TERCEIRA NOITE DO FESTIVAL CULTURAL DE COARI

Novamente o tempo contribuiu para que a festa fosse completa no Centro
Cultural Carlos Braga. A terceira noite do Festival Cultural, na noite de ontem
(terça-feira), foi marcada por apresentações das danças internacionais de
diversas escolas, mas moradores do bairro Santa Helena abriram a programação
com a dança regional Cangaceiros de Coari. Quatro agremiações concorrem ao
título da categoria Dança Internacional Infanto-Juvenil.

Alunos do Centro Educacional Paraíso apresentaram a Dança Cigana, que
desenvolveu uma viagem ao imaginário amazônico. Em seguida foi a vez da
Dança Portuguesa, com os alunos de 6 a 15 anos da escola Ursulina Oliveira,
ganhar aplausos do público ao apresentar o enredo “Portugueses no Brasil,
assim começou a nossa história.

Já passava da meia noite quando a dança Libanesa, constituída por alunos do
Instituto Bereano de Coari entraram na arena para apresentar o tema “
Sherazade e as fantásticas estórias de mil e uma noites”. O grandioso cenário,
com direito a tapete voador, e as fantasias chamaram a atenção pela imponência
e riqueza de detalhes.

Finalizando a noite, os alunos da escola Agenor Smith surpreenderam o
Público com a Dança Espanhola e o tema “Olé! Soy spañola! Pela união de Castela
e Aragão, venho mostrar o esplendor da diversidade cultural como arte por
excelência”.

Para a noite desta quarta-feira estão programadas as apresentações do grupo da
Terceira Idade, a quadrilha cômica Buscapé na Roça e as quadrilhas da categoria
Adulto Luxo - Uirapuru, Os Canários e Galo da Serra.

Resultados das quadrilhas
Categoria Caipira Infanto-Juvenil
1º lugar – Chapeuzinho Vermelho na Roça
2º lugar – Império na Roça
Categoria Luxo Infantil
1º lugar – Pezinhos de Ouro
2º lugar – Raio de Sol
Categoria Luxo Infanto-Juvenil
1º lugar – Rosa de Ouro
2º lugar – Flor Lilás
Categoria Luxo Adulto
1º lugar – Caipiras Modernos
2º lugar – Os Sabiás
3º lugar – Bico de Brasa
4º lugar – Nova Geração
spacer

3º Festival Cultural de Coari - 2ª noite – 28.07.2008

Numa noite de luar, bem diferente da noite anterior, oito agremiações incendiaram o arraial do Centro Cultural Carlos Braga, nesta terça-feira segunda noite do terceiro Festival Cultural de Coari. As escolas estaduais, comunidades rurais e o bairro Chagas Aguiar comandaram a animação.

Os primeiros a se apresentar foram as crianças alunas da escola Inês de Nazaré Vieira com a quadrilha Império na Roça e, em seguida, foram os alunos da escola Diamantina Ribeiro que apresentaram O Chapeuzinho Vermelho no Arraial, com direito a caçadores, lobo mau e as meninas de chapeuzinho vermelho. Ambas concorrem na categoria caipira infanto-juvenil.

Duas agremiações folclóricas disputam o título na categoria Luxo Infanto-Juvenil – Rosa de Ouro e Flor Lilás. A primeira representa a escola Dom Mário e a segunda é formada por alunos da escola Iraci Leitão.

O título de campeã na categoria Caipira Adulta vai ser conhecido entre as quadrilhas Nova Geração (bairro Chagas Aguiar), Os Sabiás (comunidade Nossa Senhora de Fátima), Os Caipiras Modernos (Instituto Bereano) e Os Bicos de Brasa (comunidade Esperança I). O resultado apontando os vencedores das duas noites vai ser revelado às 16h00 desta quarta-feira.

