TRAGÉDIA FAMILIAR


Joana Queirozda equipe de A CRÍTICA


O agente de limpeza Francisco Silva de Albuquerque, o "Louro", 28, assassinou a mulher, a cabeleireira Dileuza Pereira Albuquerque, 34, com várias facadas e cometeu suicídio em seguida. Ele cravou em seu abdome a mesma faca que usou para matar a mulher e depois se atirou contra um carro que passava na rua. O crime foi presenciado pelas duas filhas do casal, de 8 e 5 anos de idade, e pela mãe da vítima, a dona de casa Maria Cleonice da Conceição Pereira, que estão em estado de choque. "Está doendo tanto que eu queria morrer também para ficar com a minha filha", desabafou Maria Cleonice.
Dileuza foi morta por volta de 7h de ontem, na esquina da avenida Itaúba com a rua Danain, no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste. Segundo a polícia, o crime teria sido premeditado por "Louro", separado da mulher há um mês. Moradores do local contaram que o rapaz amanheceu o dia na esquina, por onde a mulher passava todos os dias para ir trabalhar, andando de um lado a outro.
Maria Cleonice contou que ontem a filha acordou por volta de 6h30 e foi à casa de uma tia que mora próximo e, quando voltou, uma conhecida lhe disse que "Louro" estava na esquina da rua querendo falar com ela. Dileuza teria dito à mãe e à tia que estava com medo de falar com "Louro".Mesmo assim, a mulher pegou as filhas e foi ao encontro do marido junto da mãe e da tia. "Louro" a abordou dizendo que havia chamado para conversar para decidir a situação dos filhos e da casa, pois ele estava indo embora. Em seguida, sacou uma faca que tinha na cintura e passou a esfaquear a mulher.
A filha de oito anos ainda tentou evitar o crime pedindo para que o pai parasse de ferir a mãe. Mas este, por mais de uma vez, empurrou a criança e continuou. A mulher já estava no chão e ele ainda a esfaqueva. Depois de tê-la ferido, "Louro" enfiou a mesma faca em seu abdome e se jogou contra um carro que passava pelo local. No choque, ele foi lançado no capu de outro veículo e caiu com as vísceras de fora.
Dileuza foi socorrida e levada para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Platão Araújo, na Zona Leste, onde já chegou morta. "Louro" foi levado com vida para o Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, na Zona Leste, onde morreu às 14h.
O caso foi registrado na Delegacia Especializada em Homicídios e Seqüestros (DEHS). A polícia classificou o crime como passional. Dileuza havia se separado do marido e morava com a mãe. Ela dizia que ele havia se tornado violento e ciumento e que ameaçava matá-la.


spacer

MENINA DESTAQUE COARIENSE

A primeira etapa das provas da 4ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas foi realizada, ontem, em todo o País. Essa edição teve número recorde de inscritos: mais de 18 milhões de alunos em 40.377 escolas, com a participação de mais de 98% dos municípios, segundo informou a Agência Brasil.

Na primeira fase, os alunos responderão a questões objetivas. As provas serão aplicadas pela própria escola, que também vai corrigir e selecionar 5% dos estudantes que obtiverem melhor desempenho para participar da segunda etapa.

A próxima fase está marcada para o dia 8 de novembro e será realizada em centros de aplicação da olimpíada em todo o País.

O Amazonas conquistou 29 medalhas e foi o destaque da região Norte dentre os estados que participaram da última Olimpíada Brasileira de Matemática. Na somatória final da competição, o Estado teve duas medalhas de ouro, três de prata e 24 de bronze. Em julho deste ano, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (Sect), além da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e Secretaria Municipal de Educação (Semed), premiaram os alunos do Amazonas que se destacaram na competição nacional. A estudante Francisca Lanai, aluna do Instituto Beriano de Coari, foi o principal destaque da rede pública estadual, conquistando medalha de prata na Olimpíada Nacional
spacer

TCHAU, PEQUIM





spacer

VITÓRIA





spacer

SUPERAÇÃO





spacer

NO MOMENTO QUE DEU ERRADO: A MAGIA DO ESPORTE





spacer

IMAGENS INESQUECÍVEIS QUE O ESPORTE PROPORCIONA





spacer

MENINAS DE OURO

spacer

Pequim 2008 - Foi a olimpíada das meninas do Brasil

Dos três ouros que o Brasil ganhou em Pequim, dois foram obtidos por mulheres (a seleção de vôlei e a saltadora Maurren Maggi). Leia mais em Olimpíadas das meninas do Brasil
spacer

CASO NOVO AIRÃO E A INFLUÊNCIA DIRETA DA POLÍTICA NA VIDA DO CIDADÃO

Existe um adágio popular que diz o seguinte: "Quando a cabeça não pensa, o corpo padece". Esta frase poderia ser utilizada assim também: "Quando os políticos não pensam, o povo padece". E quando crio esta frase, me refiro exatamente a pérfida influência dos maus atos dos políticos, diretamente na vida do cidadão, que a priori não está envolvido na política partidária, no entanto, como ser político que é, sofre todos os danos dos atos de quem governa ou quer governar. Quando o objetivo pessoal sobrepõe o objetivo coletivo, e na busca pelo poder todas e quaisquer armas que mexam com a estabilidade social e governamental vai trazer conseqüências diretas sobre a população. É o que está acontecendo em Novo Airão.

O jornal ACRÍTICA traz a informação que "uma briga entre grupos rivais da política local causou 14 trocas de prefeitos, com quatro políticos tendo de assumir os destinos da cidade nos últimos quatro anos". As conseqüências disto foram as mais drásticas possíveis: Novo Airão, através do poder municipal só firmou um convênio com o Governo do Estado, durante quatro anos.

