1.000 ACESSOS

Não sei se é pouco ou se é muito, mas pra começo quero comemorar a ultrapassagem de 1.000 acessos ao meu blog. Quero agradecer a todos vocês que já acessaram o blog, leram meus artigos, viram as fotos minhas e de meus amigos. Obrigado, todos vocês! Continuem acessando!!!
spacer

O RIO SECOU


Nossos rios e lagos estão secos, chegou o período da vazante, período em que o leito submerso durante a maior parte do ano, emerge e fica visível aos nossos olhos, e em lugar de água, o que se vê à frente da cidade é um imenso gramado verde. É um período atípico, em que a vida para os nossos irmãos ribeirinhos fica mais difícil, pois naqueles lugares em que se navegava sentando no banco da canoa, agora se leva horas de caminhada sob um sol escaldante. É a seca que chegou.

A vida da gente também é assim, existem momentos em que tudo se torna mais difícil, até aquilo que era muito simples de fazer, reveste-se de uma complexidade inexplicável. Período em que o sol escaldante dos problemas faz arder o nosso espírito. A caminhada se torna muito mais difícil, e a esperança parece mais longe de ser concretizado. O lago das facilidades seca, o rio dos sentimentos que passava tão imponente derrepente fica tão minguado, as coisas parecem que não se renovam. É como quem mora nas margens do Lago do Mamiá, e que fica imaginando: “Meu Deus! Pra onde tanta água foi?” É como muitas vezes perguntamos: “Para onde foram nossos sonhos?” “Nossos ideais?” “Nossas aspirações?” Ainda bem que a seca não dura para sempre, pois assim que se encerra o ciclo da natureza, como um milagre, dia-a-dia, centímetro por centímetro, as águas vão subindo, o lago mirrado volta a ser mar novamente, o Rio Solimões desafia os esteios das casas, passando soberanamente em seu curso, e tudo volta a ser beleza! Assim é conosco: o fato de estarmos passando por um momento de estiagem na vida, não quer dizer que sempre será assim! O ciclo vai se fechar, e os rios de esperança novamente correrão, renovando a beleza de nossos sonhos, de nossas aspirações e de nossos ideais. O milagre da vida acontece de novo! A vida se renova dentro de nós, como o Lago do Mamiá, o Lago de Coari, o Rio Solimões, o Ipixuna e tantos outros rios e lagos dos quais dependem vários e vários seres viventes. Então não desanime! Como nossos irmãos ribeirinhos que seguem confiantes que as águas retornarão, siga confiante que tudo voltará ao ritmo normal em sua vida.

Enquanto as águas não vêm, aproveite a beleza que há por trás da seca, pois não há nada na vida do qual não possamos tirar uma lição para melhor, pois mesmo nas piores agruras podemos extrair grandes ensinamentos, do calor que nos abrasa o espírito podemos retirar a experiência e ajudar a quem talvez esteja passando por uma estiagem pior do que a nossa, e chorando mais que nós, porque seu rio secou.
Daniel Maciel
spacer

POEMA: CANSAÇO

Existem situações, as mais diversas e adversas, que muitas vezes fazem ecoar no peito um desabafo. Viver e superar tantas e tantas situações complexas da vida, às vezes cansa! Cantar flores e amores em um poema é muito fácil e belo, mas cantar os dissabores é difícil, mas ao mesmo tempo reflexivo. Tudo na vida tem razão de ser, até mesmo os nossos problemas, precisamos apenas ter sabedoria para saber administrar. Fique com esse poema, que ele sirva ao menos para reflexão, caso não sirva para outra coisa.

CANSAÇO

Estou cansado!
E me dói perceber isso!
Queria não perceber!
Mas querer viver
É um conglomerado
De desilusões!
Estou cansado!
Da incompreensão
Da desilusão
Da derrubação
Da ingratidão!
Estou cansado
Dos bifrontes
Dos intolerantes
Dos ignorantes
Dos petulantes
Estou cansado!
Viver cansa.
Inda mais quando
Nos cercam as peripécias
As peças que a
Vida nos prega.
Quando as injúrias
Nos cercam perturbando
O sono.
Mas não desisto!
Pois acima de tudo
Do mundo
Do engodo
Está a luz
Que a todos ilumina
E bem a minha
Frente
A fonte que revigora.
spacer

RECORDANDO QUE PODEMOS SER CRIANÇAS

A saudade dos bons tempos de infância sempre bate no coração de todos. O mais ilustre homem desta cidade, o mais humilde e anônimo cidadão, com certeza recordam dos bons momentos que viveram ainda criança, pois ainda que sofrida tenha sido a infância, sempre há coisas boas para se recordar. No coração da criança sonhos são gerados que vão alimentar toda uma existência.