Hoje, na terceira noite do festival, apresentam-se a Dança Regional Os Cangaceiros de Coari (bairro Santa Helena), e também as Danças Internacionais Infantis Cigana (escola Paraíso), Portuguesa (escola Ursulina Oliveira), Libanesa (Instituto Bereano) e, finalizando a noite, os alunos da escola Agenor Smith com a dança Espanhola.
spacer

ABERTURA DO TERCEIRO FESTIVAL CULTURAL

Lendas, mitos, cores, e muita festa foram os ingredientes da noite de abertura do terceiro festival cultural de Coari, que aconteceu neste domingo no Centro Cultural Carlos Braga. O Corpo de Dança de Coari deu as boas vindas ao festival de Contos e Encantos da Cultura Amazônica.
Nem mesmo a inesperada chuva, que desabou antes do início da abertura da festa esfriou os ânimos de quem veio se apresentar ou prestigiar os grupos de quadrilha luxo infantil e caipira infanto-juvenil.

Cada um dos quatro grupos programados para primeira noite se apresentou na arena do centro cultural durante o tempo máximo de uma hora e quarenta minutos diante do público e dos cinco jurados que vieram da capital amazonense.

Na categoria Luxo Infantil estão concorrendo Os Pezinhos de Ouro, representando a escola Dirce Pinheiro e Raio de Sol, formados por alunos da escola Amélia Aires.
Na categoria Caipira Infanto-Juvenil outras duas quadrilhas concorrentes, a Império na Roça e O Chapeuzinho Vermelho no Arraial. As duas agremiações representam as escolas Inês Vieira de Nazaré e Diamantina Ribeiro, respectivamente.

O Terceiro Festival Cultural prossegue na noite desta segunda-feira, quando se apresentam as quadrilhas das categorias Luxo Infanto-Juvenil – Rosa de Ouro e Flor Lilás.

Quatro quadrilhas da categoria Caipira Adulta também se apresentam hoje, segunda-feira, na segunda noite do festival – Nova Geração, Os Sabiás, Os Caipiras Modernos e, encerrando a noite, Os Bicos de Brasa. O resultado dos vencedores do festival, em cada categoria, é revelado às 16h00 de cada dia posterior à apresentação.
spacer

Quatorze ex-prefeitos querem voltar ao cargo


Aristide Furtado
Especial para A CRÍTICA

Pelo menos 14 ex-prefeitos de municípios do interior do Amazonas brigam para voltar ao poder nas eleições deste ano. Onze deles tiveram contas de suas gestões reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE/AM) ou pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

Na lista de ex-gestores candidatos que apresentam contas julgadas irregulares pelo TCE/AM, constam José Maria Muniz, de Iranduba; Hélio Bessa, de Tefé; Adail Paes, de Rio Preto da Eva; Romeiro Mendonça, de Presidente Figueiredo; Enéas Gonçalves, de Parintins; Amilton Gadelha, de São Gabriel da Cachoeira; Manoel de Oliveira Galdino, de Manicoré; e Odilon Picanço, de Beruri.

Dois desses ex-prefeitos aparecem na relação de responsáveis por contas reprovadas pelo TCU: José Maria Muniz e Amilton Gadelha. Também têm convênio julgado irregular pela Corte o ex-prefeito de Tabatinga, o radialista Lino Marinho e o candidato a vice-prefeito em Boa Vista do Ramos, Vasco Ribeiro, que faz parte da chapa encabeçada pela sua mulher, Rejane Ribeiro.

Os prefeituráveis campeões de contas desaprovadas pelo TCU são Hélio Bessa, com oito decisões desfavoráveis, e José Maria Muniz, com seis. Sob responsabilidade de Bessa, existem convênios correspondentes a R$ 1,160 milhão julgados irregulares pelo tribunal referente a convênios celebrados com órgãos do Governo Federal. Em abril de 2005, o TCU o condenou a devolver R$ 450 mil por problemas na aplicação de recursos conveniados com o Ministério da Saúde (MS) para construção de um hospital com 60 leitos em Tefé.

