MAIS AÇÕES...

spacer

MAIS QUE PALAVRAS...


Ginásio Poliesportivo do Bairro Taua-Mirim. Realidade nova no infra-estrutura da cidade.
spacer

AÇÕES VALEM MAIS QUE PALAVRAS

Ginásio São José vai ser inaugurado dia 14.


spacer

COARI

Minha terra
Meu amor
Minha cidade
Meu calor

Minha origem
Minha amada
Minha espera
Minha vida
spacer

PREVISÃO DE INAUGURAÇÃO DO GASODUTO

Em resposta a críticas do líder do PSDB, Arthur Virgílio (AM), e a elogios da líder do bloco de apoio ao governo, Ideli Salvatti (PT-SC), Silas disse acreditar nos projetos do PAC eno acerto do planejamento estratégico do atual governo, que considerou "um ponto de honra". O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, informou a Virgílio que o gasoduto Coari-Manaus deverá estar concluído em 2008, dependendo das chuvas.
spacer

MANTIDA A COMISSÃO LEGISLATIVA

26/03/2007 - 17:00 - STF suspende execução de liminar e mantém comissão legislativa que processa prefeito de Coari (AM)

A presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) deferiu pedido de Suspensão de Segurança (SS 3121), ajuizado pela Mesa Diretora da Câmara Municipal de Coari (AM), para manter em funcionamento comissão processante que apura suposta infração político-administrativa pelo prefeito municipal.

O pedido de suspensão foi motivado por liminar concedida em Mandado de Segurança impetrado no Tribunal de Justiça estadual (TJ-AM). A liminar suspendeu ato legislativo municipal que, ao receber denúncia com base nos incisos VIII e X do artigo 4º, do Decreto-lei nº 201/67.
spacer

BOTOS...

MEIO AMBIENTE
População de botos diminui 7% ao ano [ 21/03 ]

Pesquisadores do Projeto Boto do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) denunciaram que estudos feitos há 12 anos apontam que a população de botos tucuxi e cor-de-rosa da Amazônia está decrescendo cerca de 7% ao ano. Embora contados por estimativa, dos 435 botos marcados há sete anos, menos da metade está viva. "Entre os sobreviventes há muitos com nomes humanos escritos nas costas, barbatanas cortadas, com várias mutilações absurdas", conta a pesquisadora Vera da Silva.

Segundo a pesquisadora, a matança está aumentando porque os animais servem de iscas para a pesca do peixe piracatinga (Calophysus macropterus), que é altamente consumido na Colômbia e encontrado em muitas partes da bacia do Amazonas, especialmente no entorno da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, a cerca de 530 quilômetros de Manaus. Por ser é um peixe necrófago (alimenta-se de cadáveres de animais aquáticos), a piracatinga não é consumida no Brasil, então a pesca é exportada para o país vizinho.

O desaparecimento ou mutilação dos animais foi detectada também nos rios próximos aos municípios Coari e Tabatinga. De acordo com Vera, há comunidades que estão sobrevivendo da pesca da piracatinga. "Não é só o boto que está sofrendo, o jacaré também mas a preferência continua sendo pela carne do boto porque ele é mamífero, a musculatura é mais rígida. Assim, a isca dura mais", conta.
spacer

PARABÉNS...

Pra minha filha Ananda Louise que fez aniversário este mês março (dia 08). Somente agora a internet me permitiu postar uma foto dela. Já que consegui, fico feliz pela alegria dela.
spacer

DIA INTERNACIONAL DA ÁGUA

Amanhã Coari vai comemorar o Dia Internacional da Água, valorizando este precioso líquido tão abundante em nosso município e tão indispensável para a nossa sobrevivência. As atividades vão começar a partir das 8:00 horas na Praça Getúlio Vargas e haverá uma pequena passeata no centro da cidade onde através dela será chamada a atenção das pessoas sobre o tema. As 9:00h começam as atividades nas águas do Lago de Coari: passeio de barco e canoa em direção ao Igarapé do Pêra; natação rústica (nado livre) com entregas de troféus e medalhas. E no retorno, será colocado em prática o Projeto Rapiché: a limpeza no Igarapé do Pêra e Lago de Coari, próximos a cidade, propriamente dito, o recolhimento dos resíduos plásticos que possam ser encontrados poluíndo as águas.
O Secretário de Meio Ambiente e Turismo Manoel Batista, afirmou que já entrou em contato com as escolas do município, ele ressaltou a importância de atentarmos para este tema tão importante: a conservação de nossa água.
Uma frase que me chamou a atenção: "Apenas no dia em que o ser humano poluir o último rio, matar o último peixe e cortar a última árvore, ele verá que não pode alimertar-se de dinheiro".
spacer