O município chegou a perder o domínio territorial sobre 23 quilômetros da estrada AM-070, que num documento do Instituto de Terras do Estado do Amazonas (Iteam) foi incluído como pertencentes ao Município de Iranduba (a 25 KM de Manaus). Para se ter idéia do prejuízo que isso causaria, o principal empreendimento da região, a construção de um hotel cinco estrelas da rede Accor, passaria a ser em Iranduba. A confusão está sendo desfeita após uma reavaliação do caso pelo Iteam.

ENTENDENDO A PENDENGA

A instabilidade política em Novo Airão começou na eleição de 2004, vencida por Wilton Santos com 2.112 votos contra 1.654 do então prefeito Luiz Carlos Areosa (PR). Durante a campanha Areosa entrou com ação acusando Wilton por compra de votos, mas não conseguiu impedir a diplomação dele. Nos últimos dias de 2004, contudo, Areosa conseguiu liminar impedindo a posse de Wilton e garantindo-lhe a posse, o que aconteceu no dia 1º de janeiro.

Por conta desse e de outros processos Areosa, Wilton, o ex-presidente da Câmara Municipal, Francisco Almeida (PTB), e o atual, Argemiro Vinhort Gomes (DEM), se revezaram no Poder. Três meses após ser empossado, Areosa teve que entregar o cargo a Wilton, que ficou poucos meses e entregou o cargo a Almeida, que o repassou a Areosa, que entregou a Wilton pelo período mais longo, 16 meses. Nova liminar retornou, em setembro, a prefeitura a Wilton.

A INCAPACIDADE DEMOCRÁTICA

As entrelinhas da lei, as disputas nos tapetões jurídicos demonstram que cada vez o emaranhado das brigas jurídicas em torno do poder traz prejuízos aos cidadãos que simplesmente querem votar e eleger seus representantes e que eles trabalhem para o bem de todos. Em outros municípios a realidade não é diferente, sempre que cassação de mandato, ondas de denuncísmos acontecem, briga por liminares em várias instâncias que ora dão direito a um e ora dão direito a outro, findam causando uma bola de neve que se transforma numa avalanche sobre o cidadão. Este é o modelo democráticos que criamos e possuímos, até onde teremos a capacidade de aperfeiçoá-lo para que as conseqüências sejam menos danosas, vai depender de muito, muito tempo.

spacer

BARBARIDADE...



Recém-nascido esquartejado em Novo Airão

Adauto Silva

Pano utilizado para cobrir o corpo, no local onde parte dele foi encontrado

Moradores do município de Novo Airão (a 100 quilômetros de Manaus) encontraram ontem, em um terreno baldio localizado no bairro Jardim Wilton, na sede do município, uma criança supostamente esquartejada, cujo corpo foi jogado em uma sacola plástica, envolvida em pedaços de pano. Parte dele foi encontrada por populares no fim da tarde de domingo, quando era devorado por urubus.

De acordo com informações da unidade de saúde do município, para onde o membro foi levado para ser periciado, tratava-se do braço esquerdo de uma criança com idade estimada entre seis e sete semanas de vida. O estado em que foi encontrado o corpo não possibilitou identificar o sexo do cadáver.

A equipe médica que periciou a parte do corpo encontrado no matagal acredita que o crime ocorreu entre a madrugada de sexta-feira para sábado, pois ainda tinha sangue nos vasos sanguíneos e não apresentava fortes sinais de decomposição. Segundo um dos médicos que examinou o membro encontrado, ele apresentava marcas de cortes na parte superior do braço, na altura do ligamento do com o ombro, o que pode caracterizar o esquartejamento.

Revolta

O suposto crime e esquartejamento de uma criança com idade entre seis e sete semanas de vida revoltou a população da pequena cidade de Novo Airão, que passou a vasculhar por conta própria o local à procura de mais vestígios do corpo. Na manhã de ontem, moradores encontraram no matagal os restos do corpo da criança que estavam em uma sacola plástica enrolados em pedaços de pano.

Segundo testemunhas, o crânio parecia ter recebido vários golpes. A sacola foi localizada a 150 metros do local, com o braço esquerdo da criança. A polícia ainda não sabe se o membro foi retirado da sacola e jogado no local pelo suposto criminoso ou se foram os urubus que retiraram o braço e arrastaram para longe.

Um inquérito policial foi aberto na 73º Delegacia de Polícia Civil de Novo Airão, para apurar o caso. Uma fonte, que não quis se identificar, disse que viu uma mulher entrar e sair do matagal onde ocorreu o crime.
spacer

JUSTIÇA SOLTA VICE-PREFEITO DE COARI

"Em fim fez-se justiça, o Tribunal Regional Federal da Primeira Região em Brasília determina a imediata soltura do vice-prefeito de Coari: Rodrigo Alves". Este é o teor da nota oficial da Prefeitura de Coari, que confirma a soltura do vice-prefeito de Coari e das demais pessoas que estavam detidas. Assim que a notícia ecoou na cidade, milhares de pessoas sairam as ruas para comemorar: muitas em seus veículos fizeram um buzinaço pela cidade, outros foram para as calçadas e ruas e vibravam assim que o buzinaço passava. Fogos de artifício ecoaram em toda a cidade, este foi o clima, assim que o fato tornou-se público na cidade de Coari.
spacer

CAMPANHA: PROSPOSTAS E ESCOLHA

Quando pensamos em políticas públicas, a primeira coisa que vem a mente é a iniciativa de gestores públicos através de órgãos públicos que tragam melhor qualidade de vida para os cidadãos. Em época de plena campanha política seria o momento para os candidatos apontarem políticas públicas que fazem parte de seu plano de governo, como uma meta a ser atingida, que pretendesse alcançar uma melhor qualidade de vida para todos. Mas até agora, nada...

O foco é exatamente outro, querer ganhar as eleições, esta é a meta. Falando mal, xingando, usando de impropérios, ameaçando demitir, varrer, excluir, em fim, com o discurso da temeridade e da falta de proposta.