Hélio Bessa não comprovou a execução total de convênio firmado entre a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e a Prefeitura de Tefé, em 1998, para ampliar a rede de abastecimento de água em bairros carentes do município. Por isso, foi condenado a devolver R$ 184,4 mil à União. O TCU reprovou em novembro de 2004 a prestação de contas de Bessa no valor de R$ 180 mil obtidos do Ministério da Saúde para construção de uma unidade hospitalar.

No site do TCU, podem ser encontrados contra Bessa reprovação de contas de: R$ 150 mil, pela falta de comprovação de aplicação de recursos de convênio firmado com o Ministério de Assistência Social para o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes; R$ 91,7 mil, da Funasa, para ações de controle da malária; R$ 41,6 mil, relativo a irregularidades na prestação de contas do Programa Nacional de Alimentação Escolar.

Na gestão de José Maria Muniz, a Corte encontrou irregularidades na execução de convênio entre a Prefeitura de Iranduba e a Suframa para construção de um terminal de passageiros, cargas e entreposto de pescado. O TCU reprovou a prestação de contas referente a uma quadra que deveria ter sido construída na vila de Cacau Pirera no valor de R$ 100 mil.

Também foram rejeitadas duas prestações de contas de convênios com o FNDE; um com a extinta Fundação Educar; e outro com o extinto Ministério do Interior para construção de 1.130 lotes unidades sanitárias.
spacer

FESTIVAL CULTURAL COMEÇA

O terceiro festival cultural de Coari começa neste domingo, dia 27 e promete inovar na abertura, com a ambientalização lembrando quermesses e cenários que remetem as vilas e lugarejos onde a essência folclórica é preservada através da forma simples de viver do seu povo e a expressão maior da cultura como crenças, hábitos, costumes e expressão popular. A abertura do Terceiro Festival Cultural de Coari terá uma apresentação coreográfica envolvendo mais de 100 dançarinos, que através de expressão corporal, indumentárias e cenários criarão o clima que vai dar inicio a festa. A coreografia de abertura levará todos os presentes no Centro Cultural Carlos Braga a esta essência folclórica que terá o seu ápice nas diversas apresentações das agremiações culturais que fazem o festival de Coari acontecer.
O festival deste ano manterá seu estilo eclético, onde várias tendências culturais se apresentam para deleite do público e para a apreciação dos jurados. Desde quadrilhas caipiras infantis até danças internacionais, das tradicionais cirandas que já conquistaram o público coariense até as quadrilhas de luxo que a cada ano se fortalecem como atração cada vez mais forte no festival. Artistas plásticos, coreógrafos, coordenadores de cordões, gestores, costureiras e brincantes se preparam durante meses para que esta hora chegasse e o talento dos coarienses envolvidos na festa da cultura de um povo, fosse realizado com muito brilho e muita dedicação do dia 27 até o dia 31 de julho. A Secretaria de Cultura disponibilizou todos os meios suficientes para que as agremiações culturais se apresentem e para que o público que comparecer ao festival cultural, no centro cultura Carlos Braga tenha um espetáculo a altura dos coarienses.
spacer

POLÍTICA: ENTENDENDO AS DEFINIÇÕES

Em seis acepções, senão mais, é entendido e empregado o termo política.

  • No uso trivial, vago e às vezes um tanto pejorativo, política, como substantivo ou adjetivo, compreende as ações, comportamentos, intuitos, manobras, entendimentos e desentendimentos dos homens (os políticos) para conquistar o poder, ou uma parcela dele, ou um lugar nele: eleições, campanhas eleitorais, comícios, lutas de partidos, etc.;