POR FALAR EM EDUCAÇÃO

No dia 31 de março, a rede municipal de ensino de Coari vai está em festa. Neste dia, serão entregues todos os fardamentos e kits escolares para todos os alunos que fazem parte de rede de ensino do município. O fardamento foi todo costurado em nosso município, pela indústria de confecções de Coari, e os kits são todos os materiais didáticos necessários para o aluno: lápis, canetas, cadernos, borrachas, etc... inclusive material de higiêne pessoal. Todos os materiais são entregues gratuitamente para atender a demanda dos alunos.

A presença do governador Eduardo Braga já está confirmada, neste dia também serão inaugurados os 04 ginásios poliesportivos e o aterro sanitário do município. O aterro sanitário é um diferencial em todo o estado, atendendo todas as especifícações técnicas e devidamente licenciado. Do lixo doméstico até o lixo hospitalar, os resíduos serão devidamente tratados.
spacer

EDUCAÇÃO EM COARI

Próximo ao inicio das aulas municipais em Coari, foram tomadas algumas providências para que o ensino na Zona Rural do município seja executado sem muitos contratempos, uma vez que as dificuldades naturais do interior são desafios que precisam ser superados tanto por quem adminstra, ensina ou aprende. Todos nós sabemos que as maiores dificuldades na Zona Rural de nossos municípios, são: distâncias, a utilização de barcos para o transporte dos alunos, infraestrutura.

A Secretária de Educação Maria Dorimar Granjeiro Pinto, me passou alguns números, que acho interessante compartilhar. Estes números dizem respeito aos contratos recentes, feitos para atender a demanda da educação para a Zona Rural:

  • 720 professores;
  • 312 catraeiros (transportadores);
  • 187 guias;
  • 268 merendeiras;
  • 199 serventes;
  • 16 vigias;
  • 94 motoristas;
  • 150 canoas com motor rabeta;
  • 90 barcos;

Fazer a educação em nossa realidade, é um desafio que pede força de vontade, criatividade, vontade política e muito disposição para aprender e ensinar.

spacer

PASSAGEM DE VANEZA GRAZIOTIM EM COARI DESPERCEBIDA

A Deputada Federal Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), passou de forma despercebida por Coari. Parece que a Deputada não está com o ibope bom entre os coarienses, ela que sempre arranca votos de Coari, mas além de discursar não tem feito nada consistente pela população... Outro fator que deixou a imagem desgastada foi o seu pronuciamento contrário a instalação do Pólo Gás Químico em Coari. Infelizmente, a Deputada que só vem aqui quando é apropriado a ela, parece não pensar nos coarienses que aqui vivem diariamente e que precisam de emprego e renda para sustentar suas famílias. Segundo o informativo O VERMELHO os motoqueiros aplaudiam as duras palavras da deputada, mas pessoas me afirmaram que não eram aplausos não, eram vaias a parlamentar. De qualquer forma o que está escrito no informativo e o que o povo andou falando, é bom analisar. O certo é que vir aqui em Coari, falar apenas é fácil o difícil é trazer para o município alguma ação que evetivamente contribua para uma vida melhor dos cidadãos.
spacer

ANTES QUE ME ACUSEM DE LEVIANO

Bem, antes que me acusem de leviandade nos textos de minha autoria, lidos neste Blog, quero deixar aqui um trecho da Lei 5.250 que regula a liberdade de manifestação de pensamento e de informação, lei promulgada no dia 09 de fevereiro de 1967:

Art. 27. Não constituem abusos no exercício da liberdade de manifestação do pensamento e de informação:
...
II - a reprodução, integral ou resumida, desde que não constitua matéria reservada ou sigilosa, de relatórios, pareceres, decisões ou atos proferidos pelos órgãos competentes das Casas legislativas;
III - noticiar ou comentar, resumida ou amplamente, projetos e atos do Poder Legislativo, bem como debates e críticas a seu respeito;
IV - a reprodução integral, parcial ou abreviada, a notícia, crônica ou resenha dos debates escritos ou orais, perante juízes e tribunais, bem como a divulgação de despachos e sentenças e de tudo quanto fôr ordenado ou comunicado por autoridades judiciais;
V - a divulgação de articulados, quotas ou alegações produzidas em juízo pelas partes ou seus procuradores;
...
VII - a crítica às leis e a demonstração de sua inconveniência ou inoportunidade;
VIII - a crítica inspirada pelo interêsse público;
IX - a exposição de doutrina ou idéia.
Parágrafo único. Nos casos dos incisos II a VI dêste artigo, a reprodução ou noticiário que contenha injúria, calúnia ou difamação deixará de constituir abuso no exercício da liberdade de informação, se forem fiéis e feitas de modo que não demonstrem má-fé.
spacer

A SEMANA EM COARI (parte 3)

Na quarta-feira, mais um capítulo desta novela de acusações, deflagrada na Câmara de Coari se desenrolou. Fui coadjuvante deste momento, pelo fato de ser locutor da Nova Coari FM fui para executar o direito de resposta determinado pela justiça. Fato que com certeza dispertara a curiosidade de muitos para saber o que seria dito.
Durante uma hora e cinco minutos do direito de resposta mais acusações surgiram. A vitrine da vez foi o locutor Walcione Tavares, atual secretário de comunicação, que foi alvo de várias acusações pelos vereadores José Wilson e Evandro Moraes, que dedicaram minutos preciosos do direito de resposta, sem apresentar documentos das acusações ao locutor.
O vereador Bita Torres se defendeu da acusação de que estavam com armas na freguesia por ocasião dos dias anteriores a disputa pela presidência, dizendo que tinham ido a freguesia para orar pela progresso e paz da cidade.
Mas um fato inusitado aconteceu, após uma hora e cinco minutos de defesas e acusações. Um ouvite da Rádio ligou revoltado cobrando um boi que teria sido comprado por um dos vereadores, fiado, e que até agora não teria sido pago. A ligação do ouvinte durou, talvez, apenas 30 segundos, mas parece que foi o suficiente para ofuscar a uma hora e cinco minutos usados no direito de resposta.
E a noite, em frente a Câmara de Vereadores, diante de mais acusações, a ligação virou um coro, por parte de muitos cidadãos que compareceram para assistir o Big Brother Legislativo: "Paga o Boi! Paga o Boi! Paga o Boi"
Na sua ligação o ouvinte ainda disse: "Compromisso por compromisso, não importa se é grande ou pequeno, tem que ser cumprindo!"
Parece que eu ainda vou ter que continuar contando mais capítulos desta história neste Blog. Será que vai ter paredão neste reality show coariense, e se tiver, que será eliminado?
spacer

A SEMANA EM COARI (parte 2)

Um pouco antes, durante o dia, mais um capítulo triste desta história. Durante o dia, ao tentarem usar o direito de resposta na Rádio Nova Coari FM, um fato chamou a atenção de todos: "O Robério Queiróz foi preso". O comentário correu a cidade; acusação: desacato". Tive a oportunidade de conversar com o Robério que é locutor conhecido, de longa data em Coari, que já trabalhou na Rádio Educação Rural de Coari e ficou conhecido pelos editoriais lúcidos que fazia na época e que continua lúcido nas suas observações. Bem, conversei com ele e ele me disse que só estava tentando acertar os detalhes da transmissão, tentando ver a forma de conduzir o direito de resposta, quando foi supreendido pela voz de prisão. Parece que os seis vereadores entenderam diferente, e acionaram a justiça: o fato é que com ou sem a prisão do locutor, o direito de resposta não foi executado no dia; ficou para o dia seguinte. Além do burburinho causado pela prisão, o fato ainda rendeu trechos de discurso a noite. E o suspense aumentou... O que vai acontecer na quarta? O que vai ser dito no direito de resposta? Suspense que seria revelado no dia seguinte.
spacer

A SEMANA EM COARI (parte 1)

Um prédio em especial está chamando a atenção dos coarienses, onde pelo menos centenas de pessoas comparecem não ao interior do prédio (porque não cabe, mas em frente), e movidos por uma curiosidade impar, assistem um show de acusações por meio de um telão.