Coari, que já avançou muito em muitas políticas públicas nestes últimos anos espera que alternativas sejam apontadas. Mas estas alternativas não vêm a baila porque elas não existem. Falar mal é fácil, o difícil é fazer, realizar. Prometer também é muito fácil, mas conhecer os caminhos das pedras não é para qualquer um. E nisto muitos candidatos se perdem, neste momento que deveria ser um momento de construção social.

Seja ao parlamento, seja ao executivo, o povo espera propostas de melhorias, o povo espera coerência. Não adianta usar xingamentos, e o populismo é vazio também. Propostas mirabolantes caem naquele adágio popular: "Quando a esmola é demais o santo desconfia". Tudo isso, cai no colo do eleitor como uma responsabilidade de quem precisa separar o joio do trigo, pois a virtude não está sendo a melhor propaganda dos candidatos, por isso a execração, as acusações, as flechas atiradas com as pontas cheias de veneno mortal.

spacer

POLÍCIA PRA QUEM QUER POLÍCIA...

A Delegacia Geral da Polícia Civil do Amazonas descobriu que, pelo menos, 50 carros que não compõem a frota de veículos da corporação estavam abastecendo ilegalmente no posto de combustível do órgão, causando um prejuízo mensal, aos cofres públicos, de aproximadamente, R$ 60 mil.

Os números são baseados em informações dadas pelo delegado-geral, Mário César Nunes, que assumiu o cargo em junho deste ano.

O delegado ressaltou ter descoberto a fraude ao fazer um levantamento do número de veículos que fazem parte da frota da corporação, cerca de 250, em Manaus.

Segundo ele, por mês, os veículos particulares, que não eram da polícia, e os carros da corporação estavam consumindo 180 mil litros de combustível. Com o controle no posto de abastecimento da Polícia Civil, que fica atrás do prédio da Delegacia Geral, no bairro Dom Pedro, zona Centro-Oeste de Manaus, o delegado Mário César informou que a cota de consumo do mês de maio, por exemplo, 180 mil, baixou para 160 mil litros no mês de junho, e 138 mil no mês de julho. “Não houve redução na cota de abastecimento dos veículos, eu apenas cortei o abastecimento dos carros que não eram da polícia”, afirmou.

Até junho, a Delegacia Geral estava sob o comando do delegado Vinícius Diniz, no cargo desde 2005. A reportagem tentou, mas não conseguiu contato com ele, para falar sobre a fraude descoberta no abastecimento de combustível.

O delegado Mário César informou que cada veículo da corporação tem direito a uma cota diária de 20 a 30 litros de combustível, mas ele ressaltou que nem todos precisam abastecer, todos os dias. “Trinta litros de combustível são suficientes para percorrer 300 quilômetros. Ninguém pode reclamar que houve redução de combustível, porque a cota continua a mesma”, afirmou.

O delegado Mário César não soube informar há quanto tempo o esquema ilegal estava ocorrendo na Delegacia Geral. “Minha preocupação foi acabar com o que estava acontecendo e cuidar da minha administração”, afirmou.

Desvios

Em fevereiro deste ano, o secretário estadual de Segurança Pública, Francisco Sá Cavalcante, informou que o furto de combustível nas polícias Civil e Militar pode chegar a 40% do total destinado às corporações. Na época, o secretário afirmou que o dado era apenas uma estimativa, pois não há um estudo sobre os desvios.

Somente na Polícia Civil, o prejuízo era de quase R$ 2 milhões, baseado no total de combustível utilizado pela corporação, em 2007, e na estimativa dos furtos. Em fevereiro, a Polícia Civil informou que possuia 346 carros em atividade, em Manaus e no interior, e usou, em 2007, quase dois milhões de litros de combustíveis, sendo 1.950.163 milhão de gasolina e 278.202 de diesel.

Multiplicando o valor médio do litro da gasolina, em Manaus, que é de R$ 2,45, e de diesel, R$ 2,20, em 2007, os gastos da Polícia Civil, com combustíveis, foram de, aproximadamente, R$ 5 milhões.

De acordo com o delegado Mário César, há um estudo para modificar o método atual de abastecimento.
FONTE: DIÁRIO DO AMAZONAS
spacer

INCONSEQUÊNCIA: Dona de casa é morta com 3 tiros

Marilúcia Gomes foi assassinada por Leandro Turibe após uma discussão envolvendo a filha da vítima

Por causa de uma bola que teria atingido seu automóvel, um Siena de cor branca, o proprietário do veículo, Leandro Turibe, 26, disparou três tiros à queima-roupa contra a dona de casa Marilúcia Delfino Gomes, 43, mãe de uma das crianças que brincavam com a bola, na rua Dez, no Aleixo. O crime ocorreu por volta das 20h de ontem e chocou a vizinhança, que viu o autor dos disparos fugir.


A vítima faleceu minutos depois no Pronto Socorro 28 de Agosto. Segundo o cunhado de Marilúcia, Francisco Farias, 55, o crime aconteceu porque Leandro agrediu fisicamente uma das filhas da vítima, uma menor de 12 anos que brincava na Praça Tiradentes. Tomando as dores da filha, a dona de casa trocou tapas com Leandro, que não se conteve e foi buscar uma arma que estava em seu carro. “Ele tinha bebido e queria arrumar confusão. Os pais dele é que moram aqui, ele mora na Zona Leste. Ninguém gosta dele nessa área”, disse Francisco.
Como Leandro não foi encontrado, a Polícia deteve o pai dele, Cristóvão Turibe, que também estava envolvido na discussão com a família Gomes. Cristóvão prestou depoimento ontem à noite, no 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP). Segundo a irmã da dona de casa, Luzia Gomes, 37, a morte de Marilúcia deixou a família de nove irmãos desolada.