  • Conceituação erudita, no fundo síntese da anterior, considera política a arte de conquistar, manter e exercer o poder, o governo. É a noção dada por Nicolau Maquiavel, em O Príncipe;
  • Política denomina-se a orientação ou a atitude de um governo em relação a certos assuntos e problemas de interesse público: política financeira, política educacional, política social, política do café etc.;
  • Para muitos pensadores, política é a ciência moral normativa do governo da sociedade civil. (Alceu Amoroso Lima – Política, 4º edição, pág. 136);
  • Outros a definem como conhecimento ou estudo “das relações de regularidade e concordância dos fatos com os motivos que inspiram as lutas em torno do poder do Estado e entre os Estados”. (Eckardt – Fundamentos de la Política, pág. 14);
  • Atualmente, a maioria dos tratadistas e escritores se divide em duas correntes. Para uns, política é a ciência do Estado. Para outros, é a ciência do poder;

A política é objeto de estudo da ciência política. e da ciência social

O termo política é derivado do grego antigo πολιτεία (politeía), que indicava todos os procedimentos relativos à pólis, ou cidade-Estado. Por extensão, poderia significar tanto cidade-Estado quanto sociedade, comunidade, coletividade e outras definições referentes à vida urbana.
O livro de Platão traduzido como "A República" é, no original, intitulado "Πολιτεία" (Politeía) .

O homem é um animal político - Aristóteles

spacer

CHARGE - AMARILDO


spacer

UFAM: PROVAS E GABARITOS

07/07/2008 - 15h30
Ufam libera gabarito da prova aplicada nesta 2ª feira
Vestibulandos responderam 60 questões de conhecimentos gerais.Lista de aprovados será anunciada no dia 28 de julho.
Do G1, em São Paulo entre em contato
ALTERA OTAMANHO DA LETRA
A-
A+
Saiba mais
» Ufam realiza provas do vestibular neste domingo
» Confira o gabarito da prova de domingo da Ufam
A Universidade Federal do Amazonas (Ufam ) divulgou o gabarito oficial da prova de conhecimentos gerais II da prova do vestibular macro-verão, aplicada nessa segunda-feira (7).

Veja aqui o gabarito da prova de segunda-feira

Os vestibulandos responderam 60 questões de múltipla escolha, sendo 15 de geografia, 15 de biologia, 15 de física e 15 de química.

No domingo (6), os vestibulandos resolveram uma redação e uma prova de conhecimentos gerais com 60 questões: 20 de protuguês, cinco de literatura brasileira, cinco de língua estrangeira, 15 de matemática e 15 de história.

Veja aqui o gabarito da prova de domingo

Questionamentos sobre qualquer questão das provas deverão ser feitos por escrito, fundamentados e encaminhados no endereço eletrônico comvest@ufam.edu.br, no prazo máximo de dois dias úteis após a divulgação do gabarito da prova. A divulgação da lista de aprovados está prevista para o dia 28 de julho.
spacer

CAMPANHA ABERTA

Aparentemente os grupos políticos vão sendo formados acomodados aos vários aspectos da política local, que mais que situação ou oposição, na verdade revela a formataçãos dos partidos e o interesse de seus dirigentes, de como os agentes políticos pretendem levar a disputa eleitoral até o dia 5 de outubro, dia em que os eleitores vão escolher os seus representantes, através do sufrágio universal. Com o final do prazo para o registro das candidaturas no último sábado (5), a configuração das chapas para a corrida ao palácio 2 de agosto ficou em torno dos nomes de:
  • Rodrigo Alves (PP)
  • Ossias Josino (PSDB)
  • Arnaldo Mitoso (PMN)
  • José Lobo (PC do B)
  • Messias Oliveira (PDT)

Com o registro das candidaturas, desde o dia 06 de julho (domingo) já está liberado, o uso pelos candidatos, tanto a prefeito quanto a vereadores, a utilização de carros de som para divulgarem suas candidaturas, mas até agora, aqui na terra do petróleo e do gás, ninguém quis dar a partida.

