado informal ou formal. A maioria dos haitianos que obtiveram colocação no mercado foi por meio de articulação do Governo do Amazonas em parceria com outros órgãos, entidades e empresas. O relatório mostra também, que, até àquela data, havia 1 mil haitianos no município de Tabatinga.


spacer

Novo presidente regional da Caixa Econômica Federal elogia andamento das obras do Minha Casa Minha Vida

O novo presidente regional da Caixa Econômica Federal (Caixa), Paulo Henrique de Souza, elogiou o andamento das obras do programa Minha Casa Minha Vida que estão sendo executadas pelo Governo do Estado. Souza visitou as obras do programa nesta sexta-feira, 27 de janeiro. A visita foi acompanhada pelo diretor-presidente da Superintendência de Habitação do Estado (Suhab), Sidney de Paula, e pelo presidente regional da Direcional Engenharia, Paulo Assis.


Souza disse que ficou satisfeito com o andamento das obras. "As primeiras mil unidades estão todas prontas. Realmente fiquei impressionado com o tamanho do conjunto. Agora, vamos trabalhar para construir os espaços comunitários, como escolas e o acesso ao local, aí o conjunto estará pronto para ser entregue a população", avaliou o presidente regional da Caixa.



As unidades habitacionais do Minha Casa Minha Vida do Amazonas são destinados às famílias com renda de até três salários mínimos residentes em Manaus. O conjunto habitacional está localizado no bairro Santa Etelvina, zona Norte da cidade, terá 8.895 unidades habitacionais, divididas entre casas e apartamentos e está sendo construído em duas etapas.



A primeira etapa, com 3.511 unidades, foi iniciada em setembro de 2010 e as primeiras unidades serão entregues no 1º semestre deste ano. "O ritmo da obra está acelerado e estamos com todas as unidades prontas. Nosso trabalho já está focado nas próximas etapas e no acesso, que também já está bem avançado", ressaltou o presidente regional da Direcional Engenharia, construtora responsável pela obra, Paulo Assis.



As unidades possuem dois quartos, sala, cozinha e banheiro, medindo, em média, 37m quadrados, com terrenos de 128 metros quadrados (8x16). Parte das casas foi adaptada para portadores de necessidades especiais, atendendo as exigências do Programa Federal.



"Estamos ansiosos para entregar este novo conjunto que, na verdade, será um novo bairro. Ao todo serão quase nove mil habitações e aproximadamente 15 mil pessoas. Por isso, só podemos entregar com vias de acesso concluída, escolas e unidade de saúde. Mas tudo isso já está em andamento e devem ficar prontas até o fim do ano. Enquanto isso, vamos em busca de alternativas com escolas em bairros próximos", explicou o diretor presidente da Suhab, Sidney de Paula.





O valor do investimento nesta fase é de R$ 269,2 milhões, sendo R$ 149,2 milhões financiados pela Caixa, com contrapartida de R$ 120 milhões do Governo do Estado. Para essa primeira etapa, terão prioridade às famílias já cadastradas na Suhab, em torno de 17 mil. O órgão fará uma análise dos inscritos para verificar quem está dentro dos critérios exigidos pela Caixa. Para a 2ª etapa serão abertas novas inscrições.


spacer