Crime foi desfecho para rixa antiga


Parentes de Marlúcia Gomes disseram que a briga motivada pela bola foi só a gota d‘água de uma rixa antiga que havia entre as famílias Turibe e da dona de casa. Antes de efetuar os disparos contra o peito de Marilúcia, Leandro ameaçou ainda matar um dos filhos dela, Rodrigo Gomes dos Santos, 25, que também saiu em defesa da irmã mais nova. O assassinato da dona de casa, que era mãe de cinco filhos, é o segundo na família em dois anos. Um dos sobrinhos de Marilúcia foi assassinado em 2006.
EXISTEM NOTICIAS QUE A GENTE NÃO PODE PASSAR SEM REFLETIR. Esta matéria é mais um flagrante da loucura que pode se tornar a humanidade, baixando aos mais inconsequentes insitintos, deixando a fúria agir em nome de motivos fúteis e marcando vidas para sempre.
spacer

13 ANOS DA MORTE DO DR. ODAIR: E ATÉ AGORA, NADA.

Assassinatos de políticos sem julgamento

O presidente da Associação Amazonense de Municípios (AAM), José Thomé Filho, pediu providências do presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Francisco Auzier, na tramitação dos processos que envolvem assassinatos de prefeitos de municípios amazonenses. “Nós, que estamos na vida política, podemos ser vítimas desse mesmo destino”, declarou Thomé, que também é prefeito de Autazes (a 113 quilômetros a sudeste de Manaus).

De acordo com o presidente da AAM, os ex-prefeitos de Coari, Odair Carlos Geraldo, de Itapiranga, Francisco Socorro Oliveira, e de Novo Aripuanã, Adiel Meira de Santana, foram assassinados por motivos políticos enquanto exerciam seus mandatos. Thomé também reivindicou solução para o assassinato do vice-prefeito de Boa Vista do Ramos, José Carlos Matos Oliveira, que foi morto depois de uma discussão, em 31 de dezembro de 2006.

O presidente do TJAM determinou o levantamento da situação dos processos sobre as mortes dos prefeitos para que ele tomasse as providências necessárias. A morte de Odair Geraldo completou 13 anos ontem e o processo ainda não foi julgado. O presidente do TJAM garantiu que vai nomear uma equipe de juízes auxiliares da presidência para fazer todo esse levantamento.

Thomé se reuniu com o presidente do TJAM na manhã de ontem. Ele afirmou que a impunidade dos crimes não intimida os prefeitos que estão na ativa, apesar de reconhecer que todos estão sujeitos a atitudes extremas de adversários políticos.



Providências



A assessoria jurídica da AAM disse que também vai tomar providências para tentar ‘desemperrar’ os processos parados. De acordo com o presidente da associação, a assessoria jurídica vai avaliar cada processo individualmente para saber quais providências precisam ser tomadas para que os processos voltem a tramitar e sejam julgados. Ele não soube dar informações detalhadas sobre os processos.

O assassinato do ex-prefeito de Coari, Odair Geraldo, é o que está há mais tempo sem ser solucionado. O crime ocorreu em novembro de 1995 e completou 13 anos ontem. A mulher dele à época, Márcia Costa, disse que pelo fato de Odair ser natural do estado de São Paulo, a família teve dificuldades para acompanhar o processo. O corpo do ex-prefeito foi levado para a cidade onde ele nasceu para ser enterrado.

O ex-prefeito de Novo Aripuanã (a 227 quilômetros ao sul de Manaus), Adiel Meira de Santana, foi assassinado há seis anos. O crime ocorreu em Manaus, na praça de Alimentação do Dom Pedro, zona Centro-Oeste, no dia 28 de agosto de 2002. O principal suspeito, Francisco Chagas Oliveira, o ‘Chaguinha’, também aguarda o julgamento na penitenciária.

O ex-prefeito de Itapiranga (a 227 quilômetros a leste de Manaus), Francisco Socorro de Oliveira, foi assassinado em abril de 1996.

O vice-prefeito de Boa Vista do Ramos (271 quilômetros a sudeste de Manaus), José Carlos Matos de Oliveira, foi morto em 31 de dezembro de 2006, depois de uma discussão em um bar.
spacer

CAMPANHA ELEITORAL

A campanha eleitoral já está nas ruas e este ano está mais fácil perceber as mudanças no processo. Estratégias como a pintura de muros e a entrega de brindes com o nome do candidato, por exemplo, estão proibidas. A legislação está mais rígida e a fiscalização também.

As alterações começaram a valer na metade da campanha de 2006, mas só agora elas vão ser aplicadas desde o início do pleito. Para os envolvidos na campanha e aqueles que trabalham com direito eleitoral não pode restar nenhuma dúvida. Um erro pode acabar com uma punição
spacer

OLIMPÍADA

Scheidt terá um grande desáfio
(Foto: France Press)

Os fracos ventos de Qingdao são o maior adversário do único atleta brasileiro que poderá ser tricampeão olímpico nos Jogos de Pequim. Acompanhado de Bruno Prada, e com uma ajudinha extra da previsão do tempo feita pela Marinha que recebe do Brasil, Robert Scheidt começa a luta pela medalha de ouro na classe Star a partir das 2 horas (de Brasília) de sexta-feira.

A dupla chegou em Qingdao mais cedo do que os adversários porque, na preparação para a Olimpíada, foi na contramão da maioria, que preferiu treinar regularmente na China. Scheidt e Prada optaram por evitar o desgaste de diversas viagens ao Oriente e competiram na Europa, onde poderiam ganhar mais ritmo de regata do que na sede dos Jogos.

Nos primeiros 15 dias na raia olímpica, a dupla trabalhou duro para treinar, aprimorar a preparação física (precisavam atingir o peso ideal) e ajustar o barco às condições climáticas desfavoráveis - pouco vento e água com muita correnteza. 'Chegamos a algumas conclusões sobre as condições de ventos e correntes, Depois de muita análise, relatórios e reuniões diárias, conseguimos mapear como funcionam os daqui', conta Prada.

Segundo o velejador, a Marinha do Brasil está fornecendo a previsão do tempo e dos ventos de Qingdao aos brasileiros que estão defendendo o País. 'Usamos nos treinos para entender a margem de erro e confrontar com a fornecida pelo evento. A conclusão é que a previsão da Marinha é mais confiável que a local', assegura.