A cada semana um capítulo, a cada reunião um espetáculo de desequilíbrio que leva as pessoas a Câmara Municipal de Coari para acompanharem uma espécie de "Big Brother", só que bem aqui, pertinho de todos, a reunião da terça-feira foi mais movimentada ainda, pelo fato de por duas semanas aquele plenário ter-se encontrado vazio. Quem acompanhou ouviu, viu, mas não entendeu o motivo da ausência dos seis vereadores: alegaram viagem a trabalho, interesse do Poder Legislativo, mas seis de uma vez, sem ter reunião, sem nada ter sido votado, apresentado ou discutido, realmente, não deu pra entender muita coisa.

A impressão que ficou desta reunião é que certas desculpas explicam, mas não justificam, por que a casa do povo ficou duas semanas vazia e muda.

spacer

COARI AQUECENDO A ECONOMIA NO ESTADO

Saiu no Jornal do Comércio, um fato que mostra a importância estratégica de Coari no cotexto econômico do Estado.
Segundo o executivo, o aumento do prazo de financiamento de embarcação no ano passado, associado ao aquecimento da atividade petrolífera do gás de Urucu em Coari possibilitou à empresa fechar 2006 com um crescimento de 50% nas vendas. “Em 2005 produzimos 120 unidades, enquanto no ano passado conseguimos atingir ao número de 180 barcos fabricados”, informou o diretor.


LEIA MAIS
spacer

UFA! É ISSO MESMO....

É isso mesmo! Ufa!...de alívio. Desde o dia 8 de março não consegui postar nada no blog... pense numa dificuldade! Até na internet discada não tava conseguindo nada, e a partir de agora vou dar continuidade a minha epopéia. Me desejem boa sorte! rs...
spacer

HOMENAGEM


Em nome de minha esposa, Alzilete, homenageio todas as mulheres que acessam meu blog. Parabéns mulheres pelo seu dia.
spacer

FESTA ESPECIAL PARA AS MULHERES DE COARI

Mulher de 118 anos escolhida para receber homenagem. O vice-prefeito entrega a placa em homenagem a Dona Maria Amélia. Ela e todas as mulheres de Coari foram homenageadas.
118 anos: é muita experiência de vida.
spacer

FESTA DA CIDADANIA EM HOMENAGEM AS MULHERES COARIENSES

Hoje está sendo realizada uma grande ação de cidadania voltada para as mulheres de Coari. O Ginásio Antonio Mariano ficou pequeno para tantas belas que compareceram para a programação cultural em homenagem as mulheres de Coari. Foram homenageadas as mulheres que fizeram e fazem a história de Coari. Na primeira parte do evento, muita música, sorteio de prêmios e muita diversão.
spacer

RECESSO IMPROVISADO

CAMARA MUNICIPAL DE COARI DUAS SEMANAS SEM REALIZAR SESSÃO ORDINÁRIA.

Durante duas semanas seguidas, não houve reunião ordinária na Câmara Municipal de Coari. Nesta terça-feira somente os vereadores Leondino Menezes, José Henrique, Adão Martins e Osni Oliveira compareceram para trabalhar, mas nada puderam fazer devido a ausência dos outros seis vereadores, que não compareceram ao plenário da Câmara.

Apesar do recesso do legislativo já ter terminado, em Coari os projetos de lei, indicações e outras obrigações dos vereadores não são executadas. Enquanto os outros servidores públicos tem que trabalhar diariamente, a câmara municipal de Coari pára durante duas semanas seguidas.

Este fato chama atenção dos cidadãos, que elegeram seus representantes para legislar e que consideram uma falta de respeito para com a população este recesso improvisado.