Uma das maravilhas para qualquer criança é o banho de rio, é a liberdade de nadar qual peixe solto, de flutuar em saltos mirabolantes, na liberdade de quem nasce pra ser feliz. Muitos adultos, ainda hoje, recordam a liberdade de tomar banho no Igarapé do Pêra, principalmente aquela parte que ficava ali atrás do João Vieira. Quem viveu e cresceu lá sabe do que eu estou falando. Águas límpidas aquelas, daqueles tempos em que poucas pessoas moravam à margem do igarapé. Como a molecada aproveitava para saltar dos galhos das árvores, de balançar no cipó, de mergulhar de olhos abertos ou fechados, na profundeza de uma infância saudável. É próprio do prazer que as coisas boas da vida despertam. Tomar banho de rio valia até certas desobediências, como por exemplo: não comunicar a mãe, esperar a roupa secar para não apanhar quando chegasse em casa, esperar a vermelhidão dos olhos desaparecer por ter mergulhado tanto tempo de olhos abertos. Muitas vezes a esperteza não funcionava, e o castigo pela desobediência era uma boa sova. No entanto, o prazer justificado de um bom banho de rio, fazia esquecer rápido a surra, e a reincidência era certa.

Como adultos, precisamos ter um refúgio um lugar pra onde correr, para aliviar as tensões da vida, o corre-corre que a todos assola. Precisamos de um rio, para banhar nossa alma e refrescar nosso espírito. Um rio que nos faça mergulhar na essência da vida e flutuar leve nas riquezas do ser, e ainda que as sovas que a vida nos aplica sejam doloridas, nada faça frear o nosso desejo pela liberdade, de poder sair dos padrões de uma vida rígida e insensível, permitindo a criança que há em cada um de nós ressurgir. Ao se olhar no espelho, lembre-se que por trás deste adulto que hoje reflete as marcas do tempo, há uma criança que quer brincar e sorrir.
spacer

ROSTOS DE CRIANÇAS COARIENSES


Estas crianças, além de estudarem normalmente na rede educacional, ainda fazem parte das atividades extra curriculares, aos sábados. O Jaime Levy, fez as fotos, eu dei um tratamento no fotoshop, e o resultado é este. Um pouco de nossa infância que não vive somente nas ruas, mas que tem oportunidade de estudar e desenvolver talentos como: canto, aula de violão, arte e outros talentos indispensáveis para o desenvolvimento humano.


spacer

IDOSOS DE COARI PREPARAM-SE PARA AS OLÍMPIADAS EM MANAUS

O Centro de Convivência do Idoso é um programa social municipal, que atende cerca de 3.000 idosos, proporcionando aos mesmos várias atividades sociais, culturais e esportivas. Mostrando a todos, que ser idoso não impede a prática de atividades esportivas, será realizada em Manaus a VIII Olimpíada do Idoso. O município de Coari vai se fazer representar com um grupo animadíssimo de 43 atletas que freqüentam o Centro de Convivência do Idoso e que alcançaram os índices para participar da competição.
Desde o dia 30 de agosto até o dia 01 setembro com a realização da Pré-Olimpíada no Ginásio Antonio Mariano, os preparativos para a viagem não pararam. “Os idosos estão animadíssimos” – afirma a coordenadora do programa Samara Monteiro - “vamos ficar hospedados no Retiro Laura Vicuna, em Manaus. Já contatamos com o pessoal da alimentação e transporte, a prefeitura de Coari está dando todo o apoio para que a viagem seja com todo o conforto que os nossos idosos merecem” concluiu. Para ajudar na coordenação da viagem e acompanhamento irão 07 funcionários da Secretaria de Ação Social. A Secretaria Joelma Aguiar relembra que no ano passado os idosos, além de participarem das olimpíadas em Manaus e conquistarem mais de 70 medalhas, ainda tiveram a oportunidade de fazer uma viagem turística à cidade de Presidente Figueiredo, conhecida pelas belíssimas cachoeiras.
Neste ano as expectativas de medalhas são as melhores possíveis, pois os atletas da melhor idade estão se preparando com afinco e dedicação, prometendo superar as conquistas do ano passado. A olimpíada do idoso em Manaus vai começar no dia 18 de setembro e vai até o dia 23. Vida, disposição e alegria é que não vai faltar aos atletas coarienses que transforma a terceira idade, na melhor idade, mostrando ainda há muito para ser conquistado.
spacer

UM MOMENTO ANTES DE VOAR


Muitas coisas chamam a nossa atenção na vida: um simples sorriso de uma criança, uma flor colorida levemente balançada pela brisa, um detalhe que aos olhos dos outros pode passar despercebido, mas que para nós, individualmente pode ser extremamente lindo e importante.