A partir de domingo os comícios já estão liberados, os candidatos já podem divulgar seus projetos para as melhorias da cidade, prática pouco adotada pelos políticos, que geralmente utilizam a tática de atirar para todos os lados com acusações as mais diversas, aos moldes da antiga política, vazia de idéias e cheia de absurdos.

spacer

ASSUNTOS EM PAUTA NA POLÍTICA NACIONAL

Enviado por Carol Pires -
7.7.2008
12h30m
Agenda política de 7 a 11/07/2008
Segunda-feira
* O projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2009 está pronto para ir à votação em sessão do Congresso Nacional. Senadores e deputados não podem entrar em recesso parlamentar sem antes aprovar a LDO. O recesso está previsto para começar no próximo dia 18.
Terça-feira
* Conselho de Ética da Câmara ouve o depoimento do deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP). Paulinho é acusado pela Polícia Federal de participar de esquema de fraudes envolvendo o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
* Quatro Medidas Provisórias (MPs) têm prazo vencido e esperam votação no plenário do Senado. Nada pode ser analisado antes delas. A primeira MP abre crédito extraordinário de R$ 1,8 bilhão para diversos órgãos do Poder Executivo.
* Na Câmara, outras quatro Medidas Provisórias (MPs) trancam a pauta. Pela manhã, os líderes partidários devem se reunir com o presidente Arlindo Chinaglia (PT-SP) para tentar acordo em torno de uma agenda positiva. A idéia de Chinaglia é votar projetos importantes antes do recesso parlamentar.
* Lula chega ao Japão, onde participará de reunião conjunta do G8 (grupo formado por Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão, Reino Unido e os Estados Unidos, mais a Rússia) e do G5 ( Brasil, África do Sul, China, Índia e México).
Quarta-feira
* Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) discute proposta do senador Cristovam Buarque (PDT-DF) que suspende os sigilos bancário e fiscal de ocupantes de cargos eletivos durante os seus respectivos mandatos. Também está na pauta da CCJ projeto do senador Demóstenes Torres (DEM-GO) que trata da inegibilidade de políticos condenados pela Justiça por crimes de corrupção e por crimes com penas superiores a 10 anos.
* Ministros Carlos Minc (Meio Ambiente) e Roberto Mangabeira Unger (Assuntos Estratégicos) debatem sobre o Plano Amazônia Sustentável (PAS) em audiência pública na Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA) do Senado
spacer

PÓLO IV 2008: COARI O GRANDE CAMPEÃO

Coari destacou-se como o grande campeão do Pólo IV, com 22 medalhas de ouro. Participaram do pólo durante 5 dias os municípios de Coari, Codajás, Alvarães, Fonte Boa, Juruá, Maraã, Tefé e Uarini. Coari destacou-se tanto nas modalidades coletivas, quanto nas modalidades individuais.

O handebol masculino infantil foi campeão, assim como o handebol feminino juvenil e o handebol masculino juvenil. O voleibol masculino também foi campeão e o futsal femenino. O aproveitamento de Coari nos esportes coletivos foi de 71, 42%. Já nas modalidades individuais Coari faturou 15 medalhas de ouro, 12 de prata e 7 de bronze, totalizando 34 medalhas, sendo também o melhor colocado com um aproveitamento de 45, 45%. Os atletas coarienses também faturaram ouro no tênis de de mesa masculino e no xadrez feminino.

Entusiasmo foi o que não faltou para os atletas, em sua maioria adolescentes que carregam consigo o sonho de vencer através do atletismo. Em Coari há muito espaço para as práticas esportivas coletivas e aos poucos, no bairro Pêra uma leva de competidores no atletismo começa a superar municípios como Uarini, que no ano passado foi campeão nesta modalidade.

Em ano Olímpico, nunca é demais despertar o sentimento de vitória que o esporte desperta, e acima de tudo, envolvendo os jovens com algo que os afaste da ociosidade, das drogas e da prostituição: e isso o esporte consegue fazer.
spacer