Sem vereadores para debater os assuntos da população, as luzes se apagam no Plenário da Câmara, sem que mais uma reunião aconteça.
spacer

DIA INTENACIONAL DA MULHER

A Prefeitura Municipal de Coari está preparando um grande evento em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. Serão homenageadas neste dia as mulheres coarienses, que terão o dia inteiro no dia 08 de março dedicado a elas através de inúmeras atividades esportivas, de saúde, além de homenagens e premiações.

Enquanto a atividade cultural vai está acontecendo no Ginásio Antonio Mariano, estará acontecendo na Escola Estadual Dom Mário, próxima ao ginásio uma série de atendimentos médicos, que irão de mamografia, ultra-sonografia, consultas com ginecologistas e outras orientações médicas. Na Escola Estadual Prefeito Alexandre Montoril estarão acontecendo diversas atividades esportivas. A prefeitura de Coari estará disponibilizando premiações que vão de geladeiras, fogões, microondas até kits de beleza.

Segundo a Secretária de Ação Social, Joelma Aguiar, durante evento várias mulheres coarienses que fizeram a história do município estarão sendo homenageadas com placas comemorativas, e o objetivo principal da festa é mostrar a importância do papel das mulheres para toda a sociedade.
spacer

VALE REPERCUTIR

Achei que seria interessante postar esta notícia, publicada no dia 28 de fevereiro, pelo site portal amazônia, pois ela nos mostra uma alternativa para inclusão digital que existe em Coari. A parte das críticas que o município recebe de algumas pessoas, que olham para cá como uma terra atrasada e de gente atrasada, o que se percebe pela presença das universidade (UFAM, UEA), pela presença do CEFET e de outros centros de treinamentos, cursos de pós-graduação, etc... o que se percebe é que atualmente há muito mais oportunidade de crescimento intelectual, profissional e pessoal em Coari, iniciativas tanto do poder público quanto da iniciativa privada, que fazem de Coari um lugar bem diferente da realidade de atraso de muitos outros municípios do Estado do Amazonas e do Brasil.
O município de Coari, interior do Amazonas, conta agora com um Telecentro Digital, resultado de uma iniciativa da Petrobras para o desenvolvimento social da região.
O Telecentro Digital tem por objetivo reduzir a exclusão digital, por meio de acesso gratuito da população de camadas sociais desprivilegiadas às novas tecnologias da informação e da comunicação. Segundo o monitor Álvares Oliveira, o curso tem duração de um mês. “Qualquer pessoa que queira aprender pode participar do curso. Temos alunos de todas as idades e o que eles têm em comum é a vontade de aprender”, ressalta.
Na solenidade que marcou a inauguração do Telecentro, aproximadamente 200 alunos formados em cursos de informática básica receberam o certificado de conclusão. Na entrega dos diplomas, o gerente de Comunicação e Segurança de Informações da Unidade de Negócios da Bacia do Solimões (UN-BSol), Mauro Martinez, disse que é um orgulho para a Petrobras fazer parte de um projeto dessa magnitude. “Ao apoiar projetos como esse, sempre buscamos ajudar a elevar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e contribuir para geração de emprego e renda. O mercado de trabalho exige cada vez mais conhecimento em informática”, disse.
O Telecentro funciona dentro do Centro Social São Geraldo e, além dos dois turnos de aula, oferece ainda acesso à biblioteca, cuja implantação também foi financiada pela Petrobras e disponibilizada para toda a comunidade do município de Coari.
spacer