A torcida da dupla é por condições variadas de vento durante os dias de regata. Segundo eles, a maioria dos adversários optou por barcos versáteis, que rendem em diferentes situações, enquanto a Suíça resolveu arriscar e projetar sua embarcação especialmente para as situações de vento fraco e correnteza típicas de Qingdao. Se elas prevalecerem, terão grande vantagem sobre os rivais. 'Da minha parte, acho muito arriscado', diz Robert.

Ele adianta que a competição olímpica será difícil - vai requerer muita resistência ao forte calor, e paciência dos velejadores, por causa dos ventos fracos e das correntezas. Os outros brasileiros que estão competindo em Qingdao têm passado por dificuldades e estão longe da liderança de suas respectivas classes. Além disso, a introdução da regra da 'medal race', a regata da medalha, com peso maior na pontuação geral, torna a competição mais emocionante - impede que qualquer velejador garanta a medalha de ouro antecipadamente, como aconteceu, por exemplo, com Torben Grael e Marcelo Ferreira na Olimpíada de Atenas/2004, na própria Star.

Scheidt vai para sua quarta Olimpíada, em busca da quarta medalha. Na Laser, foi ouro em Atlanta/1996 e Atenas, e prata em Sydney/2000. Para Prada, será a estréia, e o proeiro não esconde uma certa ansiedade. O velejador revela que o companheiro tem sido muito útil nesta fase final de treinos, principalmente para lhe dar mais tranqüilidade.

SEM VENTO - Nesta quarta, a falta de vento provocou o adiamento de duas regatas, uma na classe Finn e outra na Laser. Eduardo Couto, da Finn, chegou em 14.º lugar na única regata do dia e está em décimo no geral, com 62 pontos, bem atrás do líder Ben Ainslie, com 19. Na Laser, o herdeiro de Scheidt, Bruno Fontes, chegou em 31.º lugar e está em 28.º na classificação, com 79 pontos - o primeiro é o italiano Diego Romero, com 14. As regatas adiadas serão disputadas na sexta, que deveria ser um dia livre para essas classes.

Nas outras classes as regatas foram disputadas normalmente. Na 470 masculino, Fabio Silva e Samuel Albrecht foram bem na primeira prova do dia, com o quarto lugar, mas foram desclassificados na segunda, por queimar a largada, e estão em 18.º lugar, com 71 pontos, contra 17 dos líderes, os australianos Nathan Wilmot e Malcolm Page. Na 470 feminino, Fernanda Oliveira e Isabel Swan subiram uma posição no ranking geral, com um sexto e um sétimo lugar no dia, e estão agora em nono, com 39 pontos, contra 13 das holandesas Marcelien de Koning e Lobke Berkhout.

Na 49er, André Fonseca e Rodrigo Duarte não foram bem e terminaram o dia na nona posição do ranking geral, com 61 pontos, após nove regatas. Nesta quarta foram três provas, com um quinto, um 11.º e um 12.º lugares. A liderança é ocupada pelos australianos Nathan Outteridge e Ben Austin, com 29 pontos
spacer

Cavaleiro Rodrigo Pessoa lamenta ausência de companheiro nos saltos

Folha Online

O cavaleiro brasileiro Rodrigo Pessoa lamentou a desistência de seu companheiro Álvaro Affonso de Miranda Netto, o Doda, de competir na prova de saltos nos Jogos Olímpicos de Pequim. O ginete desistiu da disputa em virtude de uma lesão em sua égua, AD Picolien, que impossibilita o conjunto de participar da competição.

Doda, que integrou a equipe do Brasil na conquista das medalhas de bronze por países nos Jogos de Atenas-1996 e Sydney-2000, será substituído pela reserva do time brasileiro, Camila Mazza, montando Bonito Z.

"Com certeza nosso time perdeu em qualidade. Não pela entrada da Camila, mas pela saída do Doda. Atualmente, ele era o melhor conjunto do Brasil, o mais bem colocado no ranking e, provavelmente, o que melhor estava preparado para esta Olimpíada. Agora vamos dar força para a Camila, nos concentrar e tentar trazer uma medalha para o Brasil", afirmou Rodrigo Pessoa, atual campeão olímpico no individual no salto.

As competições de saltos começam nesta sexta-feira. As provas de hipismo são disputadas em Hong Kong.
spacer

Jadel Gregório garante: 'Estou pronto'

Plantão | Publicada em 13/08/2008 às 18h15mLancepress

Uma das esperanças de medalhas brasileiras no atletismo na Olimpíada de Pequim atende pelo nome de Jadel Gregório. O triplista, que em Sydney tembém era tido como um dos favoritos ao ouro e chegou na quinta posição, garante estar preparado para conseguir um bom resultado em Pequim.


- Estou pronto. Não sinto pressão, estou melhor agora do que em Atenas. Estou à vontade para fazer algo que sei - disse Jadel.

Outro aposta brasileira em Pequim é Fabiana Murer, recordista sul-americana do salto com vara. Murer analisa suas principais adversárias nos Jogos Olímpicos:

- A April Steiner-Bennett tem a segunda melhor marca, uma polonesa e três russas, incluindo a fenomenal Yelena Isinbayeva (detentora do recorde mundial). Já empatei com ela e venci todas as outras. Estou na briga.

FONTE: http://oglobo.globo.com/esportes/mat/2008/08/13/jadel_gregorio_garante_estou_pronto_-547731902.asp
spacer

AUZIER MANDA ATIVAR PROCESSOS SOBRE PREFEITOS

O presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, Francisco Auzier Moreira, anunciou que vai levantar a situação em que se encontram os processos de prefeitos assassinados no interior do Amazonas, alguns deles engavetados há 13 anos, como é o caso da morte do prefeito de Coari, Odair Castro Geraldo, executado em 1995.