É preciso parar pra pensar sobre a vida, sobre nossas atitudes; até mesmo sobre nossas emoções. Chega o momento em que é preciso puxar o freio, parar mesmo... Para avaliar a quem temos ferido, machucado, confrontado; pois a nossa insensibilidade não pode servir de arma para destruir o próximo; temos que parar para não passar por cima de ninguém. Nós que vivemos neste lugar tão maravilhoso do universo, que é Coari, podemos aqui também aproveitar para frear as emoções, indo ali na orla da cidade, no final da tarde, para ver o pôr-do-sol, cobrindo com as luzes rubras nossas inquietudes, em um refletir necessário de paz. Que tal parar um pouco, pegar a família, os filhos e dar uma voltinha em uma de nossas praças, ou ir lá ao cais pegar um pouco no rosto a brisa do anoitecer. Em qualquer lugar do mundo, há lugares lindos, aqui também... Uma viagem em uma comunidade próxima, um passeio com os amigos, uma quebra da rotina, uma alternativa que nos leve a pensar em Deus, no próximo e em nós.

Uma das maiores virtudes é saber perdoar, e talvez mais importante que perdoar os outros é perdoar a si, é aceitar nossa deficiências, é viver um momento de comunhão íntima, é olhar no espelho e se aceitar, aceitar a imagem que brota não apenar para ser contemplada, mas para ser aceita. Às vezes vivemos momentos em que queremos a aceitação de todos, quando nós mesmos não nos aceitamos... Então é ora de parar.

Que como as águas de nossos rios, que nunca parar de correr, não paremos nós também de viver, porém, como o as aves que param para descansar nos galhos de nossas verdejantes árvores, paremos também, para descansar de nossas aflições e conflitos interiores, antes de alçarmos o próximo vôo.
spacer

POEMA DA TARDE: OS COLONHEIROS DE COARI

Quero hoje homenagear os colonheiros,
Assim chamados àqueles nossos irmãos
Que diariamente deixam suas casas aqui na cidade,
E vão as estradas e vicinais de Coari
Para do chão rico e abençoado de nossa terra tirar o sustento diário,
O alimento que vai encher a barriga das crianças
Alimentar as esperanças de dias melhores
Sustentar o braço viril e corajoso
Que na labuta diária e incessante
Realiza a missão maior da vida
Existir e ser feliz.

Este povo tão nobre que vence
Apesar do sol causticante que a todos aquece
E que enrijece a terra
Até que venha a chuva para torná-la a rejuvenescer.

E como cheio de fé no coração
Aguarda ansioso brotar novas sementes
De fé e amor
De um futuro melhor e promissor.
Benditos homens e mulheres urbanos
Que são agricultores da cidade
Enfrentando agruras para chegar a seu terreno
Mas quando ali chegam
Chegam no céu
Ao paraíso que é só seu
E que de lá não querem mais voltar.
spacer

FORÇA JOVEM



Os idosos de Coari, estão mais animados do que nunca.Participaram da pré-olimpiada do idoso, no Ginásio Poliesportivo Antonio Mariano no dia 30 de agosto como parte da preparação para a olimpíada que vai aconter em Manaus. Na última competição, eles trouxeram mais de 70 medalhas. Eles treinam no Centro de Convivência do Idoso, que é um programa social implantado pela prefeitura municipal de Coari.
spacer

POEMA: CANTAREI COARI

Cantarei Coari
Em prosa e verso
Te cantarei aqui:
Parte do universo.

Com minhas rimas
Quero te enaltecer
E quando não compo-las
Quererei morrer.

Pois os teus rios e lagos
Tua gente hospitaleira
São meus,meus sonhos
De uma vida inteira

Cantarei o Solimões
O mamiá, o Trocaris.
Pois são muitos corações
São muitos Coaris

Cantarei o Laranjal
Cantarei Lauro Sodré
Um povo sensacional
Um povo cheio de fé

Cantarei o Lago
O grande Lago de Coari
A praia da Freguesia
A do Jurupari

Cantarei a Ilha do Ária
Cantarei Ipixuna
Louvarei o Copeá
Em sua fartura contínua.