DIVINO IGARAPÉ

O Igarapé do Espírito Santo corta Coari ao meio, lutando bravamente contra sua própria destruição no transcorrer dos anos. Como veia firme, por onde a vida teima em passar apesar das adversidades intermitentes, apesar do sufoco que é receber o impacto dos arredores, ameaça sempre presente.
Mas assim mesmo ele permanece lá, divino, teimoso, respirando e fazendo respirar. De vez em quando um tapete verde recobre sua lâmina de água, sintoma de algo que não sei explicar, nem quero aqui, não sei se é sintoma de poluição, sé defesa do Igarapé, se é natural: assim como na vida não nos preocupamos em explicar certos fatos que acontecem conosco, apenas vivenciamos perplexos os fatos e acontecimentos. Pois é, assim se forma de forma lenta e permanente o tapete verde sobre o Igarapé do Espírito Santo, tão consistente, que é preciso ser retirado por mãos humanas em certos períodos do ano para que se torne navegável, para que as águas apareçam límpidas e refletindo a luz do sol. É... em certos períodos temos que agir também, remover os ressentimentos, as mágoas deixando as águas translúcidas de nossas almas sob o brilho do sol reluzir. Como uma fênix o igarapé do Espírito Santo renasce a cada ano, mostra beleza, vida, força como prova de que nem tudo está perdido. Sempre há uma esperança, sempre há uma alternativa. A vida é assim, é como este rio tão nosso, tão coariense, pelo qual passamos todos os dias, ou por uma ponte ou por outra e às vezes o ignoramos. Mas ele está lá, permanece lá, independente de nossa frieza, de nosso pouco caso, de nossa insensibilidade. Ele segue apesar de nós. Até quando? O tempo dirá. É certo que se o tratarmos com carinho sua vida se prolongará; tudo o que recebe carinho dura mais, permanece. Apesar de desejar pelo nosso carinho ele nada nos dirá que não queiramos ouvir. Mas se soubermos ouvir seu gemido silencioso, se nossos tímpanos ressoarem seu breve pedido de socorro, ou pelo menos, se nossos olhos perceberem sua necessidade de carinho, ele responderá com vida, pois é isso que sabe fazer de melhor, abrigar a vida, corresponder vitalidade, refletir um pulsar eterno além da biologia, do ecossistema: a própria, genuína e ilimitada vida!
Por enquanto, ele está lá, no meio da cidade, tranqüilo como suas águas, sofrendo calado, permanecendo apesar dos pesares, de forma divina o Igarapé do Espírito Santo.
spacer

FESTA DA VITÓRIA

Hoje, acontece em Coari a Festa da Vitória. Comemoração dos homenageados, os coarienses, com a escola de samba campeã do Carnaval 2007: A Grande Família; o local da festa será na Praça Jacira Felix, no Bairro de Santa Efigênia. Coari, justamente homenageada pela escola de samba retribui o carinho e confirma a lentra do Samba. Que pena que Cabral não viu.
spacer

PESCA: COARI PRESENTE






Textos & Economia - Pesca, do chute à pesquisa científica Economia





Eustáquio Libório



O Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) editou em 2006, por meio do ProVárzea (Projeto Manejo dos Recursos Naturais da Várzea) um estudo intitulado Estatística Pesqueira do Amazonas e Pará 2003, onde retrata a situação dos estoques pesqueiros ao longo da calha do Solimões/Amazonas, além de dar a dimensão das espécies mais exploradas seja pela pesca comercial ou da captura artesanal do pescado.

Por si só, a pesquisa já é um bom indicativo das ações desenvolvidas pelo Ibama no Amazonas, dada a crônica ausência de dados quantitativos a dar suporte para decisões administrativas dos governos federal, estaduais e municipais que caracterizam a administração pública. No setor pesqueiro, até então, o máximo que se podia dizer é que os valores apresentados à opinião pública estavam mais baseados no empirismo, na observação do dia-a-dia do que em qualquer critério científico. Em outras palavras, cada setor consultado dava seu ‘chute’ sobre os números referentes à pesca efetivada nos rios da Amazônia.

O bom nível do estudo desenvolvido pelo Ibama/ProVárzea talvez seja atestado já no texto introdutório onde os autores reconhecem o papel de destaque conferido à atividade pesqueira nos corpos d’água amazônicos relacionada à diversidade das espécies e ao percentual do pescado capturado em razão de sua interface com as populações ribeirinhas. Entretanto, ressaltam o vácuo de conhecimento existente sobre a quantidade de espécies de peixes a habitar os ambientes aquáticos amazônicos. A pesquisa foi desenvolvida em 17 municípios, sendo oito do Estado do Pará e nove no Amazonas. Volume da produção

De acordo com os dados obtidos pela equipe de pesquisadores, em 2003 o desembarque total de pescado nos municípios da calha do Amazonas/Solimões atingiu o total de 51 mil toneladas. Destas, 37.289 t (72,6%) ocorreram no Amazonas, restando ao Estado do Pará 14.061 toneladas, correspondente a 27,4% do volume desembarcado.