A garantia foi dada durante visita do presidente da associação dos Municípios, José Thomé, prefeito de Autazes, que levou uma lista ao desembargador, cobrando uma posição do tribunal em relação aos processos que se encontram parados. Em 13 anos foram assassinados três prefeitos em um vice.

Thomé entregou a lista com os nomes dos prefeitos executados no exercício do mandato: Odair Castro Geraldo, de Coari, assassinado no dia 13 de agosto de 1995; Francisco Socorro de Oliveira, de Itapiranga, assassinado no dia 22 de abril de 1996; Adiel de Santana, de Novo Aripuanã, morto no dia 28 de agosto de 2002 e José Carlos Matos de Oliveira, vice-prefeito de Boa Vista do Ramos, executado dia 31 de dezembro de 2006.

Uma das preocupações manifestadas pelo presidente da Ordem dos Advogados, Ari Castro Filho, é quanto à prescrição dos processos, que vai depender da data em que foi feita a denúncia.

“Existem vários ritos de interrupção do processo, mas isso só é possível acompanhar com os autos em mãos” , comentou o advogado. O presidente do TJA garantiu que vai nomear uma equipe de juízes auxiliares da presidência para fazer todo esse levantamento.

Durante a reunião, o desembargador Auzier também garantiu ao presidente da Associação dos Municípios que vai retomar a construção do Fórum de Autazes – a 100 Km de Manaus em linha reta, com 30 mil habitantes –, que já tem área para construção e projeto arquitetônico elaborado na gestão da desembargadora Marinildes Costeira na presidência do TJA.

Fonte: http://www.blogdoholanda.com/news/detail.asp?iData=2510&iCat=630&iChannel=1&nChannel=News
spacer

Ricardo e Emanuel vencem e avançam para as oitavas


Fonte: JC OnLine

A dupla Ricardo e Emanuel segue imbatível no vôlei de praia. Após ganharem de Angola e Geórgia, os atuais campeões olímpicos venceram por 2 sets a 0 os australianos Schacht e Slack, na manhã desta quarta-feira, e seguem para as oitavas-de-final do vôlei de praia como líder do grupo C.

Ricardo e Emanuel ganharam sem grandes dificuldades por 21/14 e 21/17. Mesmo com a derrota, os adversários garantiram classificação para a próxima fase, em segundo lugar.

spacer

Em Pequim, Seleção reencontra "fantasma" de Sydney 2000

Bernardo RamosDireto de Qinhuangdao

A Seleção Brasileira de futebol terá a oportunidade de se vingar de Camarões no duelo das quartas-de-final dos Jogos Olímpicos de Pequim. As duas equipes irão reeditar a partida da Olimpíada de Sydney 2000, quando os africanos eliminaram os brasileiros por 2 a 1, com um gol na morte súbita.

Na ocasião, além de amargar a eliminação precoce e continuar sem faturar uma medalha de ouro em Olimpíada, a Seleção perdeu também seu técnico. Vanderlei Luxemburgo, hoje no Palmeiras, foi demitido do cargo pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Para o lugar do comandante, Emerson Leão assumiu o cargo.

Uma outra seleção da África, a Nigéria, eliminou o Brasil da Olimpíada anterior, em Atlanta 96. Nas semifinais, os nigerianos derrotaram os brasileiros na prorrogação por 4 a 3 e deram adeus aos Jogos. A Seleção, que não se classificou para Atenas 2004, levou o bronze 12 anos atrás.

O único remanescente daquela Seleção de Sydney 2000 é o meia Ronaldinho, hoje no Milan. Na época, o atual capitão e camisa 10 de Dunga defendia as cores do Grêmio, antes de passar pelo Paris Saint-Germain e pelo Barcelona.
spacer

VOTO E TAPETÃO

O período eleitoral é sem dúvida o momento maior da tentativa de extrair da sociedade a decisão mais democrática possível. Todos são convocados a fazer a escolha, segundo sua consciência, daquilo que possa representar o melhor para a comunidade, a rua, o bairro, a cidade. O fruto desta escolha democrática será uma gestão pública que em tese, venha satisfazer as aspirações do cidadão eleitor.

As regras deste processo estão devidamente escritas nas tábuas da legislação eleitoral, que a cada eleição muda, procurando refinar o processo, melhorar o fruto desta decisão plena do cidadão, equalizar a disputa, igualar os desiguais, tarefa difícil, mas idealista como é toda busca pela justiça em um mundo tão injusto, em uma sociedade tão desigual, com tantas pessoas diferentes.

Neste processo eleitoral, alguns candidatos entram com a aspiração de lutarem até o fim de suas forças pelo objetivo de ganhar as eleições, e nesta busca (como já dizia Maquiavel) os fins justificam os meios. Daí o expediente da legislação eleitoral apontar as condutas vedadas aos candidatos, estas condutas representam o fruto proibido, ou seja, o que não pode ser feito e que constantemente os candidatos ao voto popular insistem em fazer.

Como faca de dois gumes, se pegos pela legislação a dor de cabeça começa pelo intricado mundo judiciário: recursos, petições, decisões, liminares, impugnações, deferimentos... Quando um é eleito, outros que também querem ser eleitos não dão tréguas: denúncias, acusações, indeferimentos, cassações... e finda que o voto do eleitor não vai mais decidir como vontade plena e soberana, como escrutínio universal, o que passa a valer é o tapetão judiciário, cada vez mais presente após o pleito, decidindo as eleições.

Já existem candidatos que entram pensando no tapetão, armam suas estratégias visando não o vitória, mas as manobras, objetivando não o resultado do voto, mas das interpelações judiciais. Pensamento de uma mediocridade de quem não é digno de ser representante do voto popular. Candidatos que ao invés de prepararem projetos com a finalidade de estes sejam conferidos pelos cidadãos, se prestam ao objetivo de armar estratégias para pegarem seus opositores em alguma brecha legal, que dá dor cabeça a população, uma vez que as interpelações jurídicas até serem resolvidas, deixam atadas as mãos da administração pública.