Cantarei tua gente
Teu povo sem igual
Que acredita brandamente
Em um futuro sensacional.


Cantarei tua historia
Teu passado glorioso
E com a mesma alegria
Teu futuro esplendoroso
spacer

A SEMANA DA PÁTRIA

Revivemos todos nós, nesta semana um pouco de nossa infância. Quando nos voltamos para comemorar a semana da pátria e do amazonas. Revivemos os repiques dos tambores, o soar dos instrumentos de sopro, o repicar do taról, os passos dos desfiles das escolas, o resgate de algo que havia parado no tempo em Coari. Semana de todos nós que amamos este nosso gigantesco e maravilhoso país.
Quem não se lembra de como era esta movimentação na Praça de São Sebastião, quando debaixo de um sol escaldante de verão, desfilávamos as fantasias e dos desejos de criança. As fanfarras de cada escola, e a competição que havia: a pergunta não calava: “Qual a escola que desfilou melhor?”. Mesmo tendo levantado bem cedo as crianças daquele tempo seguiam firme atravessando as ruas da cidade, no ritmo do repicar dos tambores, até passar em frente do palanque das autoridades, onde o hino nacional era entoado. É bom saber que hoje, Coari conta com um local devidamente preparado, um centro cultural que também abrigou as crianças e os jovens de hoje, que também em um futuro não muito distante lembrarão com saudades os momentos alegres que viveram, e de como desfilaram a liberdade, o civismo e a cidadania. A Coari de hoje, bem mais moderna, muito mais desenvolvida abriga ainda crianças que sonham com um país sempre livre, sempre justo, onde todos tenham um lugar ao sol, onde os sonhos se construam e as esperanças se renovam.
Os heróis do passado foram às crianças que um dia sonharam com liberdade e um mundo melhor, as crianças de hoje são nossos heróis do futuro, que constroem no dia-a-dia um mundo que tem seu alicerce na educação. Que o Brasil e o amazonas festejem a independência, buscando vencer os obstáculos que surgem a cada dia. Viva o povo que luta contra as dificuldades, o povo humilde e batalhador, formado por todos nós: homens e mulheres. Viva o povo brasileiro!
spacer

HISTÓRIA REAL DE PESCADOR





Olha o tamanho deste peixinho que estes nossos amigos pegaram em frente a cidade de Coari. Assim que foi pego, o peixe liso foi levado para a praça dos taxistas e virou uma verdadeira vedete: era foto pra lá, foto pra cá (o Armil, fotógrafo aproveitou e fez este click), só não se sabe que fez o guisado do bichinho.

Se alguém souber a espécie, por favor deixe um comentário.
spacer

SEMANA DA PÁTRIA E DO AMAZONAS

Ontem, os alunos das escolas de Coari viveram as comemorações da semana da pátria, após 10 anos os alunos desfilaram ao som da fanfarra. Balizas, pelotões, porta-bandeiras, desfilaram no Centro Cultural Carlos Braga. O horário escolhido foi ótimo: 18:00 os desfileres começaram, e as crianças iniciaram os passos das marchas enquanto a noite caia sobre a cidade. Ainda me lembro quando os desfiles aconteciam durante o dia, e todos, debaixo do sol escaldante até as 12:00h desfilavam diante de um palaque de madeira construído próximo a Rádio Educação Rural de Coari. Hoje o moderno Centro Cultural Carlos Braga mostra os avanços da cidade que está mais moderna e humana.
spacer

GUARABIRA

Sou eu, em uma tarde boa para uma foto no Guarabira. O Lago do Mamiá começa a secar e a praia surge como uma moldura iluminada pelo sol brilhando no céu. Se a vazante este ano não for tão intensa como a do ano passado o Guarabira vai ser o grande "point" para aqueles que quiserem um bom laser com muito sol e muita água: um balneário natural. As pessoas precisam ter só mais cuidado em não jogar resíduos na praia, o que só vai prejudicar a todos. Tenho ouvido que em breve a Secretaria de Meio Ambiente vai fazer um mutirão de limpeza no local. Se todos cooperarem o lugar vai continuar lindo e todos vão desfrutar bons momentos ali.

spacer