Manaus é confirmada como o maior centro consumidor de peixes de água doce na região ao ficar com 68,8% da produção amazonense, em seguida vem o município de Tabatinga, com 8,1%. Em terceiro lugar está Manacapuru com 6,6%.

Das espécies desembarcadas no Estado o jaraqui, cujo nome científico é semaprochilodus spp, constitui 30,7% do total, fazendo jus ao dito popular ‘quem come jaraqui não sai mais daqui’, uma vez que o desembarque está diretamente relacionado ao consumo. Em seguida vem o pacu (mylossoma sp.) com 15%. A curimatã (prochilodus nigricans) participa com 9,4%, a sardinha (triportheus sp.), tem 9,2% de participação e a aruanã (osteoglossum sp.), cuja a maior parte dos amazonenses desdenha, representa 3,7% do desembarque nos portos do Estado. Desembarque no Amazonas

O ranking de desembarque do pescado no Amazonas referente ao ano de 2003 é o seguinte: Manaus em primeiro lugar com 25,673 mil toneladas (68,8%), Tabatinga em segundo com 3,032 mil toneladas (8,1%), Manacapuru em terceiro com 2,444 mil toneladas (6,6%), Parintins assegura a quarta posição com 1,781 mil toneladas (4,8%), a 5ª posição é de Itacoatiara com 1,73 mil toneladas (4,6%), em 6ª Tefé com 1,457 mil toneladas (3,9%), em 7ª fica Coari com 841 toneladas (2,3%), em 8ª temos Fonte Boa com 232 t e em nono lugar se posiciona Alvarães com 95 t (0,3%).

Na análise das espécies mais capturadas, Manaus apresenta desembarque de 9,755 mil toneladas de jaraqui. O pacu vem a seguir com 5,022 mil toneladas, seguido da sardinha com desembarque de 3,157 mil toneladas. Na quarta posição fica a curimatã com 2,486 mil toneladas e em quinto lugar a pirapitinga com 1,161 mil toneladas.

A produção pesqueira do Estado do Amazonas tem em dez espécies capturadas 81,67% do montante de desembarque no Estado. Os tipos de peixe com maior índice de captura são: o jaraqui com 11,463 mil toneladas (1º lugar), o pacu com 5,601 mil toneladas (2º lugar), a curimatã com 3,508 mil toneladas (3º lugar), a sardinha com 3,418 mil toneladas (4º lugar), a aruanã com 1,397 mil toneladas (5º lugar), a pirapitinga com 1,293 mil toneladas (6º lugar), o peixe salada (este eu confesso: não conheço nem ouvi falar) com 1,005 mil toneladas (7º lugar), o tucunaré com 963 t (8º lugar), o aracu com 908 t (9º lugar) e, finalmente, o mapará com 894 t, em 10º lugar.

É curioso que uma espécie pouco conhecida como este peixe salada (é isto mesmo Ibama?) fique à frente de peixes que estão na mesa dos amazonenses e nos restaurantes como o tucunaré. Quadros informativos

Os dados tabulados no estudo do Ibama são mais completos e estão distribuídos ao longo de perfis e tabelas que abrangem todos os 17 municípios pesquisados dando a exata dimensão do comportamento das populações das espécies mais apreciadas na calha do Amazonas/Solimões, traçando o perfil das principais com informações sobre dimensões de cada uma, expectativa de vida e reprodução, locais onde ocorrem a desova e captura, além das dimensões apropriadas para captura econômica do pescado de água doce.

Além deste trabalho, o Ibama distribui cartilhas destinadas a conscientizar as populações do interior da calha do Solimões/Amazonas da necessidade de fazer o manejo da pesca como forma de preservar as espécies e garantir o sustento das famílias ribeirinhas e impedir a pesca predatória.

O estudo também fundamenta conclusões acerca de espécies em perigo de extinção, como o pirarucu, cujo baixo nível de captura (41 t em 2003) serve de alerta para implementação de medidas que visem a incentivar a reprodução não só desta espécie, já protegida, mas de outras com o mesmo perfil.



Esta coluna é publicada às quintas-feiras e é elaborada sob a coordenação do editor do Jornal do Commercio Eustáquio Libório liborio.liborio@oi.com. Br


Atualizada em: 01/03/2007

spacer