Para por fim a esta novidade cada vez mais presente na justiça, o aparelhamento mais completo do ministério público eleitoral e sua atuação mais presente e fiscalizatória seria mais eficaz. Assim como, a participação consciente do eleitor, não se deixando corromper, ou mesmo, ele próprio não partindo para a quebra dos próprios princípios que resguardam sua vontade plena no processo democrático. Como delírios são delírios, parece ser muito esperar este momento de conscientização como regra, já que tudo o que é correto é mais exceção do que regra. Enquanto isso continuará os embaralhamentos dos processos eleitorais e suas infindáveis pendengas, com a decisão final, no tapetão jurídico.



spacer

ASSEMBLÉIA DE DEUS COMEMORA 43 ANOS





DURANTE A TARDE DO DIA 09 DE AGOSTO, CERCA DE MAIS DE 8.000 PESSOAS CAMINHARAM PELAS RUAS DA CIDADE DE COARI, CELEBRANDO A COMEMORAÇÃO DOS 43 ANOS DA IGREJA ASSEMBLÉIA DE DEUS, NO MUNICÍPIO E OS 13 ANOS DE MINISTÉRIO PASTORAL DO PASTOR QUEIROZ NA ASSEMBLÉIA DE DEUS EM COARI.


UMA VERDADEIRA MULTIDÃO, FORMADA POR ADULTOS, JOVENS E CRIANÇAS, MEMBROS DA IGREJA TANTO DA ZONA URBANA QUANTO DA ZONA RURAL, QUE COM JUBILO DEMONSTRARAM A ALEGRIA DE PERTENCER A ESTA IGREJA QUE VEM EVANGELIZANDO COARI HÁ 43 ANOS.


NO CAMINHADA COMEMORATIVA, PARTICIPARAM ALÉM DO PASTOR PRESIDENTE DO MUNICÍPIO, TODOS OS PASTORES AUXILIARES, TANTO DA CIDADE QUANTO DA ZONA RURAL, ALÉM DE AUTORIDADES MUNICIPAIS.


A IGREJA DEMONSTROU PARA TODOS OS HABITANTES DA CIDADE, OS PROJETOS MISSIONÁRIOS E SOCIAIS QUE DESEMPENHA NO MUNICÍPIO, COMO O POR EXEMPLO O PROJETO CRESCENDO COM JESUS, QUE ATENDE MAIS DE 500 ADOLESCENTES COM ORIENTAÇÃO PARA UMA VIDA SOCIAL E ESPIRITUAL SAUDÁVEL.


ALÉM DOS PROJETOS DESENVOLVIDOS PELA IGREJA, OS MEMBROS DAS 15 CONGREGAÇÕES CAMINHARAM EM BLOCO, EM UMA VERDADEIRA FESTA ESPIRITUAL QUE IMPACTOU A CIDADE DE COARI. MILHARES DE PESSOAS, QUE ALCANÇADAS PELO PODER DO EVANGELHO, CONGREGAM-SE NA ASSEMBLÉIA DE DEUS EM COARI.


A PRESENÇA MARCANTE DE PIONEIROS DESTA JOVEM IGREJA MESCLOU-SE COM A MULTIDÃO DE NOVOS CRENTES QUE JUBILOSOS CANTAVAM PARA DEUS, PELAS RUAS COARI.


POR FIM, A CAMINHADA CHEGOU AO SEU LOCAL DE DESTINO, O TERRENO ONDE SERÁ CONSTRUÍDO O NOVO TEMPLO DA ASSEMBLÉIA DE DEUS, COM LUGAR PARA MAIS DE 6.000 PESSOAS, UM PROJETO OUSADO, O MAIOR TEMPLO DO INTERIOR DO ESTADO DO AMAZONAS, QUE JÁ CONTA, COM UMA MULTIDÃO SUFICIENTE PARA PREENCHÊ-LO, ASSIM QUE FOR INAUGURADO.

spacer

Analfabetismo no Amazonas

MANAUS - O atendimento oferecido pelo projeto Sesc Ler, nestes últimos nove anos representa uma parcela de 9,7% na redução destes índices. O Projeto Sesc Ler no Amazonas, está atuando há cinco anos, nos municípios de Manaus- Cidade Nova, Presidente Figueiredo, Itacoatiara, Maués, Parintins, Coari, Tefé e Manacapuru.

A previsão de atendimento para este ano é de 769.330, ou 49,21% a mais que em 2007.

Além da atividade principal que é a Educação de Jovens e Adultos o projeto até o final de 2008 vai realizar ainda Cursos de Valorização Social, Higiene Pessoal, Pintura em tecido,formação em IPTV através de vídeo conferência abordando temas de educação e inclusão social, Cineduc com exibição de filmes, Desenvolvimento do Projeto Habilitação de Estudos, Apresentações Artísticas, Recreação e Desenvolvimento Físico Esportivo.

Reconhecimento

Em 2006, o Serviço Social do Comércio recebeu do MEC/SECAD a Medalha Paulo Freire, decorrente do reconhecimento da redução dos índices de analfabetismo no Brasil. Dados recentes apontam que em nosso estado ainda existem 820.000 analfabetos.

Para assistir a vídeos com notícias e informações sobre a Amazônia, acesse gratuitamente www.portalamazonia.com/videosdaamazonia.

Fonte: Sesc/AM - JM
spacer

APÓS 76 ANOS DE COARI

Sempre elogiei esta minha terra e não é agora que vou me deixar de fazê-lo. Sejam nos momentos felizes ou tristes, seja quando os ventos sopram favoráveis ou contrários, na alegria ou na desdita. Coari será sempre Coari. Problemas? Se for atrás deles encontraremos em todos os lugares, na mais distante aldeia perdida no meio da floresta, ou na mais cosmopolita metrópole. O que não podemos apagar é o que foi feito para mudar o quadro dos problemas que todos os dias se apresentam na complexidade da vida em sociedade.

Coari hoje pode celebrar um novo momento de progresso e de desenvolvimento, avanço comparativo ao que era no passado não muito distante e também aos outros municípios do interior do Estado. A inclusão social é feita através de 23 programas sociais, não apenas de distribuição de renda, mas programas sociais que dão dignidade aos cidadãos, como é o caso do Centro de Convivência do Idoso que atende mais de 3.000 idosos no município, com todo amparo social, em saúde e atividades físicas.

Os investimentos em educação também são notórios, pois até 8 anos atrás o município contava com apenas 03 escolas em situação precária na Zona Urbana, sendo elas E.M. Domingos Agenor Smith com 04 salas de aula, hoje com 10 salas de aula climatizadas; E.M. Cândida Aquino de Araújo, com 04 salas de aula, hoje com 14 salas de aula climatizadas e a E.M. Raimundo Bezerra com 02 salas de aula, hoje com 10 salas climatizadas. Coari tinha uma demanda de 8.075, distribuídos na Zona Urbana e Rural. Hoje conta com uma demanda de mais de 17.000 alunos. Todas as salas de aula em Coari são climatizadas, ou seja, o velho ventilador foi trocado pelo ar-condicionado. Todos os estudantes da rede municipal de ensino recebem o Kit Escolar que inclui fardamento e mochila com material escolar completo, da Educação Infantil ao Ensino Fundamental, bem como os alunos do Programa de Educação de Jovens e Adultos-PEJAC. Sendo que os alunos da Creche e da Educação Infantil recebem além do seu material, um Kit de higiene pessoal. Coari conta também com uma frota de Microônibus para transporte dos alunos que moram distantes de suas escolas.

A Rede Municipal de Ensino em Coari é composta por 11 (onze) escolas na Zona Urbana, sendo 03 (três) Escolas de Educação Infantil, 02 (duas) Creches e 06 (seis) Escolas de Ensino Fundamental e 166 (cento e sessenta e seis) Escolas na Zona Rural; conta com um quadro docente de 1.487 professores, 12 supervisores escolares na Zona Rural e 19 na Zona Urbana, e 24 Plantonistas do Projeto Plantão Escolar.

O Ensino Superior em Coari passou por uma grande transformação, pois a oferta dos Cursos em nível superior aumentou significativamente. Hoje as Instituições de Ensino Superior, de ensino gratuito, como o Pólo da Universidade Federal do Amazonas - UFAM, o Centro de Estudos Superior da Universidade do Estado do Amazonas – UEA e o Pólo de Apoio Presencial da Universidade Aberta do Brasil –UAB, garantem à população a oferta anual de cursos de nível superior.

Até 2001, as pessoas que desejavam cursar uma Faculdade precisavam viajar para Manaus, precisando morar, muitas das vezes em casa de pessoas estranhas ou pagar aluguel. Mesmo tendo ainda alunos que tiveram que se deslocar para Manaus, a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Educação criou o PROGRAMA DE AUXÍLIO E INCENTIVO AO UNIVERSITÁRIO COARIENSE – PAIUC, de forma a contribuir para formação profissional de estudantes de graduação nas diversas áreas do conhecimento, oriundos do município de Coari, cujos cursos serão ministrados em outras cidades pertencentes ao Estado do Amazonas, com uma bolsa de um salário mínimo.

A Universidade Federal do Amazonas – UFAM oferta os seguintes cursos, conveniados com a Prefeitura Municipal de Coari: cada turma com 50 alunos:

  • Licenciatura Plena em Pedagogia – 02 turmas
  • Bacharelado em Administração – 01 turma
  • Bacharelado em Serviço Social – 01 turma
Demais cursos:
  • Licenciatura dupla em Química e Biologia
  • Licenciatura dupla em Matemática e Física
  • Bacharelado em Enfermagem
  • Bacharelado em Biotecnologia
  • Bacharelado em Fisioterapia
  • Bacharelado em Nutrição

A Universidade do Estado do Amazonas – UEA oferta ou ofertou os seguintes cursos, conveniado com a Prefeitura Municipal de Coari: cada turma 50 alunos.
  • Ciência Política – Concluído
  • PROFORMAR – Curso Normal Superior – 07 turmas
Demais cursos:
  • Licenciatura Plena em Matemática – 02 turmas
  • Curso Normal Superior – 02 turmas
  • Processamento de Dados – 01 turma

E a mais nova menina dos olhos Coarienses a Universidade Aberta do Brasil – UAB

Projeto criado pelo Ministério da Educação em parceria com as Instituições de Ensino Superior e as Prefeituras, com objetivo de levar ensino superior público de qualidade aos Municípios.
O Pólo de Apoio Presencial da UAB em Coari está localizado na Rua “C”, nº 19 – Bairro: União.
Os seguintes cursos, ofertados pela Universidade Federal do Amazonas – UFAM:
  • Bacharelado em Administração
  • Licenciatura Plena em Artes Plásticas
  • Licenciatura Plena em Ciências Agrárias.
Pós-graduação em Gestão em Saúde e Facilitadores da Educação Permanente em Saúde, pela Fundação FIO-CRUZ.

Coari Vest

Programa desenvolvido como Curso Pré-Vestibular, para os alunos do Ensino Médio, com o objetivo de terem um preparo maior para enfrentar os vestibulares.

Se os resultados na educação ainda não vieram, com certeza chegarão em breve, uma vez que as mudanças sociais nos índices são lentas, e apenas com o tempo os resultados são perceptíveis. Mas o importante são as ações que estão sendo realizadas para equacionar a problemática.

Referindo-me apenas a estas duas áreas, o social e o educacional, já produzi o texto longo, que talvez o leitor do blog não tenha tanto tempo assim para ler. Sei que para falar das virtudes de Coari seria necessário escrever um grande livro. Mas a história se encarregará disso.

De qualquer forma, parabéns Coari! Parabéns ao seu povo querido, gente bonita e hospitaleira, que trabalha e constrói os seus sonhos com muita fé e perseverança.